logo

Telefone: (11) 3024-9500

Ouarzazate: na rota dos Kasbahs, do cinema e do Saara | Qual Viagem Logo

Ait Benhaddou fortress near Ouarzazate, Morocco

Ouarzazate: na rota dos Kasbahs, do cinema e do Saara

27 de setembro de 2016

Conhecida como a porta do deserto, a cidade de Ouarzazate, no Marrocos, está no cruzamento dos Vales do Ziz, do Drâa e do Dadés, sendo o maior e mais belo Ksar – vila fortificada com vários Kasbahs (fortalezas) – do país. As suas muralhas de argila, areia e palha (adobe) têm belos desenhos geométricos e protegem o souk e a medina de Ouarzazate, onde hoje ainda passam e param as caravanas berberes do Saara.

Clear day at Ait Benhaddou, Morocco

Foto por iStock / akisling

Taourirt, Amridil e Telouet são outros Kasbahs de sonho, mas o Kasbah de Aït Benhaddou é tão fascinante que é Patrimônio da Humanidade da UNESCO. Todo este vale é um exótico oásis, coberto de tamareiras, rosas, searas de trigo, resorts luxuosos, famosos estúdios de cinema e campos de golfe. Tudo com a montanha de neve do Alto Atlas que separa a cidade de Marrakech por 200 km.

O Marrocos é considerado pelos cineastas americanos como um dos dez melhores países para filmar no mundo. Foi o próprio Louis Lumiére que em 1897 colocou Marrocos como grande destino do cinema mundial. Ouarzazate, com suas paisagens, luz excepcional e localização no meio de vales, oásis, montanhas de neve e do Saara, tornou-se a Hollywood da África. Entre as produções gravadas em Ouarzazate estão “Lawrence da Arábia”, “Gladiador”, “A Múmia” e a série “Game of Thrones”.

sunset in africa old construction near the river blue

Foto por iStock / lkpro

A cerca de 20 km de Ouarzazate, no extremo do Vale do Dadés, há um pequeno mundo de milhões de sebes de rosas damascenas que cobrem todo o Vale de Kelâat M’gouna. Famosas marcas internacionais de cosméticos vão a esse destino todos os anos para escolher as melhores rosas para óleos e perfumes. Durante a colheita das rosas, nos primeiros dias de maio ao amanhecer, são colhidas de quatro a cinco mil toneladas de flores. Ao fim da colheita, acontece a Festa (Moussem) das Rosas, uma das mais belas do Marrocos. A próxima será realizada entre 07 e 10 de maio de 2017.

Ouarzazate desperta a emoção do Grande Sul do país. É o ponto de partida para as grandes rotas a caminho do Deserto do Saara, o qual está a apenas 200 km de distância. Por isso, ainda hoje a cidade recebe as milenares caravanas berberes que chegam do Oriente e do sul do Saara.

istock_102477235_small-ccat82

Foto por iStock / CCat82

Partindo de Ouarzazate, pela Rota do Grande Sul, a caminho do Vale das Rosas e da espetacular garganta do Todra (o Grand Canyon do Marrocos), logo se descobre o improvável oásis do Lago Flint, tão fresco e verde de palmeiras, cedros e lagos que parece uma miragem. Tinghir é outro belo oásis em socalcos e surge antes da chegada ao exótico Kasbah de Erfoud, onde está o maior oásis da África, com 800 mil palmeiras, onde você pode descansar em resorts exóticos antes de partir para as dunas do Deserto do Saara, em Merzouga.

Mais informações em: visitmorocco.com

Texto por: Agência com edição de Patrícia Chemin

Foto destaque por: iStock / John_Walker

Comentários