logo

Telefone: (11) 3024-9500

República Dominicana: Colonial e tropical | Qual Viagem Logo

Foto por Istock/ valio84sl

República Dominicana: Colonial e tropical

16 de novembro de 2016

A República Dominicana fica na segunda maior ilha do Caribe, a Ilha Hespanhola, é compartilhada pelo seu lado oeste com o Haiti. Foi por aqui, em 1492, que chegou a famosa esquadra do explorador Cristóvão Colombo e, onde hoje é a capital Santo Domingo, é considerado o primeiro assentamento permanente europeu nas Américas.

Foto por Istock/ valio84sl

Foto por Istock/ valio84sl

A riqueza da sua diversidade natural atrai milhares de turistas, o que só vem crescendo nos últimos anos. Certamente a melhoria da infraestrutura foi a grande responsável por isso: melhores estradas, revitalização do centro histórico da capital, melhoria nos terminais marítimos e ampliação da rede hoteleira. O país também é um dos líderes de proteção ao meio ambiente, com cerca de 20% de seu território protegido, inclusive regiões costeiras. São mais de 1500 km de areias brancas cercadas das águas azuis e cristalinas do Oceano Atlântico e do Mar do Caribe. Um país com fascinante historia  , paisagens deslumbrantes e enorme cultura que se reflete na boa musica, nas artes e nos produtos locais, como rum, cigarros, ámbar, larimar, café e chocolate.

Os hotéis e resorts, fazem da República Dominicana o melhor destino para casamentos e viagens românticas. São nada menos que oito aeroportos espalhados pelo país.

Esportes variados e inúmeras praias

Os praticantes do kiteboard e do windsurfe também se encontram na República Dominicana. É comum encontrar nos hotéis equipamentos para alugar e instrutores especializados para os iniciantes. O país está no circuito dos mundiais desses esportes.

Foto por Istock/ La_Corivo

Foto por Istock/ La_Corivo

São inúmeras as opções de lazer para quem escolher a República Dominicana como destino. Há as excursões para as pequenas ilhas, como Isla Saona e Isla Catalina. Nos destinos de aventura se destacam as trilhas, expedições em jipe, rafting no Rio Yaque del Norte, passeios a cavalo, observação de baleias jubarte na Baía de Samaná (de janeiro a março), entre outros. A República Dominicana possui nove regiões ecológicas. Para os amantes da pesca vale lembrar que, além da pesca no mar, há também a pesca em água doce, não tão conhecida entre os turistas, sendo o Lago Hatillo um dos mais famosos entre os praticantes. E há ainda excelentes pontos de mergulho, como os de Samaná, na porção nordeste da ilha.

Cultura Caribenha

Dos divertidos clubes aos tentadores restaurantes, não são poucas as atrações noturnas. As especialidades culinárias do país variam de região para região, mas os sabores simples e as suas origens crioulas estão sempre presentes. As comidas típicas são semelhantes às de outros países da América Latina, como a combinação de arroz com feijão, as bananas fritas, peixes e frutos do mar sob a forma de moquecas, pratos à base de mandioca, o sabor do coentro, o tradicional doce de leite e, claro, o rum.

O Carnaval em Concepcion de La Veja, região central da ilha, cerca de duas horas da capital, transforma a pitoresca cidade no mês de fevereiro. Com as máscaras coloridas e demoníacas, o povo celebra a vitória do bem sobre o mal. O carnaval acontece pelas ruas, ao som do merengue, da bachata e da salsa. Também tem carnaval em Santo Domingo e em Santiago.

Foto por Ministério do Turismo da República Dominicana

Foto por Ministério do Turismo da República Dominicana

E por falar em merengue, o popular ritmo da ilha, há festivais regionais em sua homenagem: em julho, em Santo Domingo, e em setembro, em Puerto Plata. Os grupos tradicionais são formados por três integrantes e incluem uma espécie de acordeom, um instrumento de percussão, a güira, e um tambor duplo. Com o tempo, outros instrumentos foram incorporados e os temas das músicas também se modificaram. Sua origem africana e sua temática considerada vulgar pela elite deixaram o merengue impopular até o início do século XX.

República do golfe

A República Dominicana é conhecida não apenas por sua variada oferta turística, mas também por seus campos de golfe, alguns com vista para o mar, tornando-se o lugar perfeito para todos os tipos e níveis de golfistas. São 26 campos de golf localizados em todo o país, incluindo 18 deles na região costeira.

As áreas de Punta Cana, Bavaro, e Cap Cana na costa leste, oferecem 10 campos de golfe, dos quais muitos estão a  meia hora de carro um do outro. A região oferta ainda diversas atividades de esportes de aventura, como tirolesa, cenotes naturais, mini buggys, etc.

A infraestrutura turística no país registrou um crescimento de 65% na primeira metade deste ano em relação ao mesmo período de 2015, refletindo o progresso e significativo potencial da indústria turística no país. Hotéis de luxo, vários complexos residenciais, centros comerciais e melhorias portuárias estão dentro dos empreendimentos aprovados recentemente.

Foto por Ministério do Turismo da República Dominicana

Foto por Ministério do Turismo da República Dominicana

Os novos projetos aprovados representam um grande passo para a indústria e irão contribuir com pelo menos 4.185 novos quartos à oferta hoteleira existente, acompanhando, assim, os elevados níveis de ocupação registrados hoje em várias partes do país.

Muitas redes internacionais escolheram a República Dominicana para expandir suas instalações. A abertura do Nickelodeon Hotel Punta Cana, do Grupo Karisma Hotels & Resorts International, é um reflexo deste compromisso, uma vez que é o primeiro desse tipo no Caribe. Com 464 quartos, o luxuoso resort, que vai atrair milhares de turistas para esta bela área, exigiu um investimento de mais de 100 milhões de dólares.

A chegada de mais turistas também impõe desafios significativos para a conectividade e o transporte. Com mais de 8.000 quilômetros de estradas construídas e ampliadas ao longo dos últimos três anos, as principais áreas turísticas estão agora conectadas e acessíveis por meio de viagens de, no máximo, duas horas.

Nesse sentido, também se destacam o lançamento do novo porto de cruzeiro Amber Cove, localizado em Maimon, Puerto Plata. Neste semestre, o terminal – inaugurado no final de 2015 – trabalhou em alta capacidade, gerando um impacto positivo não só na província, mas em toda a região norte.

As duas cidades que recebem mais turistas é Punta Cana, o paraíso caribenho e Santo Domingo, a capital política e econômica do pais.

O que ver e fazer em Punta Cana

Foto por Istock/ Franky_Pictures

Foto por Istock/ Franky_Pictures

Impossível não se emocionar com a beleza exuberante das praias de Punta Cana. A paisagem tingida pelas águas esverdeadas, areia branca e céu azul é mais que um convite para se banhar no mar. De tão envolvente, faz os visitantes desejarem que o dia não acabe nunca.  Na parte leste da cidade, ficam as praias mais tranquilas, as que são perfeitas para quem quer mergulhar e ter um contato mais íntimo com a vida marinha. O grande destaque desta região fica por conta de Bávaro, praia que conta com uma ampla infraestrutura, incluindo resorts e outros estabelecimentos comerciais que fazem a alegria dos viajantes. Assim como uma piscina natural, Cabeza de Torotem águas cristalinas e muito calmas, convidando os visitantes a passarem horas se refrescando sob a luz do sol.

Para os surfistas de plantão, o ponto de encontro é Macao, onde a ondulação facilita a prática do esporte. Outra praia muito procurada para a prática do surf é Uvero Alto, também contornada por um bom número de hotéis e resorts, o que faz deste pedacinho de Punta Cana a escolha certa para quem busca a onda perfeita.

A verdade é que qualquer parte do imenso litoral que banha Punta Cana é capaz de garantir bons momentos aos visitantes, tanto os que querem se banhar em águas tranquilas, quanto os que buscam emoções mais intensas, praticando algum tipo de esporte aquático.

Mas não é dó de lindas praias que vive Punta Cana, os visitantes podem complementar a experiência, participando de passeios organizados com o objetivo de explorar as belezas da região.

Foto por Istock/ cieniu1

Foto por Istock/ cieniu1

Dentre as opções ofertadas pelas agências locais, a de maior destaque é aquela que leva o visitante até a Ilha Saona. Os pacotes incluem translado, almoço, bebidas e equipamentos para mergulho. É o passeio mais disputado entre os visitantes, justamente por levá-los a um lugar bastante especial. Repletos de aquários e piscinas naturais, mar esverdeado e  águas tranquilas . Sobrevoar a cidade num passeio de helicóptero é outra atividade que deve fazer parte do roteiro de quem quer ver o melhor de Punta Cana.

Compras

Apesar de não ser um destino completo de compras, Punta Cana é capaz de agradar os que nem cogitam a ideia de voltar para a casa sem comprar ao menos um presentinho. As lojinhas de artesanato são boas opções, inclusive as que ficam dentro dos enormes resorts.

O Shopping Palma Real é o local que reúne as opções de lojas mais variadas. Alguns hotéis oferecem translado gratuito para este centro de compras, onde é possível encontrar de tudo um pouco, desde perfumes, roupas a eletrônicos. Os preços não são muito atrativos, mas o passeio pode valer a pena, principalmente entre os que adoram conferir vitrines.

Foto por IStock/ czekma13

Foto por IStock/ czekma13

Depois de conferir o belíssimo pôr-do-sol, em qualquer mirante natural de Punta Cana, nada melhor do que curtir a noite.  A casa “Imagine”, que de tão famosa já se tornou atração turística e parada obrigatória. A balada acontece em uma caverna, que recebeu toda a estrutura de uma casa noturna. Para atrair um público cada vez maior, um ônibus passa nos hotéis e leva os hóspedes até o local onde festas animadas dando condições do turista beber sem correr o risco de regressar ao hotel pilotando o próprio carro.

O que ver e fazer em Santo Domingo

Santo Domingo, capital do país, é a primeira cidade das Américas e declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. A cidade combina aspectos de grande metrópole, agitada e moderna, embora preserve o charme e a elegância nas características de seus monumentos antigos, que contam a história do surgimento do Novo Mundo. Para conhecer a cidade, reserve pelo menos dois dias. As hospedagens são mais baratas aos finais de semana, já que de segunda a sexta-feira atrai mais executivos em viagens de negócios.

Para começar seu roteiro acorde cedo e depois de um café da manhã reforçado siga para um passeio pela Zona Colonial da cidade. Inclua no roteiro uma visita à Catedral Primada — construída entre 1514 e 1520, a primeira igreja do Novo Mundo; depois siga até a Calle Las Damas — primeira rua de pedra das Américas; Fortaleza Ozama — construção de pedras onde é possível observar o Mar do Caribe e o rio Ozama; Panteón Nacional — monumento em homenagem aos grandes heróis da pátria; e Alcázar de Colón — palácio que foi residência de Don Diego Colombo, filho de Cristóvão Colombo.

Foto por istock/ czekma13

Foto por istock/ czekma13

Depois de almoçar no centro da cidade antiga, com várias opções da culinária típica, siga para um passeio de compras e aproveite a grande variedade de marcas internacionais com excelentes preços.

Para curtir a noite não faltam alternativas interessantes e animadas. Bares, restaurantes, cassinos e boates fazem a diversão de casais e famílias. Os turistas mais empolgados ainda podem aproveitar a noite na capital dominicana para dançar e curtir os ritmos caribenhos. Além disso, vale a pena fazer um passeio noturno pela Avenida George Washington, o Malecón de Santo Domingo, ideal para sentir a leve e fresca brisa da noite.

No dia seguinte, reserve o período da manhã para visitar o Aquário Nacional, que abriga a maior mostra da fauna marinha da República Dominicana, com mais de 270 espécies. O Aquário Nacional possui um imenso tanque, por onde os visitantes passeiam e têm a oportunidade de apreciar uma visão privilegiada dos animais marinhos abrigados ali. Outra visita imperdível é conhecer a Los Tres Ojos. Distante apenas dez minutos do centro, trata-se de uma gruta que abriga quatro lagos de águas azuladas, três dos quais dentro de uma grande caverna, localizados dentro de um parque nacional.

O Chu Chu Colonial é um trem que percorre 500 anos de história em 45 minutos. Durante o trajeto, é possível conhecer 35 pontos turísticos, como as belíssimas igrejas coloniais, pelo centro antigo da cidade.

Foto por Istock/ hessbeck

Foto por Istock/ hessbeck

Para fechar o dia, visite as lojas de charutos e artesanatos locais, como os feitos das típicas pedras âmbar e larimar, para garantir algumas recordações da viagem. No Mercado Modelo, tradicional ponto de venda de produtos típicos situado na Calle Mella.

Visitar a República Dominicana é uma experiência única e surpreendente. Clima perfeito, com sol e brisa. Praias deslumbrantes, casario e história preservadas, ilhas, lagos, e esportes de aventura, enfim, um destino para famílias e apaixonados !

Como chegar

A República Dominicana tem oito aeroportos internacionais em seus principais destinos turísticos. O Aeroporto Internacional de Punta Cana (PUJ) oferece voos diretos para mais de 28 países e 96 cidades do mundo, incluindo  a América Latina, como: Buenos Aires, Guarulhos, Bogotá, Lima, Cidade do Panamá, entre outros. Partindo do Brasil consulte – copaair.com, avianca.com, voegol.com.br.

Dicas de hotéis, restaurantes e atrações em Punta Cana e Santo Domingo pela Tripadvisor:

Hotéis Punta Cana

Iberostar Grand Hotel Bavaro

Zoetry Agua Punta Cana

Sanctuary Cap Cana by AlSol

The Reserve at Paradisus Palma Real

Hotéis em Santo Domingo

JW Marriott Hotel Santo Domingo

Sheraton Santo Domingo

Embassy Suites by Hilton Santo Domingo

Courtyard Santo Domingo

Restaurantes em Punta Cana

Passion By Martin Berasategui at Paradisus Punta Cana

Pranama

Passion by Martin Berasategui at Paradisus Palma Real

Restaurantes em Santo Domingo

El Meson De La Cava

Pat’e Palo European Brasserie

Pura Tasca

Passeios em Punta Cana

Bavaro Beach

Macao Beach

Hoyo Azul

Hard Rock Casino Punta Cana

Parque Ecológico Olhos indígenas

Passeios em Santo Domingo

Catedral de Santo Domingo

The 3 Eyes National Park

Zona Colonial

Agora Mall

Alcazar de Colon

Texto por: Cláudio Lacerda Oliva

Foto destaque por Istock/ valio84sl

Comentários