logo

Telefone: (11) 3024-9500

Ilha do Campeche implementa energia solar em Santa Catarina | Qual Viagem Logo

Foto por Caio Vilela/MTur

Ilha do Campeche implementa energia solar em Santa Catarina

29 de março de 2021

A Ilha do Campeche, que fica localizada em Florianópolis/SC e é conhecida popularmente como o Caribe brasileiro, agora conta com energia limpa e renovável. A Associação Couto de Magalhães de Preservação da Ilha do Campeche (ACOMPECHE), que auxilia na conservação do patrimônio histórico, cultural e ambiental do local, está utilizando painéis fotovoltaicos da Intelbras , indústria catarinense desenvolvedora de tecnologias; a solução foi instalada pela conterrânea Setta Sul – Soluções Sustentáveis. Com a nova fonte de energia, o uso do gerador a diesel foi praticamente extinto, sendo que a ação deixará de liberar anualmente 4,2 toneladas de gás carbônico na atmosfera.

A ACOMPECHE possuía um sistema fotovoltaico que abastecia parte da ilha desde 2006, mas o equipamento acabou ficando defasado com a evolução da tecnologia no setor. Sendo assim, a busca por uma solução que fosse capaz de atender toda a ilha de forma eficiente iniciou no final de 2019 e, enquanto isso, a geração de energia estava sendo realizada por um gerador a diesel. Após pesquisa de mercado por fornecedores, a associação decidiu pelas soluções em energia solar disponíveis no portifólio da Intelbras, empresa que investe em expansão sustentável através de soluções fotovoltaicas, contribuindo assim para a construção de um planeta mais limpo e sustentável.

Para Fabio Antônio Fernandes, responsável por cuidar diariamente da Associação, a melhora com a solução fotovoltaica é muito perceptível. “Para nós é um sonho se tornando realidade. Agora manteremos o abastecimento de toda a ilha com energia solar”, comenta ele que desde 2018 reside e cuida do local. “Além dos benefícios ambientais e de não termos mais o barulho do antigo gerador, vamos conseguir economizar, ter mais segurança e investir em equipamentos de manutenção para refinarmos ainda mais o lugar”, completa.

O uso de diesel, que era a principal fonte de energia antes da instalação dos novos painéis solares, foi consideravelmente reduzido, ele só é usado pontualmente quando há muitos dias seguidos de chuva e/ ou com pouca incidência de luz solar.

“O armazenamento de alimentos, a iluminação e a segurança do local eram prejudicados pois utilizávamos o gerador a diesel por apenas algumas horas por dia, sendo assim, a ilha ficava totalmente escura e sem energia durante a noite. Agora, graças aos painéis solares, temos iluminação 24 horas por dia, podemos conservar alimentos perecíveis e utilizar equipamentos eletrônicos”, conta Fábio. “Essa solução se soma às inúmeras práticas ecologicamente corretas da ACOMPECHE, como um depósito de óleo vegetal, pilhas e a separação correta do lixo, sendo mais um ponto sustentável em nossas atividades”, analisa.

Além do benefício ambiental, a solução solar trouxe economia financeira, já que o custo mensal do sistema de energia é menor do que o valor gasto anteriormente com o gerador a diesel. Com o valor economizado, a ACOMPECHE está realizando melhorias internas e adquirindo equipamentos que auxiliam no trabalho de manutenção e conservação da infraestrutura.

“Esse local paradisíaco é mais do que um ponto turístico para mim, é onde eu vivo todos os dias, é o meu lar e cuido dele como tal. Ver a preocupação de grandes empresas como a Intelbras com o desenvolvimento sustentável de espaços como esse é estimulante”, comenta Fernandes.

A Ilha do Campeche foi tombada como Patrimônio Arqueológico Nacional nos anos 2000 e possui registros de ocupação de tribos primitivas que viveram há mais de 5 mil anos no território paradisíaco. Desde 1940 a ACOMPECHE, auxilia na conservação do patrimônio histórico, cultural e ambiental do local, que também serve como ponto de apoio para turistas e pesquisadores que desembarcam na região.

Texto por: Agência com edição Eliria Buso

Foto por Caio Vilela/MTur

Comentários