logo

Telefone: (11) 3024-9500

Mountain Lodges of Peru tem roteiro de experiência até Machu Picchu | Qual Viagem Logo

Machu Picchu, a Peruvian Historical Sanctuary in 1981 and a UNESCO World Heritage Site in 1983. One of the New Seven Wonders of the World

Mountain Lodges of Peru tem roteiro de experiência até Machu Picchu

10 de abril de 2017

Com o sucesso dos já reconhecidos programas que partem de Cusco a Machu Picchu por meio de rotas alternativas e dez anos de atuação no mercado do turismo de experiência, o Mountain Lodges of Peru apresenta a aventura “The Grand Andean Experience to Machu Picchu (GAE)”. O novo roteiro oferece uma jornada de dez dias que combina imersão cultural junto às comunidades andinas. No programa estão caminhadas de maior exigência física na “Salkantay Trek to Machu Picchu”, sempre com o suporte de refúgios de luxo em meio a cenários dominados pela natureza.

O primeiro dia da GAE se baseia em visitas à região de Pisaq, que possui um rico mercado central, a partir de uma caminhada iniciada em meio às montanhas. No mesmo dia o viajante é levado à isolada comunidade de Viacha, onde é possível vivenciar e aprender técnicas artesanais de cultivo da batata, em atividade que culmina na tradicional “pachamanca”, uma refeição preparada sob pedras quentes. No final da tarde, os aventureiros são levados ao complexo arqueológico de Pisaq, um dos mais importantes do Vale Sagrado, em horário livre de multidões e sob os efeitos do pôr-do-sol. O dia termina com hospedagem no lodge de Lamay, a 2.958 m de altitude, em propriedade que se mescla com a paisagem local em harmonia surpreendente.

gae_2_divulgacao

Foto por Divulgação / Mountain Lodges of Peru

A viagem segue com passeios que levam o visitante a uma imersão ainda mais profunda no modo de vida das comunidades andinas, o que se dá, sobretudo, a partir de experiências nas vilas de tecelões nos arredores de Choquecancha. Ainda é possível optar por hiking no caminho para Huacahuasi, onde o grupo passa a noite. O lodge local se encontra a 3.835 m de altitude.

O terceiro dia do roteiro propõe escolhas diversas ao turista: pela manhã, todo grupo é instigado a vivenciar atividades cotidianas da comunidade de Hucahuasi. E, em seguida, a escolha fica entre caminhada em grandes altitudes em direção a mais antiga das cidades latino-americanas preservadas, Ollantaytambo, ou uma atividade “dois em um” a partir de caminhadas pelo vale de Lares rumo à comunidade de Totora, onde um veículo oferecido pelo Mountain Lodges of Peru leva os turistas para um almoço em meio ao Vale Sagrado. Antes da refeição, ainda há a opção de visitar o Museu Etnográfico no interior de Urubamba. Ao final da tarde, o viajante poderá explorar a cidade de Ollantaytambo ou fazer o passeio de bicicleta pelo vale. A hospedagem noturna acontece no lodge de Kuychi Rumi (2.830 m).

gae_4_divulgacao

Foto por Divulgação / Mountain Lodges of Peru

A manhã seguinte se inicia com breve passeio pelo templo de Ollantaytambo, que foi a sede do reino de Pachacútec e também abrigou uma árdua batalha contra os dominadores espanhóis. De lá, um veículo encaminha os turistas para o sítio arqueológico de Quillarumiyoc, onde ocorrem piquenique e caminhadas pelos arredores. Em seguida é realizada uma visita à vila de Mollepata, com rápida parada para um coffee break e visita à ONG Yanapana, mantida pelo Mountain Lodges of Peru. Na ocasião, tecelões eternizam técnicas antigas do ofício ao oferecerem seus produtos. No final da tarde, é possível escolher entre uma ida motorizada ao lodge de Salktantay ou uma leve caminhada iniciada em Challancancha rumo ao abrigo (3.869 m).

O quinto dia é um aquecimento para a maior aventura do roteiro “The Grand Andean Experience to Machu Picchu”. É neste momento que ocorre uma caminhada ao Lago Humantay, que é alimentado por glaciais. Com uma tarde reservada para lazer, o turista pode aproveitar toda a estrutura do lodge Salkantay entre momentos de relax em charmosas jacuzzis ou passeios no entorno do hotel. O dia de número 6, por sua vez, reserva grande dose de adrenalina ao promover uma passagem pelo Vale do Rio Blanco, chegando à face sul da montanha Salkantay, em altitude de 4.638 m. A vista é estonteante e permite apreciação do voo do condor andino, uma ave de beleza única e de rara aproximação com o ser humano. No final da tarde, os viajantes caminham em descida até o lodge de Wayra (3.906 m).

Salkantay Mountain Hike, Peru

Foto por iStock / Scott Biales

Após um café da manhã revigorante, que dá início ao sétimo dia do roteiro, os aventureiros seguem em descida rumo ao ambiente que abriga o ecossistema de floresta úmida, seguindo as margens do Rio Salkantay. À chegada ao lodge de Colpa (2.870 m), localizado sob platô na confluência de três rios, os viajantes são recebidos com a saborosa “pachamanca”, servida em combinação variada de carnes e vegetais. No período da tarde é possível relaxar em jacuzzis com vista panorâmica para exuberantes montanhas cobertas por vegetação típica.

A caminho de Machu Picchu, agora sob novas ambientações de menor altitude, um novo dia começa com caminhada pelo Vale do Rio Santa Teresa, uma área rural um pouco mais habitada e repleta de pomares de banana, maracujá e abacate. De lá também se pode visualizar ricas plantações de café, as quais fornecem grãos orgânicos da melhor qualidade. Após um piquenique um novo caminho é percorrido de carro até o começo da “Llactapata Inca Trail”. Depois, segue rumo ao lodge de Lucma (2.135 m), com parada em fazenda de café para exibição do processo de cultivo, colheita e preparação.

No dia de número nove da aventura, o viajante começa a sentir as vibrações do santuário de Machu Picchu, sobretudo a partir de uma visão distante, porém admirada por poucos, a partir da passagem de Llactapata, a sudoeste de um dos mais conhecidos cartões-postais do mundo. Com direito a uma parada para um almoço frente a vistas mágicas do templo, a caminhada prossegue em direção ao povoado de Águas Calientes, onde ocorre pernoite a 1.900 m.

O décimo e último dia é reservado para a tão esperada visita a Machu Picchu. Após um café da manhã ao nascer do sol, os aventureiros são encaminhados para a estação de ônibus rumo ao santuário. À chegada, o líder de equipe promoverá visita guiada de aproximadamente duas horas de duração, com outras duas horas livres para imersão local. O passeio termina com transporte para Águas Calientes, onde é servido o almoço, e volta à cidade de Ollantaytambo por trem, com uma última viagem para a cidade de Cusco. Lá, o turista é levado até o hotel de sua preferência.

The Grand Andean Experience to Machu Picchu

gae_5_divulgacao

Foto por Divulgação / Mountain Lodges of Peru

Valor: US$ 4.700,00

O que inclui: todos os serviços, desde o transporte iniciado em Cusco até a volta para o mesmo local, no décimo dia de viagem; nove noites de hospedagens (sete delas em lodges do MLP, uma noite no Vale Sagrado e uma noite em Águas Calientes em hotel quatro estrelas); todas as refeições (exceto café da manhã no primeiro dia e o jantar no décimo dia); transporte de pertences pessoais à caminhada; visita guiada a Machu Picchu (incluindo custo das entradas). Nos lodges, e durante todo o roteiro, os hóspedes têm direito, sem custos, a água filtrada e gaseificada, chás, cafés e sucos.

Mais informações em: mountainlodgesofperu.com

Texto por: Agência com edição de Patrícia Chemin

Foto destaque por: iStock / Siempreverde22

Comentários