logo

Telefone: (11) 3024-9500

Saint Barthélemy: paz e tranquilidade no meio do Mar do Caribe | Qual Viagem Logo

92

Saint Barthélemy: paz e tranquilidade no meio do Mar do Caribe

12 de maio de 2014

A pequena ilha vulcânica cercada de praias maravilhosas poderia ser apenas mais uma entre as muitas que pontilham o Mar do Caribe. Mas não é.

95A primeira impressão ao chegar em Saint Barthélemy ou simplesmente St. Barths – que integra a cadeia de ilhas do norte das Antilhas e foi colonizada pelos franceses – é a de que a civilização ficou para trás e que se o paraíso existe é lá.
O visual encanta e tira o fôlego. A tranquilidade domina e o luxo impressiona. Parece que tudo é perfeito. Não à toa o lugar é o escolhido por muitas personalidades do jet set internacional para passar as férias ou simplesmente alguns dias em absoluta tranquilidade e segurança. St Barths não mede esforços para conquistar e satisfazer sua clientela.
Todos os hotéis da ilha são de pequenas estruturas, garantindo maior descrição aos hóspedes.

A locação de luxuosas casas particulares também é prática comum em St. Barthélemy.

A temperatura média na ilha gira entre 27°C e 35°C e raramente cai abaixo dos 20°C. O sol e as belas praias que a cercam são um convite perfeito para relaxar à sombra dos coqueiros. Porém, os mais ativos encontrarão muitas possibilidades de lazer como o mergulho, pesca em alto mar, windsurfe, surfe, passeios de barco, jet ski, kite surfe, entre alguns esportes náuticos. St. Barths, carinhosamente apelidada assim pelos brasileiros, também é conhecida como destino gastronômico.
96A tradição da culinária francesa aliada à saborosa cozinha antilhesa deram origem à uma diversidade de pratos de sabores sem igual. A gastronomia creole também está fortemente presente e vários restaurantes servem pratos típicos como caranguejo recheado, pudim de peixe, os famosos bolinhos de bacalhau e as saborosas lagostas grelhadas ou em molho.
Outro atrativo da ilha são as compras – zona franca – com ampla variedade de produtos de luxo nas 94mais variadas boutiques e lojas.

Conheça um pouco da fascinante ilha:

Hospedagem

A oferta de acomodações é composta de 70% de moradias de luxo e 30% de hotéis. Ao contrário da maioria dos outros destinos turísticos no Caribe, aluguel de casas particulares, de chalés e apartamentos é altamente desenvolvido em St Barths. Os preços variam de moderados a muito caros e a qualidade de boa a excelente.

A ilha tem cerca de 30 bons hotéis totalizando uma oferta de 550 quartos. A alta temporada vai de 20 de dezembro até 20 de abril. Praias – A ilha tem quatorze praias recobertas de areias brancas e cintilantes. Elas nunca estão lotadas, mesmo durante a alta temporada. Todas são públicas e o nudismo é proibido, porém quase todas as mulheres fazem topless.

93

A Praia de Lorient com seus “pequenos lagos” é a ideal para quem viaja com crianças.

História

Descoberta em 1493 por Cristóvão Colombo e nomeado com o nome do seu irmão, Bartolomeu, a ilha de St. Barthélemy foi colonizada pela primeira vez em 1648 pelos cidadãos da ilha vizinha, St. Kitts. Essa primeira colonização não foi bem sucedida e em 1651 a ilha foi vendida para a Ordem de Malta.

Como chegar

As grandes companhias aéreas têm voos regulares para St. Martin, ilha vizinha de St. Barths, e as empresas locais estabelecem as conexões para o aeroporto Gustav III, situado a 5 minutos de Gustavia. Mas o percurso também pode ser feito pelo mar, a bordo de um ferry.

Formalidades administrativas

Para quem tem passaporte europeu basta estar dentro da validade. Para outras nacionalidades é exigido um passaporte e um visto tipo C de curta duração, que deve ser solicitado e emitido pelo Consulado ou Embaixada Francesa. Os cidadãos dos Estados Unidos e Canadá devem apresentar um passaporte válido, acompanhado necessariamente de uma passagem de volta ou continuação da viagem. Não é necessário ter um visto se a estadia for inferior ou igual a 30 dias.

Comentários