logo

Telefone: (11) 3024-9500

Dicas para quem vai alugar carro nas férias | Qual Viagem Logo

153571311

Dicas para quem vai alugar carro nas férias

12 de maio de 2014

Para quem pretende por o pé na estrada nas férias e aproveitar para esticar ou fazer passeios de forma mais independente, optar pela locação de um carro seja no Nordeste brasileiro ou em qualquer região costeira do Mediterrâneo é uma boa sugestão.
Hoje o turismo já representa algo em torno de 45% dos alugueis de carro no país. Mas, como alugar um carro sem pagar caro por isso? Com organização e atenção, o turista pode conseguir preços bons e justos para aproveitar melhor sua viagem.

Alugue com antecedência
Uma das principais dicas é alugar com antecedência.
A máxima da oferta e da procura vale sempre, inclusive nas férias. Quem reserva antes poupa o bolso dos aumentos que sempre acontecem nas épocas de temporada, devido à grande demanda de clientes em busca de um carro.

Número de motoristas
Outro dado importante é que quanto mais motoristas opcionais, mais caro fica o aluguel. Quando a viagem é feita em família ou entre amigos, vale a pena conversar e tentar escolher um único motorista oficial para os passeios e assim poupar o aluguel da cobrança de taxas extras.
Também é importante ressaltar que entregar o carro em outro ponto, que não seja o de retirada, acaba encarecendo o aluguel, visto que o serviço de traslado é sempre embutido no preço final a ser pago. Atrasos no horário previsto para a entrega também acarretam valores extra. Convênios Antes de bater o martelo e fechar negócio, faça pesquisas e tente descobrir possíveis convênios das locadoras de automóveis com companhias aéreas, empresas de cartão de crédito e até mesmo hotéis.
Isso pode render ótimos descontos.

GPS
Outro detalhe importante é não sair de casa sem o GPS, caso você tenha. Isso porque estamos falando de dirigir em uma região, possivelmente, desconhecida, em que o aparelho facilita muito o deslocamento. As locadoras de carros costumam oferecer o equipamento aos clientes, porém cobram pela locação como um item extra.

Seguro
Também vale lembrar que, normalmente, estão embutidos no preço da locação, a taxa de seguro que garante assistência ao cliente diante de imprevistos como acidentes, furtos, roubos ou falhas mecânicas e elétricas no veículo. Você não pagará nada a mais pelo seguro, que é praticamente obrigatório, e também, por outro lado, não terá que arcar com despesas caso seja surpreendido por um dos problemas citados.

Pedágio
Já o pagamento de pedágios cabe a quem aluga, assim como a manutenção do tanque de combustível, que deve ser devolvido completo.

Preço
Quanto ao valor do aluguel, há uma larga margem de variação, porém o mínimo tem girado em torno de R$ 40/ dia no Brasil, para modelos mais populares. Também é importante lembrar que as locadoras costumam trabalhar com um cheque caução como garantia. O cheque precisa ser devolvido ao cliente ao final da transação.

Comentários