logo

Telefone: (11) 3024-9500

Porto de Galinhas: como é o passeio de jangada nas piscinas naturais | Qual Viagem Logo

piscinas-naturais-3-patricia-chemin

Porto de Galinhas: como é o passeio de jangada nas piscinas naturais

27 de setembro de 2019

Um dos principais destinos não só de Pernambuco, mas de todo o Nordeste, Porto de Galinhas ganhou fama pela beleza natural de suas praias – com destaque para as piscinas naturais formadas pelos corais. Os turistas que viajam até lá tem como parada obrigatória o passeio de jangada por essas maravilhas da natureza.

Foto por iStock / Ildo Frazao

Foto por iStock / Ildo Frazao

Logo ao por os pés na Praia de Porto de Galinhas, a mais central do destino, junto à vila, você já ficará deslumbrado com o visual. Um mar cristalino em variados tons de azul e uma faixa de areia fofa e clarinha. Os recifes ficam a poucos metros da orla e são facilmente avistados. Para completar o cenário, dezenas de jangadas pontuam o mar com suas velas coloridas.

Foto por Patrícia Chemin

Foto por Patrícia Chemin

Os passeios são organizados pela Associação dos Jangadeiros de Porto de Galinhas, que vende os ingressos em um quiosque na praça em frente à praia. Como as jangadas só saem na maré baixa (o que acontece geralmente na parte da manhã), cheque antes a tábua da maré para não perder o passeio. Quanto mais baixa a maré, melhor o visual.

Foto por Patrícia Chemin

Foto por Patrícia Chemin

Com o ticket em mãos, siga até um dos jangadeiros da associação que ficam no aguardo dos grupos perto da areia da praia. A bordo da jangada, leva menos de cinco minutos para chegar às piscinas naturais.

Foto por Patrícia Chemin

Foto por Patrícia Chemin

Depois, você caminha sobre os corais, que formam uma enorme área repleta de piscinas de todos os tamanhos. De ponta a ponta, o recife tem mais de 1 km de extensão, mas os turistas só podem caminhar sobre áreas previamente demarcadas, para causar o mínimo de impacto nos corais.

Foto por Patrícia Chemin

Foto por Patrícia Chemin

Use chinelos ou sapatilhas aquáticas para não machucar os pés. Nessa parte do passeio, o jangadeiro trabalha como guia e leva o grupo por um trecho longo até algumas das piscinas maiores, onde é permitido nadar.

Foto por Patrícia Chemin

Foto por Patrícia Chemin

A cada passo você é surpreendido pela natureza à sua volta. Pelo caminho, é possível ver de perto uma vida marinha abundante: peixes de várias cores e tamanhos, caranguejos, ouriços e até moreias. O final do passeio reserva a experiência inesquecível de nadar entre os peixes. A água é totalmente cristalina e quentinha, com temperaturas em torno dos 26°C.

Foto por iStock / Herivelto Junior

Foto por iStock / Herivelto Junior

Quem quiser pode levar seu próprio snorkel, e os jangadeiros costumam fornecer óculos de mergulho. O passeio de jangada dura cerca de 45 minutos no total. Acontece durante o ano todo, mas é de novembro a abril que as águas ficam ainda mais cristalinas.

Foto por Patrícia Chemin

Foto por Patrícia Chemin

Onde ficar

Para curtir esse e outros passeios em Porto de Galinhas, não faltam opções de hospedagem para todos os bolsos – de resorts de luxo a hostels. Já entre a praia das piscinas naturais e a Praia do Cupe, está concentrada a maior parte das pousadas em Porto de Galinhas.

Texto e foto destaque por: Patrícia Chemin

Comentários