logo

Telefone: (11) 3024-9500

Meteora: centro monástico na Grécia | Qual Viagem Logo

Meteora monastery, Greece. UNESCO heritage list.

Meteora: centro monástico na Grécia

7 de novembro de 2017

Um dos maiores monumentos do mundo é protegido pela UNESCO e é também o mais importante centro monástico da Grécia. Há pouco mais de 600 anos, segundo a história, um monge da península do Monte Athos fundou no noroeste da Tessália um mosteiro. Desde então, o lugar passou a ser conhecido como “Meteoros”, que em grego significa “suspenso no ar”. Durante os séculos, foram edificados nesta região da Grécia mais de vinte mosteiros, dos quais seis sobrevivem habitados.

As pessoas que viviam na região escolhiam o alto da montanha como forma de isolamento, paz e procura de Deus. Já que a única maneira de chegar no alto era por escalada, o destino passou a ser o lugar perfeito para meditação. Hoje, a cidade possui um caminho para aqueles que preferem algo mais relax e rápido. Mesmo assim, a primeira opção ainda é muito utilizada e buscada por turistas e moradores – uma forma única de apreciar a paisagem singular.

Meteora monasteries, the Holy Monastery of Roussanou at foreground, Greece

Mosteiro de Roussanou. Foto por iStock / AlbertoLoyo

Alguns dos mosteiros possuem mais do que uma igreja, mas também abrigam comunidades de monges, museus, torres e ossuários. Entre os que sobraram, você pode visitar os mais interessantes, como Megalo Meteoron (Mosteiro da Transfiguração), Roussanou, Mosteiro de Vaarlam (que fica no topo da subida de quase duas centenas de degraus), Agios Nikolaos, Agios Stefanos e Agia Tríada.

Diferente dos mosteiros da península do Monte Athos, no norte do país, onde só é permitido a entrada de viajantes masculinos portadores de uma autorização, os mosteiros de Meteora podem ser visitados livremente por peregrinos e curiosos.

Para ir de Atenas a Meteora há três opções: carro, ônibus ou trem. A melhor opção é ir de trem, que sai da Estação Larissa para Kalampaka, a vila onde fica Meteora. Os bilhetes podem ser comprados direto na estação de trem ou online, com 25% de desconto no site Trainonse. Durante o percurso, tanto de ida quanto de volta e dependendo do horário, o trem fará uma rápida parada em Palaeorfarsalos. A viagem dura aproximadamente cinco horas e é bem tranquila.

Texto por: Caroline de Oliveira

Foto destaque por iStock / Ihor_Tailwind

Comentários