logo

Telefone: (11) 3024-9500

O que fazer na Itália no Natal e no Réveillon | Qual Viagem Logo

Christmas market in Bolzano with lights and decorations in Walther Square

O que fazer na Itália no Natal e no Réveillon

16 de dezembro de 2019

Mercados de Natal, shows de luzes e tradições antigas: em toda a Itália há muitos eventos planejados para o período de Natal e de Ano Novo. Confira a seleção abaixo:

Natal na Itália

Os primeiros mercados tradicionais de Natal datam do século XIV na Alemanha e na Alsácia e, depois, se espalharam pelos Alpes, incluindo a Itália. Se o visitante quiser provar as versões mais autênticas, deve visitar os Mercados de Natal do Tirol do Sul: de novembro a janeiro, os mercados de Natal originais da região embelezam as ruas e praças de Bolzano, Merano, Bressanone, Brunico e Vipiteno. Facilmente acessíveis também de trem, esses são os locais ideais para mergulhar em uma atmosfera típica de Natal, feita de cores, perfumes e sabores que aquecem o coração de qualquer pessoa.

Foto por iStock / wmaster890

Foto por iStock / wmaster890

Não menos tradicionais são os mercados da arte da Natividade de Cristo em Nápoles, uma arte que remonta ao final dos anos 1700 e que permaneceu inalterada ao longo dos séculos. Do início de novembro a 06 de janeiro, as conhecidas oficinas de artesãos de presépio na Via San Gregorio Armeno – uma verdadeira instituição em Nápoles – expõem estatuetas para presépios tradicionais e também algumas peças mais excêntricas.

Além das lojas históricas de artesanato de San Gregorio Armeno, durante todo o período de Natal, o município de Nápoles organiza o “NATALEHANAPOLI”, um rico calendário de eventos com espetáculos de teatro, música e dança, visitas guiadas e muitos mercados de artesanato local e natalino em diferentes partes da cidade.

Foto por iStock / Marco_Bonfanti

Foto por iStock / Marco_Bonfanti

Em Milão, os mercados de Natal são realizados principalmente graças à “Fiera degli Oh Bej! Oh Bej”, os mercados tradicionais do Dia de Santo Ambrósio, santo padroeiro de Milão. Os mercados, que alguns acreditam que remontam ao ano de 1288, são realizados de 05 a 08 de dezembro em frente ao Castelo Sforza. O período de férias de Natal, para Milão, inclui um calendário repleto de eventos e, em particular, tradicionalmente dois eventos históricos são realizados na cidade: a noite de abertura do Scala na noite de 07 de dezembro e o show de Natal na catedral, gratuito e aberto a todos, na noite de 20 de dezembro.

Se o turista quiser aproveitar suas férias de Natal na Itália com um grande fator de deslumbramento, não pode perder Matera e sua peça evocativa da Natividade. Todo fim de semana em dezembro, uma representação sagrada e teatral da Natividade acontece no cenário incrível da Sassi di Matera , que também foi a capital da cultura da Itália em 2019 (o acesso ao evento – com duração de aproximadamente 90 minutos – deve ser reservado). Entre Sasso Barisano e Sasso Caveso, desenrola-se um itinerário comovente, rico em charme e espiritualidade, com atores que encenam diferentes cenas da vida cotidiana na Judéia de dois mil anos atrás.

Foto por iStock / ValerioMei

Foto por iStock / ValerioMei

O Natal também é particularmente especial em Gubbio, na Úmbria, onde todos os anos, na noite de 07 de dezembro, a histórica árvore de Natal, a maior do mundo, é acesa. Criada no sopé do Monte Igino e estendendo-se até as muralhas medievais da cidade, a árvore é iluminada por mais de 700 luzes multicoloridas, medindo 750 metros de comprimento e 130.000 m² de área. Mas o Natal em Gubbio não pára por aí. Na Piazza 40 Martiri são realizados os mercados de Natal característicos, enquanto o bairro medieval de San Martino abriga o presépio tradicional. Por último, mas não menos importante, há o trem em miniatura e a roda panorâmica a partir da qual os visitantes podem desfrutar de uma vista incomparável de Gubbio e sua árvore de Natal.

Ano Novo na Itália

As celebrações da véspera de Ano Novo na Itália animam as praças de norte a sul da Bota, com concertos, shows e fogos de artifício. Para assistir a um show verdadeiramente sensacional, o visitante pode passar o Ano Novo em Ferrara. Na noite de 31 de dezembro, dentro das muralhas da cidade, a cidade é animada por música, atividades para adultos e crianças e pela magnífica queima do Castelo de Estense, com espetaculares espetáculos de fogos de artifício, cascatas de luz e cor ao cair da meia-noite.

As luzes também são as estrelas do show na véspera de Ano Novo em Salerno, onde durante o período de férias de Natal (de meados de novembro de 2019 a janeiro) as ruas do centro são iluminadas pelas maravilhosas iluminações e instalações de arte com um tema floral, conhecido como Luci d’Artista.

Foto por iStock / e55evu

Foto por iStock / e55evu

Uma das comemorações mais características da véspera de Ano Novo é a que ocorre na Piazza Maggiore, a praça principal de Bolonha, onde é revivida a antiga tradição da “Fogueira do Velho”: um fantoche, representando o ano que acabou de terminar, é queimado em uma fogueira para deixar supersticiosamente para trás as coisas ruins do ano passado e desejar a si mesmo tudo de bom para a próxima. O Velho ou “Vecchione” é uma escultura gigante iluminada posicionada no meio da praça no final de dezembro e destinada a permanecer lá até a contagem regressiva para a meia-noite do dia 31. As celebrações na praça também continuam após a fogueira, espalhando-se pelas ruas próximas com música e apresentações de artistas de rua.

Para aqueles que desejam respirar o ar da montanha na véspera de Ano Novo na Itália, uma boa opção é Tarvisio, na província de Udine, onde podem assistir à 47ª edição do mais longo desfile de tochas dos Alpes: o tradicional desfile das tochas de Monte Lussari. O evento acontece no dia 1º de janeiro, ao pôr do sol, na área de Camporosso: 250 esquiadores descem a pista de esqui de Di Prampero vestindo trajes tradicionais (manto de lã tirolesa, suéter, meias e calças de lã, botas e chapéu cravejados) iluminados apenas pelas lanternas. Há também um mercado com barracas de produtos locais e um desfile à luz de tochas para as crianças às 16h30.

Por fim, se o turista é um entusiasta do jazz, sua passagem de ano só pode ser passada em Orvieto, onde ele pode assistir à 27ª edição do Umbria Jazz Winter. De 28 de dezembro a 1º de janeiro, dezenas de eventos dão vida ao centro histórico, com mais de 30 bandas e mais de 150 artistas internacionais. Há música ininterrupta do meio-dia até tarde da noite, para não mencionar jam sessions e eventos onde a música jazz encontra boa comida e vinho. Os destaques do evento são o concerto gospel após a missa de Ano Novo, a tarde na catedral e o jantar de véspera de Ano Novo com shows antes e depois da meia-noite.

Texto por: Agência com edição de Patrícia Chemin

Foto destaque por: iStock / fotograv

Comentários