logo

Telefone: (11) 3024-9500

Jordânia: 6 destinos e atrações para conhecer na joia do Oriente Médio | Qual Viagem Logo

Foto via iStock/ Leonid Andronov

Jordânia: 6 destinos e atrações para conhecer na joia do Oriente Médio

9 de abril de 2018

Localizada no coração do Oriente Médio, a Jordânia é um país pequenino geográficamente, porém gigante em história, cultura e atrações turísticas.

Mesmo estando ao redor de regiões que estão constantemente em conflito, a Jordânia é um país tranquilo e pacífico, além de ser muito aberto ao turismo, oferecendo um leque de opções para aqueles que desejam visitar sítios arqueológicos citados na Bíblia ou para quem quer aprofundar mais seu conhecimento sobre uma das civilizações mais antigas do mundo.

Petra

Foto via iStock/ Astalor

Foto via iStock/ Astalor

Principal ponto da Jordânia, a cidade de Petra é o cartão-postal do país. Considerada uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno, é conhecida como “cidade-rosa” devido a cor de suas pedras. Petra foi fundada por uma tribo nômade árabe de nabateus, que acabou se fixando por lá e construindo um enorme império comercial que chegava até a Síria. Para conhecer todo o local é preciso aproximadamente de 4 a 5 dias, para poder explorar com tranquilidade os caminhos que levam a Al Khazanez – O Tesouro-, o caminho de Siq, o Teatro Romano e a beleza dos cânions e esculturas gravadas em pedra.

Amã

Foto via iStock/ Leonid Andronov

Foto via iStock/ Leonid Andronov

Amã é a capital do país e uma cidade repleta de ruínas e sítios arqueológicos, além de ser incrivelmente desértica e arborizada ao mesmo tempo. Entre os pontos mais visitados estão: a Mesquita El-Mallek Abdullah, o Templo de Hércules, o Teatro Romano e o Museu Arqueológico da Jordânia.

Dana

Foto via iStock/ Socha

Foto via iStock/ Socha

Mesmo sendo uma região quase esquecida e abandonada, Dana, uma aldeia montanhosa, tem investido mais no turismo e uma de suas principais atrações é a Reserva Natural de Dana. O local possui a maior área de preservação socioambiental do Oriente Médio e é um verdadeiro oásis. Entre montanha e depressões até o nível mais baixo do mar, é possível praticar trekking, escaladas e atividades ao ar livre ou acampar em um dos lodges rústicos da região.

Wadi Rum

Foto via iStock/ liseykina

Foto via iStock/ liseykina

Com um clima árido, a Jordânia é na verdade um grande deserto. O mais famoso, no entanto, é o Wadi Rum. Situada no sul do país, a região é imensamente vermelha e silenciosa. Não deixe de ver o pôr do sol, e nem perca a oportunidade de contemplar o melhor céu estrelado do Oriente Médio.

Aqaba

Foto via iStock/ gorsh13

Foto via iStock/ gorsh13

Próxima de Wadi Rum, é o local ideal para se refrescar do calor do deserto. A cidade costeira possui o único porto do país e é um dos melhores lugares para a prática de snorkeling e mergulho. Tudo isso graças ao incrível Mar Vermelho, com águas cristalinas e fauna e flora diversificada.

Mar Morto

Foto via iStock/ vvvita

Foto via iStock/ vvvita

O ponto mais baixo do planeta é famoso entre as histórias bíblicas e, apesar do nome incomum, o Mar Morto não está morto e nem é um mar, na verdade é um lago de água extremamente salgada.

Devido à grande quantidade de sal concentrada ali, fica impossível nadar, mas é possível flutuar nas águas sem fazer esforço. Não mergulhe a cabeça, não deixe entrar água nos ouvidos e, quando sair, tome um banho de água doce para tirar os resquícios de sal da pele.

Perto do Mar Morto existem diversos spas e pontos de tratamento de beleza, e grande parte deles utilizam os recursos proporcionados pelo sal da lagoa para realizar esses procedimentos.

Texto por: Carolina Berlato

Imagem Destacada via iStock/Leonid Andronov

Comentários