logo

Telefone: (11) 3024-9500

Ulaanbaatar, a nômade e vibrante capital da Mongólia | Qual Viagem Logo

The panoramic view of the entire city of Ulaanbaatar, mongolia

Ulaanbaatar, a nômade e vibrante capital da Mongólia

12 de junho de 2019

Ulaanbaatar faz jus à fama nômade que a população mongol tem. Nos últimos 350 anos, a cidade mudou de localização mais de vinte vezes, antes de se instalar em um extenso vale, cercado pelos quatro picos sagrados e às margens do rio Tuul.

A capital da Mongólia, desde então, tem se modernizado rapidamente e tornou-se um centro cosmopolita. Hoje, é uma mistura de contrastes, além de ser o polo industrial e cultural do país. Com um leque de atrações diversificadas, quem visita à região vai encontrar desde pubs irlandeses a templos no estilo tibetano.

Foto via iStock por nonimatge

Foto via iStock por nonimatge

Construído em 1840, o Mosteiro de Gandantegchinlen é o centro do budismo mongol. Situado ao noroeste da capital, o templo é um dos principais da Ásia e atualmente funciona como a Universidade Budista da Mongólia, além disso, é um incrível complexo de edifícios que conta com dezenas de capelas e uma biblioteca, que possui um acervo de raros documentos religiosos.

Foto via iStock por zwawol

Foto via iStock por zwawol

Outro destaque do mosteiro é a capela de 20 metros de altura, onde fica a estátua do deus Megzhid Janraisig, erguida em 1911 para comemorar a independência da Mongólia.

Foto via iStock por Katiekk2

Foto via iStock por Katiekk2

O Bogd Khaan Museum, originalmente chamado de Palácio de Inverno, foi a residência do último rei da Mongólia pré-revolucionária, o Bogd Javzandamba Agvaanluvsan. Construído na área do antigo Templo da Misericórdia, em 1893, ele foi edificado com base no Palácio de Potala em Lhasa, no Tibete. Atualmente, funciona como um museu que consiste em dois conjuntos: o primeiro inclui os Templos e Mosteiros e o segundo é o próprio Palácio de Inverno. Existe uma variedade de objetos preciosos e raros que refletem toda a história da família e da Mongólia entre os séculos XVII e XX.

Foto via iStock por imetlion

Foto via iStock por imetlion

Outra atração popular e bem histórica é o festival de Naadam. É um costume que vem da época do famoso imperador Gêngis Khan e multidões visitam anualmente o país para acompanhar os jogos militares mongóis, que incluem lutas, arco e flecha e corridas de cavalo.

Mais Informações: www.visitmongolia.com

Texto por Carolina Berlato

Imagem Destacada via iStock por jaturunp

Comentários