logo

Telefone: (11) 3024-9500

Sabores exóticos, templos e destinos paradisíacos: conheça a Indonésia | Qual Viagem Logo

Pura Ulun Danu hindu temple on lake Beratan, Bali, Indonesia

Sabores exóticos, templos e destinos paradisíacos: conheça a Indonésia

25 de julho de 2018

Localizada entre a Austrália e o Sudeste Asiático, a Indonésia é um país cheio de encantos, rica em cultura diversificada, gastronomia exótica e belíssima paisagens naturais.

Além de ser um país transcontinental – nação que pertence a mais de uma continente –, entre a Ásia e a Oceania, a Indonésia é o maior arquipélago do mundo. São 17 mil ilhas que se estendem por seu território, algumas não são habitadas, outras no entanto, são point quente de turismo, como Bali, por exemplo.

O maior templo budista do mundo está localizado bem no centro da Ilha de Java, no Vale do Kedu. A ilha que é a segunda maior do país, também é a mais visitada já que a capital, Jacarta, está ali. Borobudur foi construído em meados dos séculos VIII e IX pelo povo da então dinastia Sailendra, que dominava a região da Java Central naquela época. O templo é um impressionante conjunto arquitetônico e de beleza única, não importa o ângulo.

Foto via iStock/ BigGabig

Foto via iStock/ BigGabig

Desde a sua construção, foi usado como um templo budista, mas acabou por ser abandonado durante algum tempo, somente sendo redescoberto no século XIX e restaurado no século XX. Em 1970, a Unesco declarou o lugar como parte do Patrimônio Mundial.

Seminyak é um dos pontos mais quentes de Bali, não é difícil de entender o motivo. O lugar é um paraíso natural, mas além disso, oferece uma gigantesca variedade de restaurantes, spas, boutiques, resorts, vilas luxuosas e uma vida noturna agitada e divertida.

Foto via iStock/ RibeirodosSantos

Foto via iStock/ RibeirodosSantos

A praia de Seminyak é famosa principalmente pela vista ao nascer ou ao pôr do sol, tanto que é difícil encontrar a costa vazia, pois está sempre cheia de turistas. Existem diversos bares e restaurantes à beira-mar, o que torna a estadia ainda melhor, principalmente se quiser comer enquanto admira o espetáculo.

E não importa sua preferência na hora de escolher um lugar para comer, o visitante pode encontrar de tudo um pouco em Seminyak, desde comidas típicas da Indonésia à comida mexicana.

Foto via iStock/ Bicho_raro

Foto via iStock/ Bicho_raro

Para os amantes de surf, Seminyak oferece ondas deliciosas para se pegar, mas também é um bom lugar para os iniciantes praticarem, além de poder se inscrever para pegar lições com algum residente dali.

Fique atento aos festivais que estão sempre acontecendo não somente em Seminyak, mas também por Bali e em outras regiões da Indonésia, já que o país é famoso por suas festividades, então vale a pena conferir, ainda mais que alguns não tão cheios.

Se quiser conhecer mais sobre a cultura local de Bali, Ubud é o destino certo, principalmente por carregar o apelido de coração cultural.

Foto via iStock/ Job Jansweijer

Foto via iStock/ Job Jansweijer

A cidadezinha é bem tradicional e serviu de moradia para uma das famílias reais, e é possível visitar o belíssimo Palácio de Ubud, chamado de Puri Saren Agung. A construção do local data entre os anos de 1800 a 1823 e foi capaz de continuar bem preservado devido aos sucessivos herdeiros que o conservaram. É um dos principais points para se ver de pertinho a arte balinesa e, à noite, dá para ver apresentações de dança.

Foto via iStock/ LoweStock

Foto via iStock/ LoweStock

O “Subak”, um tradicional sistema de irrigação acabou criando belíssimas paisagens nos terraços, principalmente na parte sudeste. Muitos turistas param para admirar os terraços de arroz de Tegallalang, que também virou um point turístico.

Uluwatu é um desses lugares exóticos, lindos e faz qualquer um querer visitar. A incrível localização também ajuda.  O templo de Uluwatu fica a 70 metros acima do mar, na beirinha de um penhasco íngreme.

Foto via iStock/ asab974

Foto via iStock/ asab974

No finalzinho da tarde, enquanto o sol se põe, apresentações de dança acontecem em um anfiteatro bem próximo do templo.

A gastronomia transcontinental

Rica em sabores diversos, a Indonésia surpreende com um cardápio cheio de iguarias. Por ser um país onde a maior parte da população é praticante da religião muçulmana, carne de porco e bebidas alcoólicas são consumidas em menor escala.

No entanto, o país possui muita influência da gastronomia chinesa, indiana e malaia. A base da dieta é o arroz, que acompanha diversos tipos de molho, sejam salgados ou doces. O molho de amendoim é um dos mais comuns e consumidos, ele geralmente vai em pratos como o satay, carne de cordeiro temperada e grelhada em espetinhos de madeira.

Foto via iStock/ szefei

Foto via iStock/ szefei

A mahi mahi, conhecida como dourado-do-mar, também se faz muito presente nas mesas, principalmente por ter um preço acessível. Ele pode ser servido de diversas maneiras, a mais comum é com sambal, uma ampla variedade de condimentos e acompanhamentos.

Foto via iStock/ luknaja

Foto via iStock/ luknaja

E não deixe de experimentar a fruta durian. Muito apreciada na região leste asiática, é conhecida pelo forte mal cheiro, tanto que foi proibida de ser consumida em locais públicos pelas autoridades. Quem sabe o sabor não compensa o cheirinho? Vale a pena tentar.

 Texto por Carolina Berlato

Imagem Destacada via iStock/ HonzaHruby

Comentários