logo

Telefone: (11) 3024-9500

Roteiro pelo centro histórico de Mariana (MG) | Qual Viagem Logo

praça minas gerais edit

Roteiro pelo centro histórico de Mariana (MG)

20 de abril de 2016

A pouco mais de uma hora de Belo Horizonte, Mariana é um destino ideal para um passeio de final de semana. A maioria das atrações e joias arquitetônicas da cidade concentra-se nas principais ruas do centro histórico, em torno das praças Gomes Freire e Minas Gerais. O ideal é conhecer o centro histórico a pé e, por isso, separamos uma sugestão de roteiro para passear por essa parte da cidade.

casa de câmara e cadeia

Foto por Patrícia Chemin

Comece seu passeio pelo maior cartão postal de Mariana, a Praça Minas Gerais. Ao chegar lá, logo se percebe o motivo de tanta fama. A praça fica em um ponto um pouco mais elevado da cidade. No meio, fica o Pelourinho, que é cercado pela Casa de Câmara e Cadeia e pelas igrejas de Nossa Senhora do Carmo e de São Francisco de Assis. Confira as obras barrocas de Mestre Ataíde e Aleijadinho dentro e fora das igrejas.

igreja são pedro dos clérigos

Foto por Patrícia Chemin

Continue o passeio pela Rua Dom Silvério, repleta de ateliês e casas que remetem ao Brasil colônia. Visite a Igreja de Nossa Senhora Rainha dos Anjos e continue ladeira acima. O esforço valerá a pena ao chegar ao topo da colina. É o ponto mais alto do centro histórico, o que proporciona uma bela vista dessa parte da cidade. Logo em frente fica a Igreja de São Pedro dos Clérigos.

rua direita 2

Foto por Patrícia Chemin

Volte até uma das principais vias da cidade, a Rua Direita, que abriga o conjunto arquitetônico mais bem preservado de Mariana, do qual fazem parte a Casa do Barão de Pontal, ex-governador de Minas e a Casa Setecentista. Em uma das pontas da Rua Direita está a Praça da Sé, onde foi erguido um dos mais importantes monumentos do patrimônio histórico do Brasil, a Catedral da Sé. É uma das igrejas mais ricas em arte barroca.

praça gomes freire

Foto por Patrícia Chemin

Já na Rua Frei Durão, encontra-se o Museu Arquidiocesano de Arte Sacra, instalado na Casa Capitular. Com um acervo de cerca de duas mil peças em ouro, prata, cedro, jacarandá e pedra-sabão, há obras dos principais artistas barrocos. A poucos metros do museu está a Praça Gomes Freire, mais conhecida pelos moradores como Jardim. É um dos lugares mais agradáveis de Mariana, com suas árvores, lagos, pontes e coreto. O entorno dessa praça concentra muitas lojas de artesanato, repletas de artigos únicos.

seminário maior

Foto por Patrícia Chemin

Ao seguir até o fim da Rua Dom Viçoso, referência para moradia das principais famílias da cidade na época colonial, visite o belo Seminário Maior São José, ladeado por grandes palmeiras, e o Museu da Música, dedicado à música sacra. Possui mais de duas mil partituras e faz parte do Programa Memória do Mundo da Unesco.

Texto por: Patrícia Chemin. A jornalista viajou à Mariana com apoio da Secretaria Municipal de Turismo da cidade e da Associação Marianense de Turismo (MarianaTur).

Foto destaque por: Patrícia Chemin

Comentários