logo

Telefone: (11) 3024-9500

Montevidéu: a cidade com uma livraria em cada esquina | Qual Viagem Logo

puro-versouruguay-natural-ministerio-de-turismo-serrana-diaz

Montevidéu: a cidade com uma livraria em cada esquina

16 de abril de 2019

Montevidéu é uma das cidades com maior número de livrarias per capita do mundo. Pode-se dizer que há mais de 60 livrarias ativas na cidade, um número bem alto levando em consideração que há um milhão e meio de habitantes em Montevidéu. Como uma comemoração do dia internacional do livro, estará na cidade até dia 21 de abril a maior livraria flutuante do planeta.

A “Logos Hope” é uma embarcação que contém uma biblioteca com mais de 5 mil livros diferentes a bordo. Pilotado pela GBA Ships – organização sem fins lucrativos com sede na Alemanha – opera embarcações que promovem programas de intercâmbio cultural, serviço comunitário e livrarias flutuantes. Programação perfeita já que Montevidéu tem uma livraria a cada esquina.

Foto por Ministerio de Turismo - Serrana Díaz / Divulgação

Foto por Ministerio de Turismo – Serrana Díaz / Divulgação

De bairro, livros raros, primeiras edições, especializadas, de antiguidade, de edifícios históricos, com cantos gastronômicas e artísticos, com grandes jardins onde tomar um café e mergulhar em uma boa leitura; a diversidade é a marca registrada das livrarias de Montevidéu, que se tornaram uma grande atração turística e admiradas por aqueles que descobrem a cidade e encontram esses tesouros.

No Uruguai, há uma forte tradição de leitura e escrita, e isso se reflete nos pontos de venda dedicados à atividade. Em 2017, o Uruguai foi o país da América Latina que publicou mais títulos por habitante, segundo o Centro Regional de Promoção de Livros da América Latina e Caribe da Unesco.

Foto por Ministerio de Turismo - Serrana Díaz / Divulgação

Foto por Ministerio de Turismo – Serrana Díaz / Divulgação

Com o intuito de tornar conhecida essa singularidade uruguaia, em 2017 foi criada a Noite das Livrarias, uma iniciativa conjunta do Centro Cultural da Espanha e do setor de livreiros que teve uma aceitação instantânea do público de Montevidéu.

É uma noite, fixada de comum acordo na segunda sexta-feira de novembro, em que as livrarias permanecem abertas simultaneamente até a meia-noite, oferecendo diferentes atividades para incentivar o público a consumir literatura com promoções especiais e ambientes acolhedores.

Foto por Ministerio de Turismo - Serrana Díaz / Divulgação

Foto por Ministerio de Turismo – Serrana Díaz / Divulgação

Em Escaramuza, uma livraria exclusiva localizada em Cordón, um dos bairros mais efervescentes em termos de propostas gastronômicas e encontros com perfil universitário, não cabia um alfinete na Noite das Livrarias. O diretor da livraria, Alejandro Lagazeta, atribui o sucesso de seu empreendimento iniciado em maio de 2016 ao seu compromisso de promover novas experiências culturais em torno dos livros.

“Acho que uma das principais características que as livrarias contemporâneas devem ter é a grande capacidade de propor atividades vinculantes com livros. Não importa quais sejam as dimensões, eles têm que ter capacidade de gerar toques, workshops e palestras; eles têm que ser capazes de dar novas experiências culturais”, diz ele.

Em Escaramuza, os livros misturam-se com um delicioso bolo de cenoura, uma xícara de chá e um toque de jazz, gerando um resultado memorável. Essas e outras experiências culturais em torno de livrarias em Montevidéu estão em cada esquina.

Mais informações em: turismo.gub.uylogoshope.org

Texto por: Agência com edição de Patrícia Chemin

Foto destaque por: Ministerio de Turismo – Serrana Díaz / Divulgação

Comentários