logo

Telefone: (11) 3024-9500

SeaWorld Rescue encerra o ano com reabilitação de peixe-boi | Qual Viagem Logo

seaworld nova atração

SeaWorld Rescue encerra o ano com reabilitação de peixe-boi

18 de dezembro de 2015

O ano já está acabando, mas a equipe de resgaste e reabilitação do SeaWorld não para nunca. Disponível sete dias por semana, 24 horas por dia, a equipe está sempre pronta para salvar animais que estejam passando por alguma situação de risco na vida selvagem.

Nessa semana, a equipe de resgate do SeaWorld Orlando viajou para Charleston, na Carolina do Sul, para ajudar a salvar um peixe-boi que passava por uma situação de risco. O trabalho de resgate aconteceu em parceria com o U.S. Fish and Wildlife Service (FWS); National Oceanic and Atmospheric Administration’s National Ocean Service; e South Carolina Department of Natural Resource.

O peixe-boi foi visto no curso superior do Rio Cooper, perto de uma área de saída de água quente. Devido à queda da temperatura da água do rio, o peixe-boi permaneceu perto dessa saída de água, deixando-o afastado de uma fonte de alimentação adequada e de água naturalmente quente. Historicamente, peixes-bois locomovem-se em busca de águas com temperaturas mais altas, principalmente quando a temperatura de onde estão fica abaixo de 20o C.

seaworld rescue peixe boiApós algumas horas de busca, a equipe resgatou com sucesso esse grande peixe-boi macho, que pesa cerca de 590 kg. Pelo o que foi analisado, esse animal vive na área de Port Everglades, na Flórida. Após o resgate, o peixe-boi foi levado para o SeaWorld Orlando, na Flórida, para uma série de exames e monitoramento clínico antes de ser autorizado a voltar para um local de águas mais mornas no estado. Outro peixe-boi menor também foi visto no Rio Cooper mas as buscas não foram bem sucedidas. As autoridades estão contando com a colaboração da comunidade local e pedindo para que caso avistem qualquer animal em uma situação de risco avisem rapidamente os órgãos responsáveis.

Resgate e Reabilitação de Peixe-Boi

Como membro da Manatee Rescue & Rehabilitation Partnership (MRP), o SeaWorld Orlando serve como um centro de reabilitação em cuidados agudos, prestando assistência veterinária para salvar as vidas desses peixes-bois resgatados.

O MRP é um grupo cooperativo sem fins lucrativos, que reúne instituições privadas, estaduais e federais. Esses órgãos trabalham em conjunto para monitorar o bem-estar e a sobrevivência dos peixes-bois. Essa espécie enfrenta várias situações de risco, tanto as de causas naturais como aquelas geradas pelo homem. A exposição a maré vermelha e o frio são alguns dos problemas naturais que podem afetar os peixes-bois. Já as ameaças causadas pelos humanos incluem ferimentos causados por barcos, acidentes em comportas, e emaranhamento e ingestão de rede de pesca.

Fotos: divulgação/SeaWorld Park & Entertainment

Comentários