logo

Telefone: (11) 3024-9500

Serra da Estrela: neve e paisagens incríveis em Portugal | Qual Viagem Logo

Foto por Istock/ Nuno André Ferreira

Serra da Estrela: neve e paisagens incríveis em Portugal

22 de setembro de 2016

A região da Serra da Estrela é talvez um dos cenários naturais mais famosos de Portugal. Com uma altitude máxima de 1993 metros na Torre, o destino conta com rara beleza paisagística com desníveis montanhosos impressionantes onde é possível viver intensamente o silêncio das alturas.

Foto por Istock/ Ana Flašker

Foto por Istock/ Ana Flašker

Estando na região, visite a cidade de Seia, explore a vila de Manteigas, aprecie a paisagem magnífica da aldeia do Sabugueiro, mergulhe na beleza da Lagoa Comprida, vá às Penhas da Saúde e suba à Torre em busca da neve. Essa última, aliás, é a construção do ponto mais alto da serra da Estrela. Por lá existe um pequeno centro comercial onde se vende de tudo – queijos, presunto, roupas, trenós, botas e bebidas.

Seja no verão ou no inverno, a montanha mais alta de Portugal continental forma a paisagem perfeita para uns dias descontraídos em contato com a natureza. E, com a chegada do tempo frio, a Serra da Estrela se torna um dos poucos – senão o único – lugares para praticar esportes de neve em todo o país.

A estação de esqui Vodafone Serra da Estrela conta com nove pistas de dificuldade variável. Localizada na Torre, está coberta de um manto branco durante 120 a 150 dias por ano, entre novembro e abril, graças a um inovador processo de neve artificial. O lugar conta com toda a infraestrutura necessária para a prática de esportes de inverno, bem como serviços de aluguel de material, aulas individuais ou de grupo e vários tipos de forfait (passes de utilização).

Já o Skiparque é um complexo entre Sabugueiro e Manteigas que conta com uma pista de esqui sintética de aprendizagem com uma inclinação média de 15 por cento, um half-pipe com uma inclinação média de 35 por cento e uma pista de descida de 400 metros de comprimento, com uma inclinação média de 25 por cento.

Encaixado entre Celorico da Beira, Guarda, Covilhã, Seia e Gouveia, o Parque Natural da Serra da Estrela é uma área demarcada e protegida de 101 060 hectares, divididos entre o distrito de Castelo Branco e Guarda. Foi assim classificada pelo Instituto de Conservação da Natureza em 1976, por ser rica em espécies biológicas e para evitar eventuais “ameaças” em termos de ocupação de espaço.

Este parque natural é excelente para passeios pedestres, a cavalo ou em bicicleta. Existem cerca de 375 quilômetros de trilhas marcados no terreno, com vários níveis de dificuldade.

Foto por Istock/ homydesign

Foto por Istock/ homydesign

Se a ideia é contemplar a exuberante natureza que cerca a região, não deixe de visitar também a Lagoa Comprida. Essa é a maior lagoa da serra e tem origem glaciar. A sua forma “especial” é fruto de fenômenos geológicos e climáticos verificados ao longo de séculos.

Onde ficar

Pousada da Serra da Estrela

TRYP Covilha Dona Maria Hotel

O que comer

Dizem que o melhor queijos da serra é produzido em Mareco, perto de Penalva do Castelo. Mas a variedade de lugares que oferecem a iguaria é tanta que fica dificil escolher um só. O produto, com certificado nacional, é bastante conhecido e profundamente apreciado por moradores e turistas. É um queijo de ovelha curado de fabrico artesanal, de pasta semimole, amanteigada, obtido pelo esgotamento lento da coalhada após coagulação do leite de ovelha cru, com cardo cynara cadunculus. O queijo é produzido, essencialmente, entre novembro e março e o seu período de maturação deve durar, no mínimo, 30 dias. Mas nem tudo é queijo na serra da Estrela. Não deixe de experimentar o arroz de carqueja, as lampreias e o bucho de porco do Fundão, os pratos de cabrito e cordeiro e os embutidos.

Texto por: Eliria Buso

Foto destaque por Istock/ Nuno André Ferreira

Comentários