logo

Telefone: (11) 3024-9500

Puerto Vallarta e Riviera Nayarit: viva o México autêntico! | Qual Viagem Logo

Foto por Divulgação/ Puerto Vallarta

Puerto Vallarta e Riviera Nayarit: viva o México autêntico!

11 de outubro de 2018

A Costa do Pacífico, mais especificamente os estados de Jalisco e Nayarit, abriga dois dos destinos mais importantes do México – já muito visitados por americanos e canadenses – e que têm tudo para cair nas graças dos brasileiros: Puerto Vallarta e Riviera Nayarit.

Essa região, na costa oeste do país, guarda belezas naturais como praias e montanhas, além de uma gas­tronomia rica e hotelaria de luxo. São atrações incrí­veis que rendem um roteiro de pelo menos cinco dias.

Puerto Vallarta

A cidade, que fica no Estado de Jalisco, tem apenas 250 mil habitantes, mas quando se trata de turismo, se agiganta. Puerto Vallarta ganhou fama na década de 1960, quando a atriz Elizabeth Taylor esteve por lá acompanhando as gravações do filme “A noite da Iguana”, do diretor John Huston. De lá pra cá, anual­mente o destino recebe milhares de visitantes, princi­palmente os gringos dos países vizinhos.

Foto por Divulgação/ Puerto Vallarta

Foto por Divulgação/ Puerto Vallarta

E não é à toa. Considerada uma das cidades mais amigáveis do mundo, Vallarta tem atrativos naturais e culturais que atendem a um variado público duran­te boa parte do ano. Além disso, suas altas tempera­turas que vão do verão ao inverno são um verdadeiro convite ao dulce hacer nada.

O Malecon, como é chamada a orla marítima da cida­de, é point desde as primeiras horas da manhã até a noi­te. Com lojas, restaurantes e casas noturnas, é parada obrigatória dos turistas. Por isso, não raro você vai en­contrar grupos falando em inglês pelas largas calçadas.

Foto por Divulgação/ Puerto Vallarta

Foto por Divulgação/ Puerto Vallarta

Ali também se encontram esculturas em bronze de ar­tistas locais que contam a história da região. Uma das mais famosas é o cavalo marinho, símbolo da cidade.

Perto dali, a Cidade Antiga é a região do centro his­tórico de Puerto Vallarta, que reúne atrativos como a Praça das Armas, a Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe e os Arcos, onde acontecem as principais apresentações culturais do destino. A praça é um dos locais mais procurados pelos turistas e moradores de Puerto Vallarta e conta com bares, restaurantes, ga­lerias de arte e alguns ambulantes vendendo doces, bebidas e lembrancinhas. Lá está também a escultura em bronze de Ignacio L. Vallarta, juiz e governador do estado de Jalisco que originou o nome da cidade.

Foto por Eliria Buso

Foto por Eliria Buso

Outro point local, a Zona Romântica tem muitos ba­res, restaurantes, lojas, beach clubs e pousadas char­mosas. Essa região é uma das mais badaladas da ci­dade. Além disso, o bairro é um dos responsáveis por tornar Vallarta um reconhecido destino gay friendly.

Foto por Istock/ axl5188

Foto por Istock/ axl5188

São atrações e serviços exclusivamente pensados para esse público. Além de toda essa estrutura, a zona ro­mântica também abriga a Praia dos Mortos, uma das mais famosas do lugar. Em suas areias, moradores e turistas disputam lugar nos descolados beach clubs, guarda-sóis e espreguiçadeiras dos restaurantes.

E depois de curtir os bons serviços locais, vale a pena praticar esportes aquáticos como windsurfe ou jet-ski. Cartão-postal da praia, o Píer dos Mortos é um dos melhores lugares para admirar o belo entar­decer da cidade.

Foto por Divulgação/ Puerto Vallarta

Foto por Divulgação/ Puerto Vallarta

Algumas das praias mais bonitas de Puerto Vallarta só podem ser acessadas por mar, portanto, há diver­sos passeios de barco que realizam roteiros de 2 a 5 horas para conhecer esses pequenos pedaços do paraíso mexicano.

Las Caletas é um desses lugares. A pequena ilha tem atividades como mergulho, caiaque e stand up padd­le, mas é com o entardecer que os turistas conhecem sua verdadeira magia. O lugar abriga o espetáculo Ritmos de la Noche (Savia), uma peça com um quê de Cirque du Soleil (não por acaso, já que os artistas são treinados pelo grupo) que integra elementos da natureza a um show de música, dança e folclore.

Foto por Divulgação/ Riviera Nayarit

Foto por Divulgação/ Riviera Nayarit

À noite, para receber os visitantes, Las Caletas é ilu­minada por mais de 3 mil velas que fazem o clima ficar ainda mais místico e encantador. E, depois da exibição, é servido um jantar pé na areia que com­pleta uma experiência diferenciada na charmosa ilha.

Majauhuitas, apesar de mais modesta, também abriga diversos atrativos naturais que merecem uma visita. Contando inclusive com roteiros de luxo, a praia tem estrutura para a prática de snorkel, sky di­ving, stand up paddle e mais esportes aquáticos.

Foto por Eliria Buso

Foto por Eliria Buso

Quem prefere um passeio relax pode ainda aprovei­tar suas areias praticamente intactas e seu mar verde esmeralda para deitar sobre as espreguiçadeiras ou se refrescar nas boias ali disponíveis.

Muito se engana quem pensa que a cidade só tem atrativos de sol e praia. Por lá também é possível apostar em atividades radicais no Canopy River. A empresa de ecoturismo conta com um espaço to­talmente verde e recheado de atrações para deixar a adrenalina nas alturas. São tirolesas, trilhas de quadriciclo e racers (rzr), ra­fting, passeios de mula, tour de tequila e muito mais.

Foto por Eliria Buso

Foto por Eliria Buso

Quem visita o lugar encontra ainda um super cartão-postal, a ponte Jorullo. Considerada a maior ponte pênsil veicular do mundo, com 470 metros de com­primento e 150 de altura acima do rio Cuale, rende boa dose de adrenalina para ser ultrapassada, seja de quadriciclo, racer ou a pé. A vista de lá de cima também é única e incrível!

Foto por Eliria Buso

Foto por Eliria Buso

O Canopy River ainda realiza um trabalho social­mente responsável, se distinguindo pelo cuidado com o planeta e a preservação das tradições mexicanas.

E por falar em preservação, graças à sua geografia, Vallarta é considerada um santuário de animais, re­unindo diversas espécies de pássaros, além de golfi­nhos, baleias jubarte – que anualmente procuram as águas do Pacífico para procriarem – e tartarugas oliva.

Essas últimas, inclusive, fazem parte de um dos es­petáculos naturais mais encantadores da região: a soltura dos filhotes ao mar. De agosto a dezembro, os turistas que visitam essa zona mexicana podem observar – e até participar – da desova das tartaru­guinhas filhote na praia.

Foto por Divulgação/ Puerto Vallarta

Foto por Divulgação/ Puerto Vallarta

O hotel Marriott, localizado na região da marina, conta com um projeto de preservação da espécie, chamado Sea Turtle Rescue Program, que realiza a soltura de até 50 mil tartarugas por ano.

Gastronomia

Puerto Vallarta é um dos destinos mais conceitua­dos do país quando o assunto é gastronomia. Com cerca de 350 restaurantes, oferece bons serviços de alta gastronomia, assim como quitutes típicos servi­dos em bares e barracas de rua. É sabor para qual­quer tipo de bolso e paladar!

Foto por Eliria Buso

Foto por Eliria Buso

Para aproveitar todo esse cenário rico, inclusive, a cidade conta com diversos tours gastronômicos que passam pelos lugares mais icônicos.

E por fala em icônico, se tem um lugar ilustre na gastronomia local é o La Leche. Temático, o espaço chama a atenção desde sua moderna fachada. E lá dentro, a surpresa só aumenta.

Foto por Eliria Buso

Foto por Eliria Buso

Com decoração totalmente branca, a casa tem perso­nalidade forte, assim como seu chef e idealizador Na­cho Cadena. O restaurante tem um conceito moderno, atuando com menu diário e pratos contemporâneos.

No geral, Puerto Vallarta é um destino onde se pode abusar dos peixes e frutos do mar, além dos típicos tacos e nachos com guacamole.

Riviera Nayarit

Vizinha de Puerto Vallarta, a Riviera Nayarit é um conglomerado de pueblos que se espalham por cerca de 300 quilômetros de costa no estado de Nayarit. Badalado e tranquilo ao mesmo tempo, o destino já é bastante conhecido por quem planeja visitar o México, mas ainda não recebe o tanto de brasileiros que gostaria.

A Riviera é reduto de luxo, contando com diversos hotéis classificados em diamantes, de acordo com a AAA, por isso recebe principalmente casais e famílias que não dispensam o conforto extremo. Mas isso não significa que o lugar perdeu sua essência. Muito pelo contrário. Até os hotéis mais famosos se comprome­tem em preservar a cultura local.

Foto por Eliria Buso

Foto por Eliria Buso

Encravado entre a imponente Serra Madre Ociden­tal e as águas do Pacífico, o destino conta com belas paisagens de areias branquinhas, mar azul, peixes co­loridos e tudo que um verdadeiro paraíso tem direito.

Entre povoados e praias, o lugar encanta o turista com seu clima autêntico. Os principais pueblos são: Bucerías, com longa praia e ruas empedradas; Destile­ras, reduto de surfistas; Sayulita e seu ambiente jovem; e Flamingos, onde se encontram três belos lagos.

Em um lugar com uma extensão de litoral como essa, fica difícil escolher as melhores praias. Principal­mente quando as faixas de areia são semi-desertas e contam com um mar transparente. De Nuevo Vallarta a San Blás há praias para todos os tipos de visitantes. É impossível não encontrar uma que te agrade.

Foto por Eliria Buso

Foto por Eliria Buso

Entre as mais procuradas estão a de Punta Mita, exclusiva e com acesso por um luxuoso condomínio, a de San Pancho, mais rústica e democrática, e a de­serta La Lancha.

Se você já ouviu falar da Riviera Nayarit, muito pro­vavelmente foi por conta desse lugar. As Islas Ma­rietas abrigam a chamada Praia do Amor – ou Praia Escondida – que já circulou boa parte do mundo e encantou os viajantes com seu cenário único.

Foto por Divulgação/ Riviera Nayarit

Foto por Divulgação/ Riviera Nayarit

O Parque Nacional Ilhas Marietas está localizado a poucos quilômetros ao oeste de Punta Mita e é acessado por barcos em um roteiro de pouco mais de 15 minutos.

Chegando lá, os turistas se deparam com uma paisagem surpreendente e emblemática. A região lembra uma caverna gigante, com uma abertura no centro da rocha pelo qual entra luminosidade. Suas águas são cristalinas e formam uma enorme piscina natural nos mais belos e variados tons de azul e verde.

Foto por Divulgação/ Riviera Nayarit

Foto por Divulgação/ Riviera Nayarit

Hoje, para preservar o local, são permitidas apenas 116 pessoas por dia, com limite de 15 visitantes por vez e 30 minutos de permanência. O uso de colete salva-vidas é obrigatório. Todo esse protocolo per­mite aos viajantes vivenciar por completo este cená­rio inebriante.

Foto por Eliria Buso

Foto por Eliria Buso

Além da famosa praia, o passeio de barco dura cer­ca de duas horas e inclui visita a outras faixas de areia e snorkel nos arredores da ilha rochosa.

As ilhas ainda são de extrema importância para a re­produção, abrigo e trânsito de milhares de aves, além de também estar em uma região marítima repleta de corais, apresentando a maior diversidade de peixes de recife da costa de Nayarit.

O povoado de Sayulita é hoje um dos points mais famosos da região. Descolado, o bairro é cheio de estilo e vem atraindo o público jovem com suas ati­vidades e serviços.

Foto por Eliria Buso

Foto por Eliria Buso

Parada obrigatória dos surfistas, a região também oferece aulas e equipamentos de stand up paddle, mergulho e canoagem, além de lojas de souvenirs – não deixe de visitar o endereço especializado no Dia de Los Muertos -, restaurantes e bares de praia.

O clima hippie-chic lembra em muitos aspectos de charmosos destinos brasileiros, como Trancoso e Bú­zios, mas sempre com uma pitada de cultura mexicana.

Foto por Eliria Buso

Foto por Eliria Buso

De dezembro a março, o visitante não pode deixar de fazer um passeio de lancha para apreciar baleias de até 45 toneladas e golfinhos.

Hospedagem Five Diamonds

Foto por Eliria Buso

Foto por Eliria Buso

Não são estrelas que classificam os melhores hotéis de Riviera Nayarit, mas diamantes. O rigoroso sistema de avaliação de redes hoteleiras da América do Nor­te, estabelecido pela AAA (Associação Automobilista Americana), considera 27 quesitos. Em Nayarit, três hotéis atingiram a classificação máxima de cinco dia­mantes, o que significa oferecer “luxo, sofisticação e conforto de altíssimo nível com extraordinários atribu­tos físicos, serviço personalizado meticuloso e padrões de excelência impecáveis”, de acordo com a entidade.

Traduzindo: o hóspede pode ter praia particular ou piscina com bordas infinitas, amenidades das melho­res marcas do mundo, suítes de mil metros quadra­dos e mordomos que podem ser acessados pelo celu­lar nas 24 horas do dia.

Foto por Eliria Buso

Foto por Eliria Buso

A cultura local também é absorvida nos incríveis tratamentos oferecidos nos Spas da maioria da rede hoteleira. Algumas terapias, como a Temascal, que alivia dores agudas e crônicas, foram criadas pelos índios Huicholes, que formam uma das tribos mais intocadas da América, que ainda habita a região.

A colorida arte huichol

Foto por Eliria Buso

Foto por Eliria Buso

Os Estados de Nayarit e Jalisco, assim como Durango e Zacatecas contam com um dos povos indígenas pré-colonização espanhola mais preservado do México: os Huicholes. Habitantes da Serra Madre, o povo huichol hoje vive principalmente de sua arte.

Foto por Istock/ znm

Foto por Istock/ znm

Criando peças como bijuterias, roupas e objetos de decoração que representam deuses do sol e da chuva, os huicholes são conhecidos pela utilização de miçangas coloridas. Bastante populares entre os turistas, os produtos estão disponíveis em praças, lojas de souvenirs e até hotéis da região.

Como chegar

Não há voos diretos do Brasil para a re­gião de Puerto Vallarta e Riviera Nayarit, portanto, a maneira mais fácil de chegar até o destino é pela capital Cidade do Mé­xico. Latam, Avianca e Aeroméxico fazem o trecho de pouco menos de 10 horas. De lá até o aeroporto de Puerto Vallarta são cerca de 1h40 de voo. Para circu­lar na região, a dica é alugar um carro.

Onde ficar

PUERTO VALLARTA

Casa Velas

Marriott Puerto Vallarta

RIVIERA NAYARIT

St. Regis Punta Mita

W Hotel

Onde comer

A gastronomia é um ponto forte tanto de Puerto Vallarta, quanto de Riviera Nayarit. Com forte presença de peixes e frutos do mar, além dos típicos pratos mexicanos com acompanhamento de tortillas, o que não faltam são bons bares e restaurantes. Confira:

PUERTO VALLARTA

La Leche

Club de Playa Casa Velas

RIVIERA NAYARIT

Spice Market

Don Pedros

Tuna Blanca

Sea Breeze

Texto por: Eliria Buso. A jornalista viajou a convite de Puerto Vallarta e Riviera Nayarit e contou com a proteção do seguro-viagem Global Travel Assistance – GTA.

Foto destaque por Divulgação/Puerto Vallarta

Comentários