logo

Telefone: (11) 3024-9500

10 cidades encantadoras para você visitar na Sicília | Qual Viagem Logo

Isola Bella

10 cidades encantadoras para você visitar na Sicília

18 de dezembro de 2015

Texto por: Daniela Bernardes Loyola O’Connor

Entre os mares do Mediterrâneo, Ionian e Tyrrhenian, nasce a Sicília, uma ilha que foi invadida durante séculos por romanos, gregos, cartagineses, espanhóis, normandos e árabes, tanto que desempenhou um papel significativo na história da República, tendo sido no decorrer de muitos anos o principal ponto de comércio na época. A Sicília muitas das vezes não parece ser uma das regiões italianas, pois ela possuie uma grandiosa mistura de raças, costumes e tradições. Todavia, pode ser por este motivo que os seus habitantes se dizem primeiro ‘Sicilianos’ e depois Italianos.

Palermo é a capital da Sicília, que além de ser uma cidade de contrastes tem como herança ‘monumental’ cerca de 50 palácios e mais que 80 igrejas. A ilha é composta por nove províncias: Palermo (a capital), Catania, Siracusa, Agrigento e Taormina, muito conhecidas e procuradas pelos turistas: Caltanissetta, Enna, Messina, Ragusa e Trapani. A beleza espetacular das cidades da Sicília são impressionantes, assim como o grande número de habitantes e de lugares para se explorar, ou seja, se você passar pela Itália, dê uma ‘esticadinha’ até a Sicília.

Malta e a Sicília estão tão pertinho uma da outra, que é quase um “pecado” não dar uma esticadinha até a maior ilha da Itália. Além disso, ir de Malta para a Sicília é bem simples e a viagem é curta, independentemente do meio de transporte que você escolher.

É possível ir de Malta para a Sicília tanto de ferry quanto de avião. Há voos diretos do Malta International Airport para Catânia com a Air Malta, e ferries de Valletta para Pozzallo, cidade no sul da Sicília, com a companhia de navegação Virtu Ferries.

Dito isso, não faltam opções do que ver na Sicília. A ilha é gigantesca e como eu sempre digo, não basta uma vida para conseguir ver tudo. Assim, elaboramos uma lista com dez cidades incríveis que podem dar uma mãozinha na elaboração do seu roteiro.

1) Catânia

É por lá que você vai chegar se for de Malta para a Sicília de avião ou se escolher a opção “ferry + transfer” da Virtu Ferries. Enfim, Catânia é a segunda maior cidade da Sicília e, uma vez chegando por lá, não tem sentido não vê-la.

Catânia é também uma ótima base para quem vai percorrer a Sicília de transporte público, porque lá tem ônibus para as principais cidades da ilha. Outro fator positivo é que é uma cidade mais barata do que a badalada Taormina, então dá para economizar bastante com hospedagem.

Contudo, no blog by Brasileiros em Malta, também tem outras dicas de como chegar na Sicília e explorar um pouco da cultura Siciliana.

Catania

Foto © Patricia Kalil – Descobrindo a Sicília

O que ver em Catânia:

Apesar de ser uma cidade grande, o centro histórico de Catânia fica concentrado em uma área relativamente pequena. Não deixe de ver a Piazza Duomo com o obelisco do elefantinho, o Mosteiro dos Beneditinos, os edifícios em pedra lávica da Via Etnea. Dê um pulinho na “Riviera dei Ciclopi” um trecho da orla marítima carregada de lendas e mitos e, não deixe de fazer uma excursão ao vulcão Etna. Um passeio imperdível!

2) Taormina

Taormina é, sem sobra de dúvidas, a cidade mais “bem cotada” da Sicília. Suas ruas charmosas, a paisagem de tirar o fôlego, os mirantes com vista para o mar e para o Etna são só alguns dos fatores que transformaram a cidadezinha siciliana em uma meta turística conhecida no mundo inteiro.

Taormina

Foto © Patricia Kalil – Descobrindo a Sicília

O que ver em Taormina:

O Teatro Grego, o romântico jardim público, as ruas do centro, repletas de lojas de artesanato e boutiques de luxo, a maravilhosa praia de Isola Bella. Aproveite e faça também um passeio até o vilarejo de Castelmola, que dista somente 5km de Taormina e, se for um fã de O Poderoso Chefão, não deixe de ir até Savoca para conhecer o famosíssimo Bar Vitelli.

3) Siracusa

Siracusa é uma das minhas cidades preferidas na Sicília e assim como Agrigento e várias outras cidades da Sicília, ainda conserva em suas ruas e edifícios os vestígios da dominação grega, quando era uma das cidades mais importantes do Mediterrâneo. Para mim, é uma das metas obrigatórias para quem visita a Sicília. Vale super a pena!

siracusa

Foto © Patricia Kalil – Descobrindo a Sicília

O que ver em Siracusa:

O lugar mais charmoso de Siracusa é a ilhota de Ortigia, onde está o centro histórico da cidade. Na verdade Ortigia já vale o inteiro passeio. É um lugar lindo e romântico. Visite a Catedral e note as colunas gregas englobadas pelas paredes da igreja, veja também o templo de Apolo, o Castelo Maniace, tome um drink com vista para o mar, passeie pelo pitoresco mercado.

Não deixem também de visitar o Parque Arqueológico de Neapolis, com seu teatro grego e o chamado “Ouvido de Dionisio”, uma caverna muito curiosa.

4) Noto

Noto é considerada a “capital do barroco siciliano” e só isso já atrai a curiosidade dos amantes da arquitetura. É uma cidade que se transforma em um jardim de pedra dourada com a luz do pôr do sol que reflete nas paredes dos edifícios.

Noto

Foto © Patricia Kalil – Descobrindo a Sicília

O que ver em Noto:

A Via Vittorio Emanuele, onde estão localizados os principais edifícios barrocos, a catedral e os principais cafés. Veja Noto do alto, a partir do terraço da igreja de San Carlo e as sacadas-obras-de-arte da Via Nicolaci.

Outra dica: tome uma deliciosa granita ou se delicie com os doces típicos sicilianos no Caffè Sicilia!

5) Ragusa

Outra belíssima pérola da arquitetura barroca siciliana, Ragusa, com suas vielas e escadarias, é uma cidade encantadora. Apesar de Ragusa ser uma cidade de tamanho médio, ela é bem pacata e por isso eu aconselho passear por suas ruas com bastante calma, deixando-se levar pelo ritmo lento de uma cidadezinha do interior. É também o paraíso de quem ama queijos e vinhos tintos, já que é uma grande região vinícola e que produz excelentes laticínios.

Ragusa

Foto © Patricia Kalil – Descobrindo a Sicília

O que ver em Ragusa:

Passeie pelas ruas de Ragusa Ibla, a cidade antiga, admirando a Piazza Duomo, a Catedral de San Giorgio, os palácios barrocos. Não perca o panorama da Via Solarino, a igreja de Santa Maria delle Scale, o Giardino Ibleo. Se tiver um pouco mais de tempo disponível e estiver de carro, também merece uma visita o lindíssimo Castelo de Donnafugata.

6) Agrigento

Agrigento já foi definida por “a mais bela cidade dos mortais” e o motivo é um: seu Vale dos Templos cujos monumentos estão mais bem conservados do que os da própria Grécia! É o tipo de cidade para quem ama história.

Agrigento (1)

Foto © Patricia Kalil – Descobrindo a Sicília

O que ver em Agrigento:

Além do Vale dos Templos, maior parque arqueológico do mundo, também recomendo um passeio pelo centro histórico de Agrigento, que é uma gracinha. Além disso, a cerca de 12km de lá fica Scala dei Turchi, um conjunto de falésias alvíssimas que, contrastando com o azul do céu e do mar, oferece uma paisagem de tirar o fôlego.

7) Palermo

A capital da Sicília não pode ficar de fora dessa lista. É a maior, mais movimentada, mais caótica cidade da ilha e é aquela que requer um maior tempo de estadia. Há muita coisa para ver e fazer em Palermo, aliás, digo sempre que é necessário “viver” Palermo, deixando-se levar pela frenesia da cidade, pela desordem quase pitoresca, pela decadência dos seus edifícios e a grandiosidade de seus monumentos.

Palermo

Foto © Patricia Kalil – Descobrindo a Sicília

O que ver em Palermo:

Só para citar o básico, não deixe de visitar o Palácio Real e a Capela Palatina, o coloridíssimo mercado de Ballarò, a Catedral, os Quattro Canti (uma das esquinas mais lindas desse mundo) o Teatro Massimo, a Villa Giulia, o bairro da Kalsa. Um pouco mais afastado do centro, fica também a Monreale com sua catedral normanda também Patrimônio da Humanidade.

Uma dica: Também não deixe de saborear as guloseimas do street food de Palermo, afinal a cidade também é a capital da comida de rua da Itália!

8) Cefalù

A cerca de 30km de Palermo fica Cefalù, uma das localidades litorâneas mais visitadas da Sicília, graças ao seu mar cristalino, à praia de areia fina e ao lindo centro que faz de Cefalù ser considerado um dos vilarejos mais bonitos da Itália.

Cefalu

Foto © Patricia Kalil – Descobrindo a Sicília

O que ver em Cefalù:

Cefalù fascina o viajante justamente porque “não é só praia”. Sua catedral foi recentemente tombada pela Unesco como Patrimônio da Humanidade. Visite a Piazza Duomo, o museu Mandralisca, o antigo lavadouro medieval e, se tiver fôlego, escale a Rocca, um rochedo enorme de onde é possível desfruar de uma vista incrível.

9) Trapani

Estamos no extremo oeste da Sicília, terra de produção de excelentes vinhos, por onde passaram os grandes conquistadores da Sicília. E é justamente por isso que Trapani é chamada de “terra de passagem”, já que muitos turistas a usam somente como porto de embarque para Favignana ou Pantelleria. Apesar de pequena, Trapani merece muito mais que uma passagem: a gastronomia é divina,o centro histórico é lindo, a arte dos corais um encanto. Uma dica: Na alta estação há voos diretos de Malta para Trapani com a companhia aérea Ryanair!

Trapani

Foto © Martin Kroetz (Commons)

O que ver em Trapani:

Faça um passeio a pé pelo Corso Vittorio Emanuele, aproveite os cafés e a atmosfera litorânea de Trapani. Além do centro histórico com suas igrejas e palácios barrocos, visite também as salinas, uma reserva ambiental administrada pelo WWF. Se você tiver sorte, poderá admirar os lindos flamingos rosa. Outra dica: dê também um pulinho na vizinha Marsala e se delicie com os vinhos da cidade. No caminho entre Trapani e Marsala há uma série de vinícolas que oferecem degustação de vinhos e produtos típicos. Imperdível.

10) Erice

Mesmo sendo minúscula, a medieval cidadezinha de Erice encanta todo mundo. Ela fica pertinho de Trapani, além disso dá para ver tudo em poucas horas, por isso é o típico passeio de bate e volta.

12380496_10153681881991826_358334826_n

Foto © Patricia Kalil – Descobrindo a Sicília

O que ver em Erice:

O Castelo, de onde se pode desfrutar de uma vista maravilhosa, as ruas medievais do burgo, a catedral em estilo gótico, as lojinhas de cerâmica e tapeçaria. Não deixe de dar uma paradinha na confeiraria da D. Maria Grammatico para saborear os doces típicos de Erice. Você não vai se arrepender!

Essas foram apenas algumas sugestões do que fazer na Sicília, mas ‘Sicily’ tem milhões de outras atrações incríveis para tem para oferecer.

12394552_10153680318996826_1609437685_o

Patrícia Kalil, mora na Sicília desde 2007. É graduada em Administração pela Universidade do Estado da Bahia, formada em língua e cultura italiana pela Associação Italia Amica de Salvador-BA. Ela é autora, editora, webmaster, analista de mídias sociais e gerente de SEO do blog Descobrindo a Sicília.

Quem saber mais detalhes sobre esses lugares e ver as outras dicas de praias, cidades e atividaes turísticas, dê uma passadinha no blog Descobrindo a Sicília.

Comentários