logo

Telefone: (11) 3024-9500

Turismo de cruzeiros cresce na América Latina | Qual Viagem Logo

Foto por IStock/ gargantiopa

Turismo de cruzeiros cresce na América Latina

9 de agosto de 2019

De acordo com um estudo feito pelo Departamento de Estatística do Ministério do Turismo do Uruguai com 2.864 entrevistas, das quais 1.800 no Porto de Montevidéu e 1.064 em Punta del Este, essas cidades viram um incremento no número de turistas de cruzeiros vindos de outras partes do mundo. Entre dezembro de 2018 e abril de 2019, foram 146 cruzeiros, ou seja, quase 5% a mais do que na temporada anterior.

No total, cerca de 256 mil visitantes chegaram ao país e gastaram US$ 9,6 milhões, um incremento de 24% em relação ao ano anterior. a expectativa para o ano seguinte é de que 200 navios turísticos atraquem no Uruguai. Não é a toa: neste ano, os uruguaios receberam o prêmio de melhor destino de cruzeiros da América do Sul, segundo a organização World Travel Awards. No ano anterior a vencedora foi a Argentina.

Dos 256 mil visitantes que chegaram por meio de navios turísticos na última temporada, 55% chegaram por Montevidéu e 45 % por Punta del Este. A capital Montevidéu recebeu cerca de US$ 6 milhões, sendo que US$ 2 milhões foram gastos pelos turistas brasileiros, que somaram 51 mil pessoas. Já Punta del Este recebeu 115 mil turistas, que gastaram US$ 3,5 milhões, sendo que 60% eram brasileiros e 33%, argentinos. Quando o assunto é dinheiro, os brasileiros responderam pela maior fatia, com 65% do total de gastos.

Entre os que desembarcaram em Punta del Este, 26% elogiaram as praias e as ramblas (vias à beira-mar na costa do Uruguai), e 15% elogiaram as pessoas e a cordialidade. Em Montevidéu, o que os turistas mais gostaram foram as pessoas  e a cordialidade (18%). Nos dos destinos, cerca de 68% disseram não ter reclamações. Entre as principais queixas estão o câmbio e a higiene.

Segundo Liliam Kechichian, ministra do Turismo do Uruguai, esses dados são relevantes e mostram que os cruzeiros colaboram para a promoção dos destinos locais. Depois de um primeiro contato, os turistas – incluindo os brasileiros -, acabam voltando ao país com a família ou para ficar por mais dias em uma viagem convencional. Dessa forma, movimentam outros setores da economia com o aluguel de carros, visita a pontos turísticos e restaurantes, bares, entre outros locais.

Foto por IStock/ gargantiopa

Comentários