logo

Telefone: (11) 3024-9500

Renovado, Marco das Três Fronteiras reabre como atrativo cultural | Qual Viagem Logo

Foto Nilton Rolin/Itaipu Marchetti

Renovado, Marco das Três Fronteiras reabre como atrativo cultural

22 de dezembro de 2016

Depois de dois meses fechado para obras de revitalização, o Marco das Três Fronteiras reabre para o público nesta quinta-feira (22), às 16h, com mais novidades. Agora, o atrativo passa a contar com uma vila cenográfica em homenagem às missões jesuíticas, um restaurante, show de luzes e águas em torno do obelisco que marca a fronteira do Brasil e até um parque infantil. À parte, o inesquecível espetáculo da natureza: o pôr do sol sobre o encontro das águas dos rios Iguaçu e Paraná.

O Marco das Três Fronteiras, que ainda receberá outras obras ao longo dos próximos dois anos, é o primeiro atrativo da fronteira que traz a preocupação não apenas de ser um espaço de contemplação e lazer, mas também de difusão cultural.

“A ideia do projeto não foi apenas revitalizar esta área, mas compartilhar com os moradores e os visitantes a história e a cultura da região”, afirma Adélio Demeterko, gerente geral da Cataratas do Iguaçu S.A., empresa que venceu a concessão para explorar o atrativo, por um prazo de 15 anos.

O obelisco construído pelo Brasil em 1903 (há outros semelhantes no lado argentino e no lado paraguaio da fronteira) foi valorizado com show de águas e luzes. O obelisco fica na Praça das Três Fronteiras, onde está também o Restaurante Cabeza de Vaca, outra homenagem ao desbravador espanhol. Ali, num espaço de mais de 500 metros quadrados, integrado à paisagem local e à natureza, o visitante poderá desfrutar o melhor da gastronomia regional.

O horário de atendimento é das 16h às 22h, diariamente. Os ingressos custam R$ 20 (R$ 18 de entrada e R$ 2 de contribuição voluntária ao Fundo Iguaçu). Crianças com idade entre 2 e 11 anos, estudantes brasileiros e idosos brasileiros com mais de 60 anos pagam R$ 11 (entrada mais contribuição para o Fundo Iguaçu). Moradores da cidade que apresentem comprovante de endereço e documento com foto não pagam.

Texto por: Agência com edição Eliria Buso

Foto Divulgação

Comentários