logo

Telefone: (11) 3024-9500

Teatro a céu aberto reconta história milenar na Espanha | Qual Viagem Logo

Teatro a céu aberto na Espanha , El Cronicón de Oña

Teatro a céu aberto reconta história milenar na Espanha

19 de julho de 2019

Representação digna de projeção mundial ao estilo Hollywoodiano, a festa O Cronicón de Oña acontece há 32 anos em Oña, uma pequena cidade na província de Burgos, no norte da Espanha.

Todo mês de agosto, o vilarejo vira palco de um dos episódios mais importantes da história da “vieja Castilla”, aquela que se escreveu com sangue no século XI. Cerca de 170 residentes transformam-se em atores protagonistas de uma das recriações históricas mais relevantes e vistosas de Castela e Leão: El Cronicón de Oña (A Crônica de Oña).

Teatro a céu aberto na Espanha , El Cronicón de Oña

Teatro a céu aberto na Espanha , El Cronicón de Oña

Declarada como Interesse Turístico Regional, este encontro anual com a cultura, a história, a arte e a genuína diversão transformou-se em referência nacional de modelo de convivência, de implicação local, de esforço e determinação de todo um povo para imprimir identidade e fidelidade em um fato histórico.

Há mais de três décadas os moradores de Oña sentem a emoção de contar sua própria história, rodeados dos protagonistas originais que hoje jazem ao redor deste sacro cenário e assumindo por uns dias o rol de atores temporais. Ao longo dos anos e de geração em geração se transmitiram o entusiasmo, o sonho, a implicação e o espírito de superação para que o evento tenha alcançado níveis de qualidade teatral dignas de qualquer companhia profissional.

Teatro a céu aberto na Espanha , El Cronicón de Oña

A história que constitui a essência de El Cronicón de Oña remonta ao século XI, quando Almanzor era o castigador da Cristandade na Península Ibérica e o condado de Castela vivia sumido na rivalidade com seus vizinhos, principalmente com os reinos de Leão e de Navarra, pela hegemonia e pelo protagonismo.

Em meio destas lutas fratricidas, de conspirações e traições e de exercícios de política surge a figura do conde Sancho Garcia, quem com muito tato consegue trazer estabilidade e prosperidade a estas terras castelhanas e a fundação, no ano 1011, do monastério de San Salvador de Oña. Este cenóbio, cujo poder religioso e econômico alcançará cotas inimagináveis, será o epicentro dos acontecimentos que mudaram uma parte da história e sua igreja abacial o cenário do que dez séculos depois encenam El Cronicón de Oña.

Teatro a céu aberto na Espanha , El Cronicón de Oña

Teatro a céu aberto na Espanha , El Cronicón de Oña

O momento auge da representação é a fundação do Monastério de San Salvador de Oña e a partir daqui quando entram em cena os personagens que estão enterrados no Panteão Real e Condal de Oña, como o rei Sancho III de Pamplona ou Sancho II de Castilla, cujos restos foram trazidos até aqui pelo próprio Rodrigo Díaz de Vivar (O Cid Campeador) por expresso desejo do monarca, momento este em que o abade pronunciou aquela célebre frase: “que bom vassalo se fosse bom senhor”.

A igreja abacial do Monastério de San Salvador é um dos monumentos em destaque, protagonista da história de Oña e privilegiado cenário da representação, embora a teatralização se inicie nas ruas de Oña e na escada que dá acesso ao templo.

Teatro a céu aberto na Espanha , El Cronicón de Oña

Teatro a céu aberto na Espanha , El Cronicón de Oña

Mas a grandeza de El Cronicón de Oña se encontra também na implicação dos moradores que, com sua generosa e altruísta colaboração, fazem possível que mais de 170 pessoas formem uma equipe teatral brilhante sem ser profissional, e que já levam a celebração no sangue, passada de geração a geração.

Este compromisso das pessoas e o esforço interpretativo dos atores, unido ao magnífico patrimônio monumental e à narração histórica são a combinação perfeita para qualificar ao El Cronicón de Oña como evento cultural de máxima importância. Já recebeu diferentes reconhecimentos como o premio “Martinillos de Oro Valores Culturales”, “Amigos del Teatro de Valladolid” no ano 2006, o prêmio “Valores Culturales Canal 4 Televisión” em 2008 e o prêmio “Serondaya a la Innovación Cultural” em 2016.

Em 2019, as recriações históricas no interior da igreja abacial do Monasterio de San Salvador acontecerão de 14 a 18 de agosto às 22:00 horas e a cena prévia na escadaria do templo está prevista para as 21:30 horas.

As entradas podem ser adquiridas na web www.elcronicondeona.com e no telefone da bilheteria +34  947 300 477.

Teatro a céu aberto na Espanha , El Cronicón de Oña

Teatro a céu aberto na Espanha , El Cronicón de Oña

ONDE FICAR EM OÑA

O pequeno vilarejo não comporta hotéis cinco estrelas. Aqui você encontra pousadas charmosas com três estrelas.

El Rincón del Convento fica no Mosteiro de San Salvador em Oña, tem quartos com decoração colorida e serviço atento. Veja tarifas e promoções aqui.

Hostal Restaurante La Muralla. A hospedaría está cercada de verde, tem banheiros privativos e restaurante. Ideal para quem deseja economizar. Veja tarifas e promoções aqui.

Camino Condal, hotel estilo fazenda em Oña, tem instalações charmosas e oferece vista para a cidade. Veja tarifas e promoções aqui.

Casa de la Juderia, outro hotel estilo fazenda em Oña, também fica aos pés da reserva nacional. Veja tarifas e promoções aqui.

HOTÉIS 4 ESTRELAS EM BURGOS

Burgos fica a cerca de uma hora de Oña e pode ser uma boa opção para quem deseja se hospedar em hotéis mais sofisticados.

AC Hotel Burgos, a Marriot Lifestyle Hotel, hotel com design moderno no centro histórico de Burgos. Veja tarifas e promoções aqui.

NH Collection Palacio de Burgos é um hotel no estilo boutique e ocupa um edifício do século XVI no centro histórico de Burgos. Veja tarifas e promoções aqui.

HOTEL 5 ESTRELAS EM BURGOS

Landa, hotel boutique familiar com decoração exclusiva em cada quarto, piscina interna e externa e restaurante de cozinha castelhana clássica. Fica a 5 minutos de carro do centro de Burgos. Veja tarifas e promoções aqui.

Siga também

A Camminare

Jornalista em A Camminare
Adriana Lage é especialista em turismo há 25 anos, já esteve em mais de 50 países e 400 cidades, nos cinco continentes. Após dois anos de sabático pela Ásia, descobriu sua paixão por Portugal, e o fez sua nova morada. Jornalista e consultora de viagens personalizadas, está sempre descobrindo novos refúgios.
A Camminare
Siga também

Comentários