logo

Telefone: (11) 3024-9500

Japão: lugares imperdíveis para os fãs de games, animes e mangás | Qual Viagem Logo

Tokyo, Japan - August 1, 2015: Crowds pass below colorful signs in Akihabara. The well known electronics district specializes in the sales of video games, anime, manga, and computer goods.

Japão: lugares imperdíveis para os fãs de games, animes e mangás

27 de maio de 2021

A cultura pop japonesa é uma importante vitrine para o Japão. Os mangás, animes e videogames japoneses são muito populares e conquistam fãs mundo afora e, no país, os amantes desses produtos, também chamados de otakus, representam uma identidade cultural nipônica única que vale ser explorada.

O universo geek japonês já tem tanta visibilidade que se transformou em atrativo turístico. Hoje, é possível viajar pelo país e explorar os locais em que as animações e os quadrinhos foram inspirados, os bairros dedicados à essa cultura e os eventos, parques e museus temáticos. A Organização Nacional do Turismo Japonês (JNTO) apresenta o Japão otaku e dá dicas de locais e atrações para vivenciar essa cultura.

Bairros otaku

Os bairros dedicados à cultura pop japonesa estão em diversas cidades. Nesses locais é possível encontrar lojas especializadas em animes e mangás, cafés temáticos e fliperamas, além dos cosplayers pelas ruas.

Foto por iStock / SeanPavonePhoto

Foto por iStock / SeanPavonePhoto

Akihabara, em Tóquio, é considerado o epicentro da cultura otaku. É um ponto turístico muito famoso, com uma infinidade de lojas dedicadas às animações, aos quadrinhos e ao cosplay. Há também comércio dedicado à tecnologia como computadores e videogames. A região está repleta de cafés temáticos, como o Gundam Cafe, que homenageia a famosa série de animes de robôs gigantes Mobile Suit Gundam. Já para quem curte jogos eletrônicos, vale uma visita à loja Super Potato, que tem três andares lotados de jogos retrô, consoles antigos e um fliperama com games dos anos 80 e 90.

Foto por iStock / coward_lion

Foto por iStock / coward_lion

Em Nagoia, os fãs da cultura pop japonesa se divertem em Osudenkigai, um amplo centro de compras com lojas de animes, mangás e games. O bairro é conhecido por ser o precursor dos cafés otakus e um ponto de encontro de cosplayers. Porém, o destaque desta região é a loja GAMERS Nagoya Shop, que vende tudo o que os aficionados por jogos eletrônicos procuram.

Em Osaka, a Nipponbashi Otaku Road tem incontáveis lojas, onde se destaca a GEE!Store Osaka, que além de vender uma grande variedade de produtos para os fãs de mangás e animes, é famosa pelas roupas especialmente produzidas para os cosplayers. O bairro também possui uma personagem desenvolvida especialmente para ele. A Neon foi criada pelo artista Ito-Noizi, ilustrador da série Haruhi Suzumiya, para estimular a revitalização da região.

Museus otaku

Para mergulhar na história da cultura pop japonesa e conhecer um pouco mais sobre os artistas e produtoras responsáveis pela arte dos animes e mangás, existem diversos museus temáticos pelo Japão.

Foto por iStock / coward_lion

Foto por iStock / coward_lion

O Museu Internacional de Mangá de Quioto é o primeiro do mundo dedicado a esta arte. O local é divertido e colorido e tem cerca de 300.000 mangás diferentes em suas prateleiras. Conta a história e o desenvolvimento desta literatura no Japão e expõe obras de arte originais de autores famosos. Além disso, é permitido folhear e ler os exemplares disponíveis ao público.

Foto por iStock / bee32

Foto por iStock / bee32

O Museu do Mangá Tezuka Osamu, na cidade de Takarazuka, na província de Hyogo, é dedicado à vida e à arte de Osamu Tezuka, um dos mais famosos artistas de mangá e animação do Japão, que também ficou conhecido como o Walt Disney japonês. Osamu criou obras de sucesso mundial, como Astro Boy, o gentil menino androide que passa por diversas aventuras no futuro. No museu é possível conhecer o mundo de imaginação do artista, suas obras e ver uma série de exibições diferentes.

Os fãs de Doraemon, famoso mangá que posteriormente foi transformado em anime, que conta a história de um gato robô que voltou dois séculos para ajudar um estudante desastrado, podem visitar o museu Museu Fujiko F Fujio, em Kanagawa, pertinho de Tóquio. O local conta a história da dupla de criadores Hiroshi Fujimoto e Moto Abiko, por meio dos esboços originais, ferramentas de trabalho e quadrinhos autênticos. Há uma biblioteca de mangás e, no espaço externo, os visitantes podem tirar fotos divertidas no universo de Doraemon.

Foto por iStock / mizoula

Foto por iStock / mizoula

Outro museu que não pode ficar de fora da lista é o Museu Ghibli, em Mitaka, a 40 minutos de Tóquio, que é dedicado ao famoso Studio Ghibli. O estúdio de anime é responsável por produções que encantaram o mundo, como Meu Amigo Totoro e A Viagem de Chihiro. A visita ao museu é uma imersão nos filmes. Cada sala é um pequeno país das maravilhas com recriações em tamanho natural dos muitos mundos de Ghibli.

Eventos otaku

O Japão sedia anualmente uma série de eventos direcionados aos fãs e à indústria otaku. O maior deles é o Comic Market, que acontece geralmente em agosto e dezembro, em Tóquio, reúne fãs de anime e mangá do Japão e visitantes do mundo todo. O evento abre espaço para o público vender seus trabalhos autorais. Há também o World Cosplay Summit, em que cosplayers de todo o mundo se juntam para escolher os melhores e acontece em julho ou em agosto, em Nagoia.

Locais famosos de anime que valem a visita

Muitas das famosas séries animadas do Japão se inspiram em cidades menos conhecidas, ambientes urbanos e paisagens rurais. É costume dos otakus fazer uma peregrinação por esses locais, e algumas cidades oferecem, inclusive, tour temático pelos destinos que ficaram conhecidos no mundo por meio das produções japonesas.

Foto por iStock / SeanPavonePhoto

Foto por iStock / SeanPavonePhoto

Tóquio é muito retratada nas animações. A Tokyo Tower, um dos principais cartões-postais da cidade, já apareceu em diversas delas, como Sailor Moon, que conta a história da guerreira mágica destinada a salvar a Terra das forças do mal. O distrito de Shibuya, com seu movimentado cruzamento, também é cenário recorrente e já apareceu em Chaos; Head, animação que conta a aventura de um jovem otaku que mora em um container e passa seus dias jogando e assistindo a animes.

A capital do Japão também aparece em diversas cenas do filme Your Name. Suas estações de trem, prédios e bairros são retratados no anime que conta a história de dois jovens que não se conhecem e desejam se mudar de cidade e acabam ficando misteriosamente conectados pelos seus sonhos. Um lugar muito visitado por conta da animação é a escadaria do santuário xintoísta Suga, que foi fielmente representada.

A província de Saitama também é um destino otaku. Os fãs de Lucky Star costumam visitar a região. O anime conta a trajetória de quatro garotas, estudantes do ensino médio com personalidades bem distintas. As personagens vivem em uma cidade inspirada em Kasukabe e a Estação Kasukabe e seu entorno aparecem bastante na produção, assim como o Santuário Washinomiya.

Já na cidade de Tokorozawa, está o Parque das Colinas Sayama, que recebeu o apelido de Floresta de Totoro por ter inspirado as cenas do famoso filme do Studio Ghibli, Meu Amigo Totoro. O filme conta a história de duas irmãs que se aventuram na floresta com espíritos amigáveis no Japão rural no pós-guerra. O local é propício para caminhadas e também é lar de uma estátua gigante de Totoro.

Foto por iStock / Sean Pavone

Foto por iStock / Sean Pavone

Ainda no universo dos filmes do Studio Ghibli, porém, em Matsuyama, na província de Ehime, está Dogo Onsen. O local é o spa mais antigo do Japão e serviu de inspiração para a icônica casa de banho “Aburaya” do filme vencedor do Oscar A Viagem de Chihiro.

Mais informações em: japan.travel

Texto por: Agência com edição de Patrícia Chemin

Foto destaque por: iStock / SeanPavonePhoto

Comentários