logo

Telefone: (11) 3024-9500

Uruguai: o pequeno notável tem atrações para todos os gostos e bolsos | Qual Viagem Logo

Breathtaking view from Whales Peninsula (Punta Ballena), close to Punta del Este resort town, Maldonado, Uruguay

Uruguai: o pequeno notável tem atrações para todos os gostos e bolsos

28 de dezembro de 2020

Carmelo, Piriápolis, Colônia del Sacramento, José Inácio e Salto

Texto por Cláudio Lacerda Oliva

Praias, cidades históricas, termas, campos, vinícolas e gastronomia variada. Conheça e explore o país além da capital

O Uruguai é um país que possui uma população de pouco mais de 3,4 milhões de habitantes e tem uma das menores áreas territoriais da América do Sul. Mesmo assim, o país oferece grande diversidade de atrações naturais e históricas. Em suas terras, existem muitos rios, uma extensa faixa litorânea, enormes campos, várias cidades com águas termais e excelente poder terapêutico, litoral extenso e diversificado, variada gastronomia, vinícolas de excelência, muita história, além de um povo acolhedor e muito politizado.

Foto via iStock por advjmneto

Foto via iStock por advjmneto

Estando em Montevidéu, você pode estender e ampliar a sua viagem para o país, visitando algumas cidades interessantes, tanto na faixa litorânea, como pelos campos do interior. As distâncias no Uruguai são relativamente curtas, portanto, os deslocamentos são rápidos, e com boas estradas quase sempre livres de congestionamentos.

Entre as atrações interessantes estão os parreirais de uvas Tannat. Assim como Chile e Argentina, o Uruguai é um país que produz excelentes vinhos. Embora ainda menos difundido que seus concorrentes, os vinhos de produção das uvas Tannat permitem ao consumidor experimentar um produto marcante, que combina muito bem principalmente com pratos à base de carnes.

Foto via iStock por advjmneto

Foto via iStock por advjmneto

Em todo território uruguaio, há diversas vinícolas que são abertas a visitas turísticas, durante as quais os viajantes podem admirar lindas paisagens cobertas por vinhedos e aprender um pouco sobre o processo de produção do vinho, além de participar de sessões de degustação da bebida, com harmonização e uma rica gastronomia. Entre as vinícolas que costumam receber visitantes estão a Alto de la Ballena, a Bodega Bouza e a Filgueira. Entre em contato com os estabelecimentos para saber como visitá-los já que muitos exigem reserva prévia.

Atrações no litoral além de Montevidéu e Punta del Este

Um exemplo disso é o município de Carmelo, que fica bem ao lado da famosa Colônia de Sa­cramento e a pouco mais de 3 horas de capital. Fundada em 1816 por José Artigas, herói da inde­pendência nacional, a cidade de aproximadamen­te 20 mil habitantes ainda preservam boa parte de seus casarios históricos. Lá você vai encontrar uma paisagem repleta de beleza natural, com parques coloridos, rios encantadores e enormes vinhedos capazes de seduzir qualquer visitante.

Na entrada da cidade fica uma das partes mais charmosas do lugar, a ponte vermelha, rodeada de sua linda orla dando boas-vindas aos visitantes. Carmelo tem bons hotéis e mais de três dezenas de ótimos restaurantes que servem muito bem os apreciadores de carne, peixes e massas. O lo­cal é tranquilo, bucólico e ideal para um passeio pós-pandemia. Carmelo tem uma característica de receber mais famílias.

Foto via iStock por ivotheeditors

Foto via iStock por ivotheeditors

Outro destino interessante, e às vezes pouco ex­plorado por visitantes brasileiros, é a cidade de Piriápolis, que está situada a oeste de Punta del Este e a 97 quilômetros de Montevidéu. A cidade­zinha litorânea está atraindo visitantes do mundo inteiro. Fundada em 1893 por Francisco Piria, tinha como principal objetivo atrair a alta aristocracia uruguaia e argentina como um meio de propor­cionar repouso. Não é à toa que ainda hoje os mais de 20 quilômetros de orla conseguem encantar bastante os turistas que passam por lá.

A cidade conta com praias rodeadas de bosques e um lindo mar verde esmeralda, além de restauran­tes, hotéis e as montanhas de San Antonio e Pan de Azucar, que dão um toque bucólico e acolhe­dor ao destino. Lá os visitantes podem passear no famoso teleférico, que é bastante seguro, o qual proporciona altas aventuras enquanto se observa a linda paisagem da costa de Piriápolis e suas be­las praias. Vale uma visita no Museu de Piria para entender um pouco mais da história local. A cida­de tem bons restaurantes, hotéis e pousadas para todos os bolsos e gostos e três cassinos, além de dois bons spas.

Foto via iStock por Rudimencial

Foto via iStock por Rudimencial

A espanhola e portuguesa Colônia de Sacramento

Continuando o tour pelas praias uruguaias, vale passar no mínimo dois dias em Colônia de Sacramento, considerada a Paraty do país vizinho. Fundada em 1680 pelos portugueses é, sem dúvida, uma verdadeira volta ao passado. Situada a pouco mais de duas horas de Montevidéu e declarada como Patrimônio Histórico da Humanidade pela UNESCO, em 1995, a cidade ainda hoje mantém vivo e perfeitamente preservado muitos de seus traços originais.

Lá você terá uma incrível oportunidade de ver como era a vida em uma cidade fortificada do século 17 e registrar por fotografia e filmagens todas as suas experiências através das charmosas ruelas de pedras que adornam o local. Metade da cidade teve colonização portuguesa e, a outra, a ocupação espanhola. Uma aula de arquitetura e história da colonização da América do Sul.

Foto via iStock por Renata Angerami

Foto via iStock por Renata Angerami

Colônia de Sacramento oferece boas pousadas boutiques, restaurantes com cardápios diferenciados, cafés tradicionais e antiquários charmosos, além de ser cenário para diversos artistas contemporâneos. A cidade tem um charme todo especial nas construções preservadas e nas ruelas de pedras que guardam muita história. É um dos locais mais apropriados para casais e turistas de gostam de arte e boa gastronomia.

As praias selvagens de José Ignácio

José Ignácio é um destino litorâneo com muitas peculiaridades. Trata-se de um local pra lá de fotogênico, exibindo cartões postais como um farol construído no século 19 e várias praias com uma fascinante atmosfera selvagem, como as praias Brava e Mansa. A água é bastante fria, mas são locais que proporcionam aprazíveis caminhadas.

Foto via iStock por Jeremy Stewardson

Foto via iStock por Jeremy Stewardson

Em seus arredores, é possível realizar passeios a cavalo, em meio a extensos cenários rurais. José Ignácio fica a menos de 50 quilômetros de distância de Punta del Este e oferece boas opções de hospedagem para quem desejar pernoitar por lá. Aliás, vale a pena passar ao menos uma noite para explorar a vida noturna que oferece bares nostálgicos com boa música latina, além de cenários recheados de natureza abundante com uma pegada ecológica.

Boas atrações também pelo interior do país

Quem pensa que o Uruguai se limita apenas à sua histórica capital ou à bela região litorânea de Punta del Este vai se surpreender com um interior rico em paisagens, boa gastronomia e muita paz e sossego. Localizada à margem oriental do Rio Uruguai, a cidade de Salto faz fronteira com o município de Concordia, na Argentina, e pode ser um bom começo para conhecer o interior de nosso país vizinho, quase sempre pouco explorado por nós brasileiros.

Para quem for conhecer e explorar as atrações de Salto, saiba que a cidade oferece aos visitantes uma oportunidade incrível de se conectar com o simpático provincianismo do interior uruguaio, onde as pessoas são simples, alegres e têm a fama de receber muito bem os visitantes. Além disso, nos arredores dali você vai encontrar ônibus particulares que levam os turistas aos sedutores parques de águas termais, que são uma boa atração de entretenimento em família. Há mais de sete opções de estâncias hidrotermais e hidrominerais na região, onde as águas curativas e relaxantes continuam a proporcionar bem-estar e saúde.

Foto via iStock por Rudimencial

Foto via iStock por Rudimencial

Outro destino do interior uruguaio e com potencial para encantar o turista é a Villa Serrana, vilarejo localizado no meio de uma área de serras a cerca de 150 quilômetros de Montevidéu. No local, é possível alugar chalés, casinhas ou quartos em aconchegantes hotéis e pequenas pousadas e passar uns dias entre muita natureza. Esta região exibe românticos lagos e colinas verdejantes, entre os quais as pessoas gostam de se sentar e apreciar com tranquilidade o tradicional mate uruguaio. É também possível fazer passeios a cavalo pela área. Há ainda bons restaurantes por lá. E, ali perto, fica o Parque del Salto del Penitente, um dos mais famosos destinos de ecoturismo do Uruguai.

Montevidéu: charme europeu e ar nostálgico às margens do Rio da Prata

Texto por Roberto Maia

Principal porta de entrada do Uruguai, a cidade tem muito a oferecer. Seja em viagens curtas ou para agradáveis férias. Além dos principais pontos de interesse turístico, os visitantes se esbaldam com os saborosos cortes de carnes típicas, as parrillas, e os ótimos vinhos produzidos com uvas Tannat

Um dos principais destinos de brasileiros na América do Sul, Montevidéu está a apenas 2h30 de avião a partir de São Paulo. O destino tem atrações para viagens em finais de semana ou para curtir férias. Com uma população de apenas 1,38 milhão de habitantes, não figura entre as maiores cidades do continente. Pelo contrário. É um destino pequeno e dá para visitar seus principais pontos turísticos em poucos dias.

Entre os principais destaques de um roteiro na capital do Uruguai estão a famosa Avenida 18 de Julio, o Mirante da Intendência, a Feira Tristán Narvaja, a Praça Independência, o Palácio Salvo, o Teatro Solís, a Ciudad Vieja (Cidade Velha), o Mercado do Porto, a Catedral Metropolitana, a Puerta de la Ciudadela, o Letreiro de Montevidéu, o Estádio Centenário, os cassinos e, claro, saborear um bom vinho Tannat para acompanhar a deliciosa carne uruguaia. E, no final da tarde, a dica é caminhar pela Rambla, que que se estende por mais de 20 quilômetros ao longo da costa, e observar o sempre lindo pôr-do-sol. Caso esteja na capital uruguaia em um domingo, um passeio agradável é conhecer a Feira de Tristán Narvaja, que abrange vários quarteirões da Rua Dr. Tristán Narvaja, no bairro Cordón, e reúne vendedores de frutas, verduras, animais, antiguidades e artesanatos.

Foto via iStock por Thiago Santos

Foto via iStock por Thiago Santos

E por falar em compras, outras boas opções na cidade são o Montevidéo Shopping, na região de Buceo, e o Punta Carretas Shopping, no bairro de mesmo nome. Ambos têm lojas de marcas famosas como Nike, Adidas, GAP, Levi’s e Zara, entre outras. Na Cidade Velha o lugar é a Peatonal Sarandí, uma rua de pedestres com lojas de vestuário, livrarias e artesanatos.

Comece seu roteiro em Montevidéu pela Praça Independência, a mais famosa da cidade – tanto pela beleza quanto pelos atrativos ao seu redor. Localizada na entrada da Cidade Velha, ostenta uma estátua e o Mausoléu de José Artigas com os restos mortais do general, herói uruguaio na luta pela independência da Espanha. Aproveite para conhecer o Palácio Salvo, edifício construído em 1928; o Museu da Casa do Governo, localizado dentro do Edifício Independência, que expões trajes, objetos, móveis, quadros e outros itens dos ex-presidentes uruguaios; e o Teatro Solís, inaugurado em 1856 e com capacidade para 1,1 mil pessoas. Há visitas guiadas e auto-guiada através de aplicativo que mostra informações exclusivas.

Foto via iStock por Elijah-Lovkoff

Foto via iStock por Elijah-Lovkoff

Bem em frente à Praça Independência, na entrada da Cidade Velha, está outro ponto de interesse turístico em Montevidéu e que rende muitas fotos. É a Puerta de la Ciudadela, uma porta que restou da antiga fortaleza que protegia a cidade no passado.

Cidade Velha

Em seguida, nada melhor que conhecer a Cidade Velha para entender um pouco mais da história do país e da capital. Fundada em 1724, a maior cidade do Uruguai atualmente teve início como um pequeno povoado indígena e de imigrantes das Ilhas Canárias. Em suas ruas estreitas estão pequenos e charmosos cafés e lojinhas de souvenires. Atrações culturais também não faltam e há interessantes museus por lá. E o melhor é que dá para conhecer tudo a pé.

Principal estrela da Cidade Velha, o Mercado do Porto é um dos melhores lugares para comer em Montevidéu. Restaurantes e quiosques oferecem o famoso churrasco uruguaio. Uma das boas opções é o El Palenque, onde a sensação do cardápio são as famosas parrillas – porção generosa de assados na brasa.

Mercados e Gastronomia

Além do Mercado do Porto, Montevidéu conta com outros que também merecem uma visita. Entre eles o Mercado Agrícola, localizado próximo ao Estádio Centenário. Sob uma enorme estrutura de ferro do início do século 20, comercializa frutas e legumes, além de lojas e uma praça de alimentação. Lá é possível provar comidas típicas do Uruguai, como as empanadas e os famosos chivitos – sanduíches muito bem recheados com carne e geralmente coberto com molho de maionese e servido com batatas fritas e salada russa.

Situado em um edifício histórico no centro da capital uruguaia, o Mercado do Imigrante integra a rota gastronômica local. O antigo Mercado da Abundância foi totalmente revitalizado e se transformou em um novo espaço. Com arquitetura de 1904, teve inspiração no mercado Les Halles de Paris. Foi declarado Patrimônio Histórico Nacional em 1990, incorporando novas propostas ao seu portifólio. Passou a incluir o Mercado de Artesãos, a Sociedade Joventango, a venda de livros e restaurantes com ofertas gastronômicas clássicas da culinária uruguaia. São mais de 20 opções com variadas propostas que atendem aos mais diversos paladares. O lugar também apresenta uma agitada agenda cultural com eventos, shows e música ao longo do ano.

Foto via iStock por Elijah-Lovkoff

Foto via iStock por Elijah-Lovkoff

Outro mercado bem gostoso é o Mercado Ferrando, situado próximo ao Parque Rodó. Ele é recente e tem um estilo descolado com tendas bem variadas e com estilo gastronômico típico. Local excelente para provar um bom café uruguaio acompanhado por uma empanada ou alfajor. Há, também, um bar com boas cervejas locais.

Pocitos e Punta Carretas

Esses dois bairros estão em uma das regiões mais avançadas economicamente de Montevidéu. Pocitos e Punta Carretas juntos formam uma das áreas mais interessantes da cidade. Tem prédios de luxo e muita movimentação em frente à praia. Durante todo o dia é possível ver pessoas caminhando, andando de bicicleta e fazendo outras atividades físicas. Outra vantagem é que tem uma grande área verde que convida ao relaxamento e ótima para aproveitar o fim da tarde.

Foto via iStock por Rudimencial

Foto via iStock por Rudimencial

As praias de Punta Carretas e Pocitos são as mais concorridas em Montevidéu e onde estão excelentes restaurantes, como o La Perdiz, Francis, Tandory e tantos outros. Além delas há outras também bastante interessantes. Casos das praias de Carrasco, de Buceo, de Punta Gorda e a de Malvín. As praias de Montevidéu possuem areias brancas e finas e são banhadas pelas águas calmas do Rio da Prata misturadas com as do Oceano Atlântico. E são bastante seguras.

Cassinos e Vinhos

Os cassinos são importantes atrativos em Montevidéu. Não é preciso andar muito pelas ruas do centro ou de Pocitos e Punta Carretas para encontrar algum em funcionamento. O mais popular é o Maroñas, que oferece diferentes jogos de slots, roleta e até corridas de cavalo disponível em agências hípicas. Muitos deles também realizam torneios de pôquer, inclusive alguns de grande relevância na América do Sul.

A qualidade dos vinhos uruguaios é reconhecida mundialmente e ideais para acompanhar as não menos famosas carnes do país. Destaque para a cepa Tannat de característica intensa e potente. Originária do sudoeste da França, essa uva foi introduzida em meados do século 19, e atualmente, o Uruguai é o maior produtor mundial.

Foto via iStock por ToniFlap

Foto via iStock por ToniFlap

Para quem deseja se aprofundar sobre o vinho uruguaio, uma dica é o Los Caminos Del Vino. Criado em 2005, esse roteiro atrai muitos turistas brasileiros e inclui visitas às vinícolas de Montevidéu.

A capital uruguaia tem diversas vinícolas bem perto. Na Bodega Bouza, por exemplo, distante 40 minutos da cidade, os visitantes podem fazer um tour guiado e conhecer o processo de produção – desde a plantação das uvas até o engarrafamento do vinho. É possível fazer degustação e almoçar no local.

Foto via iStock por ToniFlap

Foto via iStock por ToniFlap

Caso queira apenas tomar algumas taças do vinho uruguaio, a capital tem alguns ótimos wine bars (bares de vinho). Neles os visitantes sempre encontrarão bons rótulos, bem como aprendem um pouco mais sobre a bebida, descobrindo seus aromas e sabores enquanto passam momentos agradáveis. A seguir, listamos cinco entre as melhores opções:

MONTEVIDEO WINE EXPERIENCE – É o mais antigo da cidade e precursor dessa tendência. Inaugurado em 2015, no Mercado do Porto, tem ambiente intimista e oferece uma enorme variedade de rótulos de vinhos nacionais, que podem ser consumidos em taça ou garrafa.

BOCA NEGRA VINOS Y TAPAS – Oferece centenas de rótulos, entre nacionais (60%), da região (30%) e de outras partes do mundo. Com inovadoras máquinas de autoatendimento, permite aos consumidores escolher o que querem tomar. A bebida é servida em diferentes quantidades – degustação, meia taça ou taça completa.

BAROLO WINE BAR – Opção enogastronômica de excelência em um recanto rústico e elegante de Carrasco. Dispõe de uma ampla seleção de vinhos e sommeliers no atendimento. A casa oferece mais de uma centena de rótulos, dos quais 50% são nacionais. Sua capacidade média é de 20 pessoas. Quatro vezes ao mês (às quintas-feiras) realizam jantares harmonizados.

MADIRÁN ALMACÉN DE VINOS – Esse pequeno espaço está dentro do circuito gastronômico do Mercado Ferrando. Decorado com garrafas de vinho, tem um convidativo balcão e uma lousa onde indicam as taças do dia. Desde 2017, oferece 70 marcas nacionais provenientes de 19 vinícolas. Os vinhos podem ser consumidos no local ou levados para viagem. Sete rótulos alternados são comercializados apenas em taças – três brancos, três tintos jovens e um rosé.

TELURIA VINOTECA – Funciona em um grande e charmoso porão sob a livraria Puro Verso. O lugar inclui uma extensão da loja, onde também há uma variedade de títulos sobre gastronomia, turismo e vinhos. Possui estilo rústico com um grande balcão, espaço para mesas e uma confortável sala de estar, lugar para compartilhar o vinho de maneira descontraída enquanto aprecia a boa seleção musical.

Rota Turística de Futebol

Turistas brasileiros que amam futebol não podem deixar de incluir a rota turística dedicada ao esporte em Montevidéu. A capital uruguaia é marco na história da Copa do Mundo. E a principal atração desse circuito é o lendário Estádio Centenário, um dos cenários da primeira Copa, em 1930, vencida pela seleção do Uruguai.

Grandes estrelas do futebol uruguaio são de Montevidéu. Entre elas, Diego Forlán, bola de ouro de melhor jogador do mundo em 2010; Obdulio Varela, protagonista do “maracanaço” em 1950, em cima do Brasil e Óscar Tabárez, treinador da seleção uruguaia por mais de 10 anos.

O PRIMEIRO GOL DOS MUNDIAIS – Uma escultura e uma placa representam o primeiro gol das Copas do Mundo. Localizada na Rua Coronel Alegre, entre Silvestre Blanco e Charrúa, no bairro Pocitos, simbolizam o primeiro jogo e o primeiro gol marcado pelo francês Lucien Laurent, no jogo contra o México no Estádio de los Pocitos.

ESTÁDIO CENTENÁRIO – Construído especialmente para a Copa do Mundo em 1930, também sediou o Campeonato Sul-Americano em 1942, 1956 e 1967, bem como a Copa América de 1995, todos vencidos pela seleção uruguaia. Casa da seleção uruguaia o Centenário foi declarado pela FIFA, em 1983, Monumento Histórico do Futebol Mundial. O estádio abriga o Museu do Futebol, que preserva a história do esporte do país, bem como da América do Sul e do mundo. As referências às Copas de 1930 e 1950, ambas vencidas pelo Uruguai, são muitas.

Foto via iStock por Rudimencial

Foto via iStock por Rudimencial

ESTÁDIO CAMPEÃO DO SÉCULO – Propriedade do Club Atlético Peñarol, foi apelidado de Estádio Campeão do Século por ser o melhor clube da América do Sul do século 20. Inaugurado em 2016, seu primeiro jogo foi um amistoso contra o River Plate, que terminou 4 a 1 para os donos da casa. Lá também tem um museu, onde estão expostos os troféus mais importantes do clube, bem como acessórios históricos, e camisas usadas pelos principais jogadores do time.

ESTÁDIO GRAN PARQUE CENTRAL – Popularmente conhecido como El Parque, é propriedade do Club Nacional Football. Construído em 1900, é o estádio mais antigo da América e o décimo quinto do mundo. Entrou para a história por sediar o primeiro jogo das Copas do Mundo. Em 2005, foi reaberto com uma partida entre Nacional e Olímpia (Paraguai).

ESTÁDIO LUIS FRANZINI – Local onde a equipe do Defensor Sporting treina e joga, está localizado no Parque Rodó. O estádio é usado para jogos do campeonato uruguaio e também em torneios internacionais como a Copa Libertadores e o Campeonato Sul-Americano. Tem capacidade para 18 mil torcedores.

El Prado

Caso tenha tempo disponível, vale conhecer o bairro residencial El Prado, localizado na região oeste de Montevidéu. Lá estão mansões preservadas do século 19 e que pertenceram à elite da época. Não é uma região muito visitada pelos turistas, mas tem muitos atrativos como museus, bares e áreas verdes.

Considerado o pulmão verde da cidade, tem parques como El Rosedal e o Jardim Botânico, além de um belo Jardim Japonês, inaugurado em 2001 após ser doado pelo Japão ao Uruguai. A entrada deste típico jardim oriental é através do Museu de Belas Artes, caminhando para a parte de trás do mesmo.

Foto via iStock por quelo73

Foto via iStock por quelo73

Ponto de encontro da vida noturna do bairro, o charmoso bar Los Yuyos foi fundado em 1906, quando as ruas que o rodeavam eram de madacán e terra. O nome vem de um tipo de conhaque ainda consumido em muitas variedades.

Emoldurada entre as avenidas Millán, Suárez e a Rua 19 de abril, há um circuito de cafés e bares que atendem os paladares mais exigentes.

Punta del Este

Um dos destinos mais cobiçados pelos turistas brasileiros durante o verão, o sofisticado balneário oferece atrativos para toda a família – das belas praias às degustações de vinhos e azeites

Distante apenas uma hora e meia de Montevidéu em viagem de carro por rodovia de qualidade, Punta del Este sempre é uma boa opção para os viajantes brasileiros em visita ao Uruguai. Destino badalado, principalmente entre os meses de dezembro e março, quando as praias ficam lotadas e com muito agito nos bares e restaurantes. Esse era o cenário até antes da pandemia do novo coronavírus impor o distanciamento social. Mas, certamente, tudo voltara ao normal em breve.

Bastante seguro, o destino uruguaio recebe os visitantes com muita hospitalidade e oferece atrativos para toda a família. Sua rica gastronomia e vinhos de qualidade completam o quadro de atrativos. Portanto, vale muito à pena visitar vinícolas e fazendas de azeite nos arredores da cidade.

O famoso balneário está situado em uma estreita faixa entre o Oceano Atlântico e o Rio da Prata – estátuas de sereias marcam o ponto onde as águas do mar encontram as do rio. Antiga vila de pescadores, ganhou status de cidade sofisticada e altamente turística ao longo dos anos. O que não falta por lá são grandes mansões, resorts luxuosos, cassinos, lojas de grifes internacionais, charmosas galerias e uma intensa vida noturna.

Foto via iStock por LuckyViks

Foto via iStock por LuckyViks

Com apenas 42 km2, o sofisticado balneário oferece inúmeras possibilidades. Tudo vai depender de quantos dias pretende ficar no destino para usufruir das praias, museus, parques, pontos históricos, cafés, restaurantes e bairros luxuosos. Entre os atrativos estão a Praça Los Ingleses (Plazoleta Gran Bretaña) na ponta da península e onde o Atlântico se encontra com o Prata; o elegante bairro de Beverly Hills e o Museu Ralli, que oferece uma exposição permanente com quadros e esculturas que representam a arte contemporânea da América Latina. O acervo do museu tem obras de Botero e Dalí entre outros importantes artistas.

Para apreciar o lindo visual natural na orla de Punta del Este a dica é um passeio pela Rambla General José Artigas, a avenida beira-mar da cidade. Quem curte caminhadas deve aproveitar a região onde está o por-to da cidade que tem cenário fascinante. Ele recebe grandes navios de cruzeiros e abriga iates e outras embarcações luxuosas, além de bons restaurantes. Outros destaques da região são a Igreja de Nossa Senhora de Candelária e um farol com 25 metros de altura construído em 1860. Durante o passeio é comum observar leões marinhos tomando sol. Apreciar o pôr do sol no local é atração para não perder.

Foto via iStock por brupsilva

Foto via iStock por brupsilva

Quem preferir pode usar a bicicleta para explorar a cidade. Punta del Este tem ruas bem cuidadas e ciclovias em grande parte do calçadão. Algumas empresas e hotéis oferecem diversas opções de tours com guias locais passando pelos principais pontos turísticos do destino.

Praias e Los Dedos

Principal motivo da atração de turistas, as praias de Punta del Este não decepcionam. Dotadas de completa infraestrutura, oferecem, inclusive, restaurantes com serviços na areia. As que mais se destacam são as praias Mansa, banhada pelas águas tranquilas do Rio da Prata, e a Brava, do outro lado da península e com águas agitadas do oceano. Conhecida como La Mansa, é ideal para famílias com crianças e lembra muito a Riviera Francesa.

Um pouco adiante, em direção a Montevidéu, está a badalada Punta Ballena, um lugar de grande beleza natural e ótima para apreciar o espetáculo do pôr do sol. Entre seus atrativos estão a Casapueblo – principal atração turística de Punta del Este -, cavernas, morros e as praias de Portezuelo e Solanas. No alto da serra, a Estrada Panorâmica proporciona uma incrível vista da Baía de Maldonado e da Ilha Gorriti. A região também é famosa pela presença, principalmente durante o inverno, das baleias francas austrais, que nadam nas águas calmas da costa local.

Foto via iStock por xeni4ka

Foto via iStock por xeni4ka

Já a Praia Brava (La Brava) tem modernos edifícios e recebe muitos surfistas e praticantes de esportes náuticos. É lá que está o Monumento ao Afogado, conhecido como La Mano ou Los Dedos, um dos pontos mais visitados e fotografados em Punta del Este. A obra foi criada pelo artista chileno Mario Irarrázabal e representa cinco dedos gigantes que saem da areia, dando a ideia de uma mão quase submersa.

Distante cerca de 11 quilômetros de La Brava está a Ilha de Lobos, uma reserva natural preservada pelo governo uruguaio. Em seus 11 hectares estima-se que vivam cerca de 160 mil lobos marinhos. É a maior colônia da espécie da América do Sul e uma das maiores do mundo. A ilha também abriga mais de 10 mil leões marinhos. Além de fotografar os animais os mais corajosos mergulham para nadar ao lado dos dos bichos.

Foto via iStock por RicardoKuhl

Foto via iStock por RicardoKuhl

Finalmente, no mesmo lado da orla do Atlântico, está La Barra. Distante cerca de 15 quilômetros de Punta del Esta, essa vila de pescadores ganhou fama e a presença de muitos turistas nos últimos anos. Descolada e charmosa, reúne casas de arquitetura mediterrânea, lojas de decoração, ateliês de arte, bares e restaurantes aconchegantes. Suas praias Montoya, Bikini, Manantiales, El Chorro e Punta Piedras são muito frequentadas por surfistas e praticantes de esportes náuticos.

Casapueblo

Depois das praias, a Casapueblo é o principal atrati-vo turístico da cidade. Localizada em Punta Ballena, era o atelier do famoso artista plástico uruguaio Carlos Paes Vilaró, falecido em 2014. Motivo de orgulho dos moradores de Punta del Este, suas obras remetem ao cubismo de Picasso, que, aliás, era amigo do pintor.

Convertido em um memorial ao talento de Vilaró, o local também abriga um museu, hotel, galeria de arte, café e restaurante. Seu interior está repleto de esculturas e objetos que retratam a vida do artista.

Diariamente, durante o pôr do sol, os visitantes ouvem um poema escrito e declamado por Vilaró. O momento de grande emoção entre os presentes dá a dimensão da importância do artista contemporâneo.

Foto via iStock por bitenka

Foto via iStock por bitenka

A imponente edificação levou 36 anos para ficar pronta e é fruto de um sonho de Vilaró. O prédio todo branco e com formas arredondadas teve inspiração nas casas da costa mediterrânea de Santorini, na Grécia. O complexo também conta com um restaurante chamado Las Terrazas, que segue o estilo da construção original.

Há, ainda, o Mirador de Punta Ballena, localizado ao lado do museu e que oferece uma vista incrível. É também um ponto privilegiado para contemplar o pôr do sol.

Compras

Para quem turismo e compras são sinônimos, a dica são a Avenida Gorlero, a principal do balneário; a famosa Calle 20, que tem comércio com variedade de lojas de grifes, cafés, restaurantes e galerias de artes; e a Calle 27, que segue até a orla. A maioria das lojas na cidade abrem somente a partir das 11 horas.

Na Plaza Artigas, na região central, uma feirinha de artesanatos funciona diariamente com cerca de 200 barraquinhas que comercializam desde souvenires e roupas até pedras semipreciosas.

Gastronomia

Como dissemos no início, a gastronomia é uma das atrações da cidade. São muitas as opções de cafés, bares e restaurantes que oferecem a rica culinária uruguaia e também internacional. A preferência da maioria dos visitantes são as imperdíveis parrillas, uma seleção saborosa de cortes que comprovam a qualidade das carnes do Uruguai. Mas há também pratos preparados com peixes e frutos do mar. Destaque em todas as mesas é o ótimo azeite de oliva extra virgem produzido na região e que é considerado um dos melhores da América do Sul. Para a sobremesa, peça os deliciosos doces de leite.

Foto via iStock por Martin Silva Cosentino

Foto via iStock por Martin Silva Cosentino

Para beber, claro, o vinho uruguaio, reconhecido internacionalmente como sendo de alta qualidade. Experimente também o típico e refrescante clericot, um drinque leve preparado com vinho branco e diversas frutas. Vida Noturna

Depois que o sol se põe a cidade ganha novas cores e contrastes. Após o jantar, o melhor a fazer é tentar a sorte e algum dos cassinos de Punta. Entre eles estão o Cassino Nogaró by Mantra, o Cassino Punta Shopping e o do Enjoy Punta del Este Resort & Casino – antigo Hotel Conrad -, que é o maior da América do Sul.

O cassino do Enjoy fica aberto 24 horas por dia e tem mais de 4 mil metros quadrados com diversos tipos de jogos. São 75 mesas com roletas, Black Jack, 21, pôquer, bacará e dados entre outros. Cerca de 550 máquinas caça-níqueis – conhecidas como slots – completam o cenário. Há, ainda, salas de pôquer onde são realizados torneios semanais e alguns internacionais; salas VIP com muito conforto e exclusividade; e o Blend Bar, que tem um variado cardápio de coquetéis, tapas e outros petiscos. No local também são realizados shows ao vivo.

Foto via iStock por Martin Silva Cosentino

Foto via Divulgação

Depois de algumas horas de diversão termine a noite se esbaldando nas pistas da OVO Nightclub, também dentro do luxuoso hotel cinco estrelas, em Pine Beach. Considerada a melhor balada da cidade, toca diversos estilos musicais sob o comando de DJs famosos. O agito acontece nas noites de sexta-feira e sábado, da meia-noite às 5h da manhã.

Roteiros Rurais

Para quem quer mais tranquilidade e me­nos agito, uma alternativa interessante são alguns roteiros rurais nos arredores da cidade. As paisagens bucólicas do campo se complementam com experiên­cias gastronômicas e degustações de vi­nhos e azeites. Entre as melhores opções de passeios estão as Colinas de Garzón, a poucos quilômetros do centro e Punta del Este.

Foto via Divulgação / Adega Garzon

Foto via Divulgação / Adega Garzon

Bodega Garzón – Na propriedade do em­presário argentino Alejandro Bulgheroni, as plantações de amêndoas, oliveiras e vinhas compõem o lindo cenário. Uma fá­brica butique de fabricação de azeite de oliva extra virgem é destaque no local. Visitantes podem fazer um tour guiado pela fazenda e até voos de balão. Mas a atração principal são as degustações de vinhos e azeites produzidos no local acompanhados por uma seleção de quei­jos e pães. Há, também, almoços espe­ciais harmonizados com vinhos e azeites.

Para quando você for ao Uruguai

IDIOMA

Espanhol ou castelhano

MOEDA

Peso Uruguaio (UYU)

FUSO HORÁRIO

Não há, o horário é o mesmo de Brasília.

VISTO

Não é necessário para brasileiros. Para entrar no país não é preciso passaporte e basta apresentar a carteira de identidade em bom estado e com menos de 10 anos da data de emissão.

CLIMA

Melhor época para visitar o Uruguai é entre os meses de setembro e abril, quando chove pouco. O inverno é bem frio, com temperatura média de 6ºC. O verão é bem ameno e com os termômetros não passando dos 28ºC.

CONSULADO DO BRASIL NO URUGUAI

Endereço: Convención, 1343, 6º andar (esquina com Av. 18 de Julio) – Montevidéu.

Telefone: +598 29012024.

Atendimento ao público: segunda a sexta-feira, das 9h às 15h.

Informações:

cgmontevideu.itamaraty.gov.br/pt-br

VACINA

Nenhuma vacina é exigida.

COMO CHEGAR

A GOL (voegol.com.br) tem voos diretos de São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre. A LATAM (latam.com/pt_br) oferece também voos diários entre São Paulo e a capital uruguaia. A AZUL (voeazul.com.br) também tem voos regulares partindo de Porto Alegra para o país. O Aeroporto Internacional de Carrasco, em Montevidéu, está distante do centro cerca de 20 quilômetros. Companhias de ônibus também levam ao Uruguai com rota partindo das regiões Sudeste e Sul do Brasil. A viagem de ônibus de São Paulo a Montevidéu demora cerca de 30 horas.

ONDE FICAR

CARMELO

Narbona Wine Lodge – narbona.com.uy/pt

Los Muelles Boutique Hotel – losmuelles.com

COLÔNIA DO SACRAMENTO

Don Antonio Posada – posadadonantonio.com

Costa Colonia – Riverside Boutique Hote – costacolonia.com/costa-colonia/es

JOSÉ INÁCIO

La Posada del Faro – posadadelfaro.com

Hotel La Viuda de José Ignacio – hotelesdelaviuda.com.uy/la-viuda-de-joseignacio

PIRIÁPOLIS

Argentino Hotel Casino & Resort – argentinohotel.com.uy

Hotel Colón – hotelcolonpiriapolis.com

SALTO

Salto Hotel & Casino – saltohotelcasino.uy

Hotel Termal Daymán – termaldayman.com.uy

MONTEVIDÉU

Cottage Puerto Buceo – hotelcottage.com.uy

Pocitos Plaza Hotel – pocitosplazahotel.com.uy

Hotel Ciudadanos Suites – ciudadanosuites.uy

Hyatt Centric Montevideo – hyatt.com

PUNTA DEL ESTE

Enjoy Punta del Este Casino & Resort – conrad-resort-and-casino.puntadelestetophotels

com/pt

Live Hotel Boutique – livehotel.com.uy

The Grand Hotel – puntagrand.com

Hotel L’Auberge – laubergehotel.com

ONDE COMER

A gastronomia uruguaia é rica em carnes de boi ou cordeiro. E, claro, as refeições são sempre acompanhadas do ótimo vinho do país. Outras saborosas opções são as empanadas, os chivitos, as massas e os pratos com frutos do mar. Para a sobremesa, prefira o doce de leite e os alfajores.

CARMELO

Almacén de la Capilla – Bodega Cordano 

COLÔNIA DO SACRAMENTO

La Locanda 

JOSÉ INÁCIO

La Olada 

PIRIÁPOLIS

La Cueva del Sapo 

SALTO

La Casa de Lamas 

MONTEVIDÉU

Além dos mercados do Porto, do Imigrante, Agrícola e Ferrando, a cidade tem muitas e boas opções de restaurantes.

Francis 

Amadeo Bar 

Primuseum 

Bar Facal 

Bar Tabaré 

PUNTA DEL ESTE

Lo de Tere 

Lighthouse

Rustic Resto-Bar 

Punta Salina 

TRANSPORTE

Montevidéu tem trânsito tranquilo. Apesar de não ter metrô, o transporte público é muito eficiente e funciona até a meia-noite. Os táxis não são caros e, portanto, boa opção de locomoção – principalmente à noite. Na Cidade Velha prefira caminhar.

PACOTES TURÍSTICOS

CVC – cvc.com.br

FLOT – newsite.flot.com.br

LUSANOVA – lusanova.com.br

ORINTER TOUR – orinter.com.br

SENATOR TURISMO – senator.com.br

VIAJANET – viajanet.com.br

INFORMAÇÕES TURÍSTICAS

turismo.gub.uy

uruguaynatural.com

Texto por Cláudio Lacerda Oliva e Roberto Maia

Imagem Destacada via iStock por xeni4ka

Comentários