logo

Telefone: (11) 3024-9500

Ogasawara, o arquipélago mais paradisíaco do Japão | Qual Viagem Logo

Oogi-ike on the Ogasawara Islands Minamijima as World Natural Heritage Site

Ogasawara, o arquipélago mais paradisíaco do Japão

29 de março de 2018

Localizado ao sul de Tóquio, no oceano Pacífico, o arquipélago de ilhas de Ogasawara são um verdadeiro paraíso tropical. Conhecida também como Bonin, Ogasawara é formada por trinta ilhas vulcânicas. Apenas duas são habitadas, Haha-jima, a Ilha Mãe e Chichi-jima, a Ilha Pai.

Chichi-jima é a ilha principal e por onde passa a balsa que vem de Tóquio. É a sede da prefeitura municipal e é o local onde se tem mais acomodações. Haha-jima, um pouco menos desenvolvida, fica mais isolada e é ideal para aqueles que querem curtir as praias de um jeito bem mais tranquilo ou até mesmo sozinho.

Rodeadas de mar azul cristalino, rochas, corais e areia branquinha, as ilhas de Ogasawara são pacíficas e possuem um clima subtropical, de modo a ter temperaturas amenas praticamente o ano todo.

Foto via iStock/ tororo

Foto via iStock/ tororo

Além disso, as ilhas oferecem um leque de opções para que possam ser aproveitadas ao máximo. É possível nadar com os golfinhos, observar as baleias, os tubarões, as arraias, tartarugas e ver belíssimos recifes de corais.  Além de passeios de canoa e caiaque, snorkeling e mergulho, o visitante pode aproveitar as trilhas para fazer caminhadas e explorar a natureza local.

Passeios de canoa, caiaque e snorkeling são ótimos para serem praticados nas praias de Miyano-hama e Tsuri-hama, ao norte de Chichi-jima. Enquanto Miyano-hama é mais tranquila e cheia de corais, Tsuri-hama é uma praia rochosa e com corais mais a vista.

Foto via iStock/ arinoki

Foto via iStock/ arinoki

A área também é ideal para fazer mergulho. Fique atento e quem sabe você não escuta o canto das baleias?

Para quem quer ver os golfinhos, eles estão ao redor de Ogasawara durante todo o ano. O visitante pode vê-los de canoa ou caiaque, ou escolher a opção de nadar juntinho com eles.

Foto via iStock/ Orla

Foto via iStock/ Orla

Já para quem quer ver as baleias, existem duas temporadas para esse evento. Uma delas começa em dezembro e vai até o comecinho de maio, onde é possível ver as baleias jubarte, que possuem entre 13 e 16 metros e saltam bem alto. Um verdadeiro espetáculo! A outra tem início em junho e vai até novembro, e é a época das baleias cachalote – ou cacharréu – que é o maior animal com dentes do mundo e da espécie dos cetáceos.

Foto via iStock/ blake81

Foto via iStock/ blake81

As caminhadas floresta adentro proporcionam um encontro com a natureza e espécies de animais que só podem ser vistos em Ogasawara. A fauna e flora estão ao entorno da ilha toda e pode ser muito apreciada. Além disso, é possível encontrar ruínas de armas usadas na Segunda Guerra Mundial, já que Bonin foi usada como uma fortaleza naquela época.

Por ter sido colonizada pelos americanos, ingleses, havaianos e dinamarqueses, a ilha oferece ao visitante uma diversidade de lugares históricos pelas ilhas. São casas em todos os tipos de estilos.

Fique atento na hora de escolher sua acomodação, alguns hotéis não aceitam cartões de crédito. Além disso, a cobertura de telefonia celular fica apenas nas duas ilhas principais, Chichi-jima e Haha-jima, e o acesso de internet também. O ideal é curtir a natureza e se desconectar do mundo lá fora.

Texto por: Carolina Berlato

Imagem Destacada via iStock/ ShinichiroSaka

 

Comentários