logo

Telefone: (11) 3024-9500

Emirates recebe 50º A380 | Qual Viagem Logo

EMIRATES_50_A380

Emirates recebe 50º A380

14 de julho de 2014

A Emirates Airline recebeu seu 50º Airbus A380. Com esta entrega, a Emirates passa a voar 224 aeronaves de fuselagem larga, sendo a maior operadora de A380s e Boeing 777s do planeta.

Quando o 50º A380 entrar em operação, no começo de agosto, a Emirates passará a oferecer um total de 5,7 bilhões de assentos por quilômetro para 145 destinos. Desde abril de 2010, a Emirates recebeu 96 aeronaves entre Boeings 777 e A380s. Durante este período, a Emirates adicionou 48 cidades à malha global da companhia.

Segundo a companhia aérea, a operação do A380 tem sido um sucesso e reflete o alto interesse dos consumidores, que mantêm boas taxas de ocupação em todos os destinos operados pela aeronave. O A380 ajudou a empresa a suprir a demanda por assentos em rotas-chave, operar com mais eficiência em destinos com pouca disponibilidade de slots e também a inaugurar novos conceitos que redefiniram a experiência de voar. Com as futuras entregas, até o final de 2017 deverá somar 90 A380s na frota.

A Emirates é a maior operadora de aeronaves A380 no mundo, voando para 27 aeroportos nos cinco continentes. A rota Dubai – Los Angeles é a mais longa em operação. Até o final deste ano, o número de destinos servidos pelo A380 subirá para 33 com a adição de Kuwait em 16 de julho; Mumbai em 21 de julho; Frankfurt em 1º de setembro; Dallas em 1º de outubro; São Francisco em 1º de dezembro e Houston em 3 de dezembro.

Até hoje, os A380 da Emirates transportaram 27,5 milhões de passageiros em mais de 68,8 mil voos cobrindo mais de 405 milhões de quilômetros. O A380 também pousou em mais de 40 aeroportos pelo mundo em voos testes e demonstrações. A Emirates tem atualmente mais de 10 mil comissários e 900 pilotos especialmente treinados para operar a frota de A380s.

A empresa tem 299 pedidos firmados de aeronaves de fuselagem larga, incluindo mais 90 A380s, apoiando e sustentando milhares de empregos por toda a cadeia de produção de aeronaves e fornecedores. Muitos destes novos jatos substituirão aeronaves da atual frota.

Informações: www.emirates.com

Roberto Maia

Comentários