logo

Telefone: (11) 3024-9500

Piraju, onde o rio Paranapanema ainda permanece vivo | Qual Viagem Logo

20190323_103711

Piraju, onde o rio Paranapanema ainda permanece vivo

30 de maio de 2019

A cidade de Piraju, distante 340 quilômetros de São Paulo, funciona como base para visitar a região de Angra Doce Paulista, que vem despontando como novo produto turístico do Estado. Estância Turística desde 2002, o município oferece bons restaurantes e serviços de hospedagem que fazem dali o lugar ideal para permanecer em um roteiro local. De ecoturismo aos esportes de aventura, o que não faltam são atrativos na pequena cidade de cerca de 30 mil habitantes.

Foto por Eliria Buso

Foto por Eliria Buso

Com um notável passado que se confunde, em muitos momentos, com grandes episódios da história do Brasil, Piraju passou por uma fase de grandes avanços, no começo do século 20. Graças a sua forte produção de café, pode desfrutar de importantes progressos como a chegada da energia elétrica – simultaneamente ao Rio de Janeiro –, dos bondes e da hidrelétrica.

E hoje, com 139 anos de história, a cidade vem investindo em seu potencial turístico para atrair cada vez mais visitantes e movimentar a economia.

Tendo o Rio Paranapanema – o menos poluído do Estado de São Paulo – como presença constante em sua paisagem, a cidade oferece boas opções de atividades que colocam o turista em contato com a natureza. São passeios de lancha, caiaque, canoagem, rafting, trilhas para cachoeiras, entre outros.

Foto por Eliria Buso

Foto por Eliria Buso

Para aproveitar todas as atrações que a cidade oferece, alguns lugares são imperdíveis:

Parque FECAPI

Foto por Eliria Buso

Foto por Eliria Buso

Oficialmente chamado de Parque de Exposições Prefeito Cláudio Dardes, o FECAPI abriga alguns dos atrativos mais importantes do município, como a pista natural de canoagem – considerada a melhor do Brasil na categoria slalom, e rendendo a Piraju o título de celeiro de craques nesta modalidade -, a Garganta do Diabo, o Salto Piraju, as prainhas do “Panema” e as corredeiras do rafting – feito nos últimos sete quilômetros do rio vivo.

Foto por Eliria Buso

Foto por Eliria Buso

Floresta Natural de Corredeiras

A Unidade de Conservação é um local de grande beleza natural, situado as margens do trecho natural do Rio Paranapanema. Muito frequentado para pesca esportiva, acampamento e passeios, pois possui quiosques com churrasqueiras e parque infantil.

Prainha

Bastante frequentada no verão, por moradores e turistas, a Prainha fica às margens do rio, a 16 km da cidade. O espaço conta com estrutura de banheiros e lanchonete.

Escada de Peixes

A escada de peixes, localizada na Represa Santa Cruz, no perímetro urbano da cidade, oferece um belo espetáculo visual. Isso porque, na época da piracema, é possível observar a subida dos peixes à jusante da represa.

Cachoeiras

Piraju conta com cachoeiras como a do Arco-Íris, do Castelo e do Cisne, que ficam em propriedades particulares, e também merecem uma visita.

No centrinho da cidade, vale a pena ainda fazer um passeio pelos entornos da Praça Ataliba Leonel, que abriga a Igreja Matriz de São Sebastião, além de uma fonte luminosa e alguns casarões históricos.

Foto por Eliria Buso

Foto por Eliria Buso

Turismo de aventura

Foto por José Carlos Garcia

Foto por José Carlos Garcia

Piraju também é destino de aventura. Além das atividades nas águas do Paranapanema, é possível elevar a adrenalina com a prática de rapel seco. A atividade é feita em uma pedra de mais de 70 metros e, além de toda a diversão, proporciona uma das belas vistas da região.

Birdwhatching

A cidade do peixe amarelo – significado de seu nome na língua indígena – também é a terra dos pássaros. E por isso, vem se destacando como destino para observação de aves. Atualmente são 364 espécies de aves catalogadas em Piraju, o que a coloca em 12º lugar entre os municípios paulistas no ranking do Wikiaves.

Foto por José Carlos Garcia

Foto por José Carlos Garcia

Entre as espécies que podem ser observadas em um passeio estão: cardeal-do-banhado, guaracavuçu, saracura-três-potes, azulão, águia-pescadora, entre outros.

Gastronomia

Em seus restaurantes à beira da represa, o que não falta na gastronomia de Piraju são bons pratos à base de peixe. Entre os destaques estão o peixe na telha e o filé de tilápia à parmegiana.

Foto por Eliria Buso

Foto por Eliria Buso

Entre os doces, a curiosidade típica é a torta Napoleão. Considerada patrimônio local, a iguaria é feita desde os anos 1950 e leva 14 camadas intercaladas de massa e creme cobertas com ganache de chocolate. Segundo a história, a torta foi inspirada nos petit fours e recebeu esse nome, pois contava-se que Napoleão Bonaparte comemorava suas vitórias com doces franceses.

Foto por Eliria Buso

Foto por Eliria Buso

Para provar a torta e outras delícias locais como geleias, biscoitos e bolos, a dica é visitar o Empório Monte Alto.

Como chegar

São cerca de quatro horas de viagem de carro de São Paulo a Piraju. O melhor percurso vai pela Rodovia Castelo Branco.

Onde comer

Pirabar

Oishi

Onde ficar

Hotel Farol do Lago

Hotel Beira Rio

Texto e foto destaque por: Eliria Buso. A jornalista visitou a região com o apoio dos departamentos de Turismo locais e do Angra Doce Paulista.

Comentários