logo

Telefone: (11) 3024-9500

Roteiro: o que fazer em Manaus em um dia | Qual Viagem Logo

Manaus, Brazil - September 8, 2015: The Amazon Theatre located in Manaus, in the heart of the Amazon rainforest in Brazil. It is the location of the annual Festival Amazonas de Ópera (Amazonas Opera Festival) and the home of the Amazonas Philharmonic Orchestra which regularly rehearses and performs at the Amazon Theater along with choirs, musical concerts and other performances.

Roteiro: o que fazer em Manaus em um dia

14 de agosto de 2017

Um grande centro urbano em pleno coração da Amazônia, Manaus tem muito a oferecer aos turistas. Mesmo que as excursões pelos rios e pela floresta sejam as atividades mais populares entre os visitantes que chegam à cidade, não deixe de separar pelo menos um dia de seu roteiro para conhecer Manaus, rica em história e cultura.

Foto por Patrícia Chemin

Foto por Patrícia Chemin

Comece seu passeio pela agitada região do porto de Manaus, onde barcos pesqueiros e de linha (muito usados na região como “ônibus fluviais” para viagens longas) se aglomeram às margens do Rio Negro. Ali está a Feira Manaus Moderna, onde são vendidos produtos como verduras, carnes, temperos e, o grande destaque, peixes locais. Surpreenda-se com peixes que dificilmente você encontrará fora da região Norte, como o pirarucu, o tucunaré, o tambaqui (com o desenho do “encontro das águas” nas escamas) e a piranha.

Foto por Patrícia Chemin

Foto por Patrícia Chemin

Nas proximidades também está o Mercado Municipal Adolpho Lisboa, que encanta pela arquitetura em Art Nouveau e o trabalho em ferro inspirados no mercado central de Paris. Construído no final do século XIX, é um dos símbolos em Manaus do ciclo da borracha. Hoje, o local reúne uma série de pequenas lojas que vendem artesanato indígena e produtos naturais feitos com plantas da Amazônia, de sabonetes a extratos medicinais. É ponto obrigatório para saber mais sobre a cultura e os costumes locais.

Foto por Patrícia Chemin

Foto por Patrícia Chemin

Ainda no centro de Manaus, embarque em uma viagem de volta à época áurea da borracha, quando as riquezas abundantes proporcionaram construções luxuosas em moldes europeus em plena selva amazônica. O grande destaque é o Teatro Amazonas, que data de 1896. De estilo renascentista, sua opulência é ainda mais nítida na parte interna, semelhante à Ópera de Paris, com detalhes dourados, obras de arte, escadas em mármore e peças vindas diretamente da França. Faça uma visita guiada e, se a data coincidir, à noite, assista a um espetáculo da Orquestra Filarmônica do Amazonas.

Foto por Patrícia Chemin

Foto por Patrícia Chemin

Em frente ao Teatro, passeie pelo Largo de São Sebastião, onde você encontrará o Monumento de Abertura dos Portos, a Igreja de São Sebastião e várias outras construções menores do final do século XIX. Confira também o belo Palácio da Justiça. Vale destacar que toda essa área em torno do Teatro Amazonas, região que é um verdadeiro patrimônio cultural e histórico em Manaus, se encontra muito bem limpa e preservada.

Foto por iStock / filipefrazao

Foto por iStock / filipefrazao

Se tiver tempo, outro destaque arquitetônico na cidade que vale a visita é o Palácio Rio Negro, antiga sede do governo do Amazonas. Além de oferecer visitas guiadas, o local recebe exposições temporárias.

Foto por Patrícia Chemin

Foto por Patrícia Chemin

Para o almoço, a dica é o restaurante Banzeiro. Um dos mais premiados da região Norte, é especializado em cozinha amazônica. No cardápio, ingredientes locais como o tambaqui, a banana pacovã, o tucupi e a castanha ganham versões de alta gastronomia, mas sem perder a autenticidade. Entre os principais pratos estão a costela de tambaqui, o filé de tambaqui com crosta de castanha, a moqueca de pirarucu e o filé de pirarucu coberto com banana e queijo coalho. De entrada, vale experimentar a formiga saúva com espuma de mandioquinha. Guarde espaço para a mousse de cupuaçu com chocolate de sobremesa.

Foto por Patrícia Chemin

Foto por Patrícia Chemin

Já nos limites urbanos de Manaus, o Museu da Amazônia (Musa) engloba 100 hectares de uma reserva florestal. Referência em pesquisas sobre a fauna e a flora nativas da região, o Musa abriga um jardim botânico, viveiro de orquídeas e bromélias, lago de vitórias-régias, aquários e laboratórios, além de promover exposições e trilhas na floresta. Não deixe de subir ao topo da torre de observação – a 42 metros de altura, você terá uma visão inesquecível acima das copas das árvores.

Foto por iStock / shakzu

Foto por iStock / shakzu

Depois de um dia de muito sol e calor (clima normal em qualquer época do ano em Manaus), passe o fim de tarde na Praia da Ponta Negra, onde você pode se refrescar nas águas mornas do Rio Negro e ainda admirar o belíssimo pôr-do-sol em tons de rosa, vermelho e laranja. A praia fluvial tem uma boa faixa de areia e um calçadão reformado com barracas de comida.

Passeios pela floresta com o IBEROSTAR Grand Amazon

Depois de um dia em Manaus, não deixe de fazer os imperdíveis passeios pela Floresta Amazônica. Para isso, a dica é embarcar no IBEROSTAR Grand Amazon, único cruzeiro fluvial da região. Com toda a comodidade de um hotel all-inclusive de categoria superior, o navio percorre as águas dos rios Negro (roteiro de quatro noites) e Solimões (roteiro de três noites) e oferece as melhores experiências que o turista pode ter na Amazônia.

Foto por Patrícia Chemin

Foto por Patrícia Chemin

Entre os passeios (dependem do roteiro escolhido, sendo que já estão inclusos no preço da diária), estão trilhas na floresta, passeios de barco pelos igapós e igarapés, observação de jacarés à noite, pesca de piranhas, passeio ao arquipélago de Anavilhanas, interação com os botos cor-de-rosa, visita a uma comunidade indígena e contemplação do “encontro das águas”.

Mais informações em: thegrandcollection.com/pt/hoteis/manaus/iberostar-grand-amazon

Texto por: Patrícia Chemin. A jornalista viajou a convite da IBEROSTAR Hotels & Resorts.

Foto destaque por: iStock / filipefrazao

Comentários