logo

Telefone: (11) 3024-9500

5 atividades imperdíveis no Polo de Ecoturismo de Parelheiros | Qual Viagem Logo

Foto por Istock/ Alfribeiro

5 atividades imperdíveis no Polo de Ecoturismo de Parelheiros

21 de junho de 2018

Difícil de acreditar. Mas a apenas 30 km do centro de São Paulo, no extremo sul da cidade, fica uma das áreas mais verdes do estado. Com apenas 200 mil moradores e diversos parques e Áreas de Preservação Ambiental, o distrito de Parelheiros reúne ares de interior e esconde atividades incríveis para todas as idades.

Em 2014, a prefeitura de São Paulo criou o Polo de Ecoturismo de Parelheiros, com o objetivo de promover e incentivar iniciativas de infraestrutura e turismo na região que abrange os bairros de Parelheiros, Grajaú e Marsilac. Desde então, o local vem se consolidando como um atrativo diferenciado e único, que traz a surpresa de uma São Paulo rural e antenada.

Os contrastes e a alta produção cultural da quebrada de São Paulo deixam a visita a Parelheiros ainda mais interessante. Além de cachoeiras, trilhas e contemplação da natureza, descobrimos no Polo de Ecoturismo de Parelheiros a criatividade e diversidade artística, o engajamento social e a conscientização ambiental.

Confira 5 programas para fazer um roteiro incrível de ecoturismo sem sair da capital paulista:

Sítio Paiquerê

Foto por Matheus Oliveira

Foto por Matheus Oliveira

Uma área verde de 150 mil m2 às margens da represa Billings, na Ilha do Bororé, abriga este delicioso sítio aberto, voltado para o lazer e a sustentabilidade. Por lá é possível curtir a natureza, piscinas, fazer trilhas e ainda visitar o ninhal das garças, onde nascem os filhotes das aves, entre março e outubro. O Sítio Paiquerê tem também uma incrível horta orgânica, de onde saem os alimentos para um delicioso almoço natural oferecido no local.

Casa Ecoativa

Foto por Matheus Oliveira

Foto por Matheus Oliveira

Localizada dentro da APA – Bororé-Colônia, na Ilha do Bororé, a Casa Ecoativa é um centro eco-cultural que, há 20 anos, promove atividades culturais e de agroecologia com o objetivo de promover a preservação da cultura e da biodiversidade locais. A iniciativa, idealizada pelos próprios moradores da região de Parelheiros, fica sediada em uma linda casa construída em 1904 e tombada pelo patrimônio histórico da cidade de São Paulo. Saraus, exposições, vivências, palestras e oficinas acontecem a todo momento.

Centro Paulus

Foto Divulgação

Foto Divulgação

Um hotel com proposta sustentável recebe hóspedes e grupos que visitam a região. Cercado pelo verde da Mata Atlântica, ao lado do Parque Natural Municipal Itaim, o Centro Paulus é mais do que uma hospedagem, mas também um convite para o relaxamento e a integração com a natureza. Criado em 1981 para a formação do Ser Humano e da sua ação no mundo com base na Antroposofia, o Centro Paulus se transformou em um hotel, albergue e uma galeria de arte, que tem hoje como sócios moradores locais.

Projeto Meninos da Billings

Foto Divulgação

Foto Divulgação

O projeto social Meninos da Billings oferece, desde 2009, diversas atividades educacionais e culturais para jovens da região, com o intuito de promover a geração de emprego e renda e o desenvolvimento sustentável. Mais recentemente, passaram a trabalhar com atividades náuticas e com o turismo de base comunitária. Os guias locais fazem roteiros a pé e em canoas e lanchas pela represa Billings. O artesanato com produtos recicláveis também é uma das iniciativas interessantes do projeto.

Trilhasilha-do-borore_foto-matheus-oliveira

Para quem ama trilhas e caminhadas, o Núcleo Curutu oferece três opções de trilhas no Parque Estadual da Serra do Mar. Elas têm de 600 m a 8,2 km e são feitas com agendamento e acompanhamento de guias. Levam para cachoeiras ou então para algumas incríveis paisagens do parque, que é a maior Unidade de Conservação de toda a Mata Atlântica.

​Mais informações: vivejar.com.br

Texto por: Agência com edição Eliria Buso

Foto destaque por Istock/ Alfribeiro

Comentários