logo

Telefone: (11) 3024-9500

Programa Amigo cresce e investe em praticidade digital | Qual Viagem Logo

avianca-1024x709

Programa Amigo cresce e investe em praticidade digital

11 de outubro de 2018

Completando 11 anos, o Programa Amigo, da Avianca, comemora crescimento de participantes cadastrados e anuncia novidades. O programa de fidelidade já ultrapassou sua meta de cinco milhões de membros e espera, até dezembro de 2018, chegar aos seis milhões de inscritos.

Depois de um ano de importante crescimento, a aérea, que hoje conta com 25 trechos domésticos e quatro internacionais, vem investindo na qualidade da operação, tanto nos voos, oferecendo uma boa experiência a bordo, quando em seu programa de fidelidade.

Para isso, desde abril deste ano vêm sendo implantadas facilidades como a ampliação do resgate online para todas as companhias Star Alliance, que permite que o participante escolha seu voo, data e horário sem precisar falar com nenhum atendente; um novo site – totalmente pensado para o mobile; e perfis nas redes sociais, que além de levar conteúdo e promoções aos clientes, proporciona um retorno mais rápido dos mesmos, com novas demandas e feedback importante.

“Neste ano, todas as estratégias estão voltadas para reforçar a experiência dos clientes. Então a pessoa voa Avianca, é bem recebida, tem conforto, espaço entre as poltronas, entretenimento individual, serviço de bordo quente e gratuito, e ainda pontua no Programa Amigo. Isso cria um ciclo com muitos benefícios ao cliente”, afirma a diretora de Marketing e Negócios do Programa Amigo, Thais Grinberg.

Foto Divulgação

Foto Divulgação

Além dos trechos da companhia, os membros Amigo ganham pontos voando nas 27 companhias da Star Alliance – a maior coalisão aérea do mundo, comprando nos 30 parceiros online ou transferindo pontos dos principais bancos do Brasil.

Com os pontos acumulados, é possível escolher entre mais de 1300 destinos nacionais e internacionais em que a companhia atua.

Mercado aberto

Segundo Thais, o segmento de programas de fidelidade no mercado brasileiro é muito pequeno em relação ao internacional. “Nós identificamos uma oportunidade de mais de 80% de crescimento nesse mercado. Em média, uma pessoa participa de 14 programas desse tipo e nem percebe. Ela não vê esse valor.  Por isso, nós tentamos sempre reforçar a importância do cadastro em nosso programa e de todos os benefícios de troca que ele oferece. Estamos colocando promotoras Amigo, inicialmente nos aeroportos de Guarulhos e Congonhas, para acompanhar as filas de check-in e oferecer um cadastro que exige apenas o número de CPF”, explica.

A diretora ainda comenta que há espaço para todas as empresas crescerem. “75% das pessoas que participam de programas de fidelidade almejam trocar seus pontos por passagens aéreas, portanto, há uma demanda reprimida. Quem souber levar a melhor proposta de valor vai conseguir captar os clientes”, encerra Thais Grinberg.

Texto por: Eliria Buso

Foto destaque Divulgação

Comentários