logo

Telefone: (11) 3024-9500

Zanzibar: A linda, exótica e charmosa ilha de Freddie Mercury | Qual Viagem Logo

Foto por Istock/ Moiz Husein

Zanzibar: A linda, exótica e charmosa ilha de Freddie Mercury

15 de fevereiro de 2019

A Tanzânia é famosa por ser um dos melhores destinos para fazer safáris na África. Mas também é conhecida por oferecer praias lindas como as de Zanzibar, além de ter a montanha mais alta de todo continente, o monte Kilimanjaro. O país africano surgiu, em 1964, da fusão entre Tanganica e Zanzibar, que se uniram e formaram a República Federativa da Tanzânia.

Nessa matéria focaremos apenas na bela e exótica Zanzibar, ilha que mesmo que não tivesse sido privilegiada pela natureza, que lhe concedeu cenários esplendorosos, seria conhecida por ser a terra onde nasceu Freddie Mercury, o insuperável e saudoso vocalista da banda Queen. Zanzibar é um arquipélago do Oceano Índico com apenas duas ilhas e ilhotas na costa Nordeste da Tanzânia: Unguja (em suaíli) ou Zanzibar e Pemba e estão separadas do continente pelo canal de Zanzibar.

Foto por IStock/ Margarita Polyakova

Foto por IStock/ Margarita Polyakova

Apesar de menos conhecida turisticamente que as vizinhas Ilhas Maurício, tem atrativos naturais incríveis. Destaque para as praias de águas cristalinas e mornas, que estão entre as mais lindas do mundo. A coloração azul-turquesa do mar lembra muito o Caribe. Recifes de corais formam imensas piscinas naturais rasinhas. Enfim, um paraíso para os amantes de mergulho e kitesurf. Passeios de barco levam às ilhas próximas de Chapwani e Prison Island.

A praia Nungwi Peninsular é uma das mais populares do destino e tem uma fábrica de barcos e um aquário de tartarugas. Já a Mangapwani é a mais remota e por isso também a mais tranquila por não ser muito visitada. Ela é ornada por palmeiras e possui a atmosfera perfeita para quem quer apenas descansar.

Foto por IStock/ MariusLtu

Foto por IStock/ MariusLtu

Apesar de ter mais de 95% de população muçulmana, Zanzibar convive de maneira tranquila com os costumes ocidentais. Tanto que é comum ver mulheres trajando burcas e turistas de biquínis caminhando pelas areias das praias.

CIDADE DE PEDRA NA SPICE ISLAND 

Outro atrativo importante é a Cidade de Pedra (Stone Town), núcleo histórico da cidade e antiga capital do Sultanato de Zanzibar. Um verdadeiro tesouro de clarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco que guarda séculos de história.

Localizada na cidade de Zanzibar – capital do estado de mesmo nome-, tem charmosas ruas estreitas e labirínticas onde estão localizados mercados, lojinhas, museus, restaurantes e mesquitas. Suas casas antigas com pesadas portas de madeira entalhadas em estilo indiano e prédios coloniais abrigam recordações de um passado que sofreu influências de diversos povos dominadores – Índia, Pérsia, China, Portugal, Grã-Bretanha e árabes. O resultado de tamanha mistura foi a formação de uma cultura swahili única entre o povo Bantu – a população local.

Foto por IStock/ sansara

Foto por IStock/ sansara

Lá estão também um antigo palácio, uma casa de banho persa, uma mansão de pedra de coral e varandas de lattice e até uma escola onde pode-se ouvir as crianças recitando versos do Alcorão, o livro sagrado do Islã. A maioria das casas foram construídas no século 19, período em que a cidade era um dos mais importantes centros comerciais do Oceano Índico.

Zanzibar é dividida em duas partes e separadas por uma grande rua, a Creek Road: a Oeste a Cidade de Pedra e a Leste as áreas mais novas conhecidas como Ng’ambo com modernos bairros de classe média.

Por ser a parte mais antiga, a Cidade de Pedra exibe vários locais de interesse histórico e monumentos como o Beit el-Ajaib, um palácio construído por um sultão em 1883 e que atualmente funciona como um museu; o Antigo Forte, construído sobre as fundações de uma igreja portuguesa; e a Catedral de Cristo (anglicana), erguida em 1870 no local onde funcionou um grande mercado de escravos.

Foto por Istock/ miroslav_1

Foto por Istock/ miroslav_1

O roteiro de atrativos inclui ainda a Casa do Sonho, que foi construída em 1883 e usada como salão de festas para antigos sultões e que tem canhões portugueses do século 16; o templo hindi Shakti, uma casa religiosa que presta homenagens aos deuses indianos; a Catedral de São José (católica romana); o Mercado Municipal (o Darajani), a Casa da Paz e as ruínas do antigo Forte Árabe ou Forte Omani.

Caminhe sem pressa, apreciando os detalhes do rico passado histórico de Zanzibar. Repare no povo hospitaleiro em seu dia a dia e quando a fome apertar escolha um restaurante e aproveite a exótica culinária local. Os pratos típicos têm forte influência árabe, portuguesa e indiana, além da presença constante de frutos do mar. Para quem gosta uma boa opção é o Mercado de Frutos do Mar, ponto de encontro de turistas no final da tarde.

Foto por IStock/ Africanway

Foto por IStock/ Africanway

A gastronomia da ilha tem aromas perfumados pelas especiarias utilizadas. Zanzibar também é chamada de Spice Island por produzir temperos como baunilha, noz-moscada, pimenta, açafrão, canela, cardamomo, gengibre e cravo, entre outros. Quem quiser conhecer mais pode contratar o spice tour até as fazendas para ver de perto como é realizado o cultivo das especiarias.

Como chegar 

Não há voos diretos do Brasil para a Tanzânia. A rota mais curta é tomar um voo em São Paulo com destino a Joanesburgo (África do Sul). South African Airways – SAA e LATAM têm voos diretos com 8h30 de duração. A SAA oferece a conexão para Zanzibar com a empresa low cost Mango, mas com pernoite na ida e na volta. O voo até a ilha tem 3h de duração. Outra possibilidade é ir para Dar Es Salaam, principal cidade tanzaniana, com a SAA ou com a Emirates – conexão em Dubai; Qatar Airways – conexão em Doha; ou Turkish Airlines – conexão em Istambul. Em seguida, tome um voo doméstico da Coastal Aviation para Zanzibar ou faça a travessia via ferry boat. Também é possível fazer uma conexão com a SAA para Nairóbi (Quênia) e depois com uma empresa parceira até Zanzibar. Nesse caso dá para aproveitar os dois destinos.

Gastronomia 

Exótica e rica em frutos do mar, a culinária de Zanzibar sofreu influências de vários povos ao longo do tempo.

The Rock

Zanzest Beach Bungalows

Kambakocho Bar & Beach Restaurant – tel. (+255) 776 676 782

Lukmaan – tel. (+255) 777 482 131

Taarab 

Bistro’ del Mar

Onde ficar 

Na Tanzânia os visitantes têm grande variedade de opções de acomodações – inclusive lodges luxuosos. Em Zanzibar, os principais hotéis ficam na região Norte, enquanto na costa Leste estão os menores e os mais exclusivos.

Chumbe Island Coral Park 

Anna of Zanzibar 

Essque Zalu Zanzibar

Diamonds La Gemma dell’ Est

Dhow Palace Hotel

Manta Resort

Texto por: Tino Simões

Foto destaque por Istock/ Moiz Husein

Comentários