logo

Telefone: (11) 3024-9500

Lübeck: a rainha histórica | Qual Viagem Logo

The Trave River in Lubeck - Germany, Schleswig-Holstein

Lübeck: a rainha histórica

5 de março de 2018

Considerada Patrimônio da Humanidade pela Unesco, e casa de três recebedores do Prêmio Nobel – um da Paz e dois de Literatura -, Lubeck tem muitos encantos para mostrar.

Situada no norte da Alemanha, a 235 km de Berlim, fica concentrada em uma ilha rodeada por canais e pelo mar Báltico. Foi considerada a rainha das cidades da Liga Hanseática, grupo que dominou a mercantilização do norte da Europa nos meados da Idade Média e do começo da Idade Moderna. O centro histórico de Lubeck possui mais monumentos culturais e centros históricos do que todo o resto do país.

O lugar já impressiona na porta de entrada, frente aos Portão de Holstein, uma grande construção gótica de tijolos vermelhos e torres pontiagudas, que marca a fronteira entre o Oeste do antigo centro da cidade hanseática. Burgtor também faz parte dos portões de proteção da cidade, vale a visita e boas fotos.

Foto por: iStock/ Johann Stubhan

Foto por: iStock/ Johann Stubhan

A cidade de 7 Torres

Não é difícil compreender o motivo de Lubeck ter esse apelido. Com tantas igrejas espalhadas pela cidadela, é possível acabar entrando na mesma mais de uma vez. As torres chegam a quase 120 metros de altura, e a Igreja de Santa Maria, é a terceira maior da Alemanha.

Além do estilo predominantemente gótico, outros detalhes são capazes de cativar os visitantes, como torres gigantescas e os elevadores dentro das igrejas, de onde é possível ter uma bela visão da cidade. Na de Santa Maria é possível ver os destroços de dois sinos que foram bombardeados durante a Segunda Guerra Mundial.

Também é possível apreciar as coleções de tesouros artísticos dentro das igrejas, como os Quatro Altares Laterais Medievais, criado em 1460, a Cruz Triunfal de Bernt Notke e Maria, também chamada de “Linda Madonna”.

Algumas das Igrejas possuem visitas guiadas e exposições, periódicas e duradouras.

Foto por: iStock / claudiodivizia

Foto por: iStock/ claudiodivizia

Um giro literário por Buddenbrookhaus

O museu literário oferece muito mais do que apenas uma visita a casa de um vencedor do prêmio Nobel. Com uma exposição fixa, é possível conhecer o mundo dos irmãos Thomas e Heinrich Mann e mergulhar no mundo dos Buddenbrooks. Com um arquivo rico, o museu dispõe de um grande acervo de cartas, primeiras edições das obras, fotos, e até mesmo o documento de concessão do Prêmio Nobel dado a Thomas Mann em 1929.

Dentro do museu, há uma lojinha de souvenires, onde você pode comprar as obras dos irmãos.

Vilas e Pesca tranquila

Gothmund é o lugar ideal para quem curte pesca e vilas. Situada próximo ao rio Trave, com casinhas feitas de palha e coloridas, a cidade é tranquila e transpira natureza. Perto dali, há o farol mais antigo da costa báltica alemã, o Travemünde, com 30 metros de altura. A vila tem casinhas históricas, e cerca de 2 km de praia, com 1,700 cadeiras para os banhistas aproveitarem.

Foto por: iStock /ralfgosch

Foto por: iStock/ralfgosch

No porto é possível ver muitos barcos e iates ancorados, e nos festivais de verão, a cidade lota para a corrida de barcos a vela, que conta com competidores de vários países.

Foto por: iStock / MissPassionPhotography

Foto por: iStock/ MissPassionPhotography

Museus e Centros Históricos

Considerada a Capital Medieval e Histórica da Alemanha, Lubeck tem museus e centros históricos a rodo. Um deles, fica meio escondido em uma rua estreita no antigo centro da cidade, o Theaterfigurenmuseum. Conta com uma das maiores exposições de fantoches e marionetes, figurinos, adereços, órgãos de barril e cenários.

O Gunter Grass – House é um fórum voltado para as artes visuais e literatura. Há uma visita ao longo da casa onde o artista que ganhou um prêmio Nobel de Literatura, viveu até sua morte no ano de 2015. A exposição destaca parte de suas obras e momentos memoráveis de sua vida. Há ainda, uma exposição separada para outros artistas, como Johann Wolfgang von Goethe, Hermann Hesse, Gottfried Keller, Arno Schmidt, Ernst Barlach, Janosch, Cornelia Funke e John Lennon.

Foto por: iStock/ bitbeerdealer

Foto por: iStock/ bitbeerdealer

O Marzipã de Lübeck

O doce é feito de forma simples, com amêndoas moídas, cozidas com claras de ovos e açúcar. Mas está entre um dos alimentos mais apreciados pelos alemães. É recomendado saborear em pequenas fatias, acompanhado de bebidas fortes.

Foto por: iStock/ hlphoto

Foto por: iStock/ hlphoto

Onde ficar

Hotel Excelcior

H Plus Hotel

Onde comer

Wullenwever

Schabbelhaus

Noki Nordic Kitchen

Texto por: Carolina Berlato

Imagem Destacada por: iStock/ Leonid Andronov

Comentários