logo

Telefone: (11) 3024-9500

Meio cowboy, meio descolada, Austin merece uma visita | Qual Viagem Logo

Foto por IStock/ RoschetzkyIstockPhoto

Meio cowboy, meio descolada, Austin merece uma visita

7 de outubro de 2016

Cosmopolita e musical, Austin, a capital do Estado do Texas, é um destino repleto de charme e peculiaridades. Nas três últimas décadas, a pequena cidade universitária onde Willie Nelson criou seu estilo musical único cresceu e se tornou uma capital frenética, com festivais de renome internacional, atrações de primeira, um horizonte reluzente e 1,9 milhão de pessoas na área metropolitana.

Foto por IStock/ RoschetzkyIstockPhoto

Foto por IStock/ RoschetzkyIstockPhoto

Sendo uma de suas atrações mais famosas, não dá para perder a cena musical ao vivo de Austin. A maioria das cerca de 250 casas noturnas da cidade está nas áreas de entretenimento de Sixth Street e Red River ou no bairro Warehouse, a oeste do distrito comercial central. O mestre da cena musical country, The Broken Spoke, sobrevive como a maior espelunca original de Austin; o blues ao vivo no Antone’s; o Stubb’s é um lugar e tanto para bandas de rock/alternativas e também conta com um brunch gospel aos domingos; o público do Elysium pende mais para o gótico/industrial, enquanto o Headhunters e o Emo’s chegam com punk rock e hip-hop.

Além disso, mercados como o Central Market e o Whole Foods Market trazem periodicamente cantores/compositores e bandas completas. E não se esqueça de conferir a Waterloo Records, uma das últimas lojas de discos independentes que sobrou no país, super completa.

As atividades ao ar livre são importantes na cidade, com 206 parques, incluindo mais de 16.682 acres de terra. Destaque para o Jardim Botânico Zilker, onde há 10,5 hectares de vegetação e trilhas para passeio. Por lá, facilmente o turista encontra lugares para uma caminhada e trilhas de bicicleta. O destino também oferece oportunidades para canoagem, passeios de barco pelo Lady Bird, pesca e muito mais.

Para um passeio cultural, o Bullock Texas State History Museum é imperdível. O espaço tem três andares de exposições dinâmicas e o Texas Spirit Theater que, com efeitos especiais, conta com criatividade a história do Texas. Já as galerias do Blanton Museum of Art, gratuitas, estão localizadas no campus da Universidade do Texas, contam com arte latino-americana contemporânea, renascentista e ocidental.

Recentemente, a cidade ganhou outra atração para crianças e adultos. O NLand Surf Park é o primeiro parque de surfe norte americano e possui ondas para surfistas de todos os níveis: da mais alta, desafiando os experientes, passando pelas ondas abertas, ideais para os não-profissionais apaixonados pelo esporte, até ondas menores, para crianças e iniciantes. Além das ondas, o NLand conta com o Blue Prairie – restaurante de culinária regional – e com uma loja de equipamentos de surfe, onde é possível encontrar pranchas da Channel Islands, Lost e Stewart, além de uma variedade dos mais modernos acessórios para esse esporte.

Foto por Istock/ TracyH77

Foto por Istock/ TracyH77

Agora, se a ideia é conhecer de perto um pouco da excentricidade de Austin, a ponte Congress Avenue, bem no centro da cidade, é o lugar certo. Conhecido como lar de uma das maiores colônias urbanas de morcegos na América do Norte – estima-se que 1,5 milhões deles vivam por lá – diariamente no crepúsculo, de março a novembro, o espaço é tomado por morcegos que saem de seus esconderijos debaixo da ponte para procurar alimentos. Este evento tornou-se uma das atrações turísticas mais espetaculares e incomuns no Texas.

Como chegar

American Airlines, United e Delta tem voos saindo do Brasil até Austin com uma parada em Dallas, Houston e Altanta respectivamente.

Onde ficar

Homewood Suites by Hilton TechRidge Parmer @ I-35

Hotel Granduca Austin

Holiday Inn Austin Airport

Texto por: Eliria Buso com informações visiteosusa.com.br

Foto destaque por IStock/ RoschetzkyIstockPhoto

Comentários