logo

Telefone: (11) 3024-9500

Floresta dos Macacos - Balí - Indonésia | Qual Viagem Logo

IMG_1498

Floresta dos Macacos – Balí – Indonésia

5 de setembro de 2016

 

 

 

Por Lívia Soares (www.peaceoutblog.com)

IMG_1495Nome

Sacred Monkey Forest Sanctuary  (Sacred Monkey Forest Sanctuary)

Que traduzido fica o Santuário Sagrado da Floresta dos Macacos, que fica localizado em uma área de floresta nativa devidamente preservada.

Ou mais conhecido como Monkey Florest (Floresta dos Macacos) = )

IMG_1496

Localização

Cidade: Ubud

Endereço: Jalan Monkey Forest – Padangtegal – Ubud – Gianyar- Bali (80571)

 

Sobre a Floresta de Macacos

Mesmo que você não fique hospedado em Ubud, ainda assim é bem fácil de chegar à Floresta. A ilha de Bali oferece serviços de táxis bem baratos e de boa qualidade. Mas, não se esqueça, é preciso negociar o preço antes de fechar a corrida. A negociação de preços faz parte da cultura local. Não aceite o primeiro valor dado a você, porque ele não é o valor real.

A Floresta dos Macacos de Ubud é uma área destinada ao culto hindu balinês e todos os aspectos do local possuem um significado sagrado, como as árvores, os templos e até mesmo os macacos.

Observe os mais de 600 macacos que vivem em quatro grupos, no local. No hinduísmo balinês, que incorpora elementos do animismo, budismo e cultos ancestrais, os macacos são considerados tão sagrados quanto os templos. Geralmente, esses animais costumam ser bastante atrevidos. Por isso, não os alimente (a não ser com as bananas que podem ser compradas na entrada do parque) e guarde tudo o que eles puderem pegar.

O local abre diariamente. A taxa de entrada contribui para a manutenção do local. Além disso, é possível fazer doações na entrada principal. Se estiver hospedado em Ubud, você poderá chegar facilmente ao local a pé. Há estacionamento gratuito disponível para veículos e moto.

Há mata atlântica nativa, muito verde, fechada e com caminhos pavimentados para pedestres, que devem ser rigorosamente respeitados (logo no início é avisado para que as pessoas não invadam as áreas dos macacos, que podem se tornar agressivos caso isto aconteça).

Nos distraímos com o tempo, teríamos ficado mais se pudéssemos. Eles são brincalhões, se coçam, limpam as unhas, catam piolho, dormem sentados com a cabeça cambaleando, caminham por cima da gente se deixarmos.

IMG_1500

Por dentro da Floresta dos Macacos

IMG_1497

Em contato com os Macacos

 

IMG_1498

Por dentro da Floresta dos Macacos

 

IMG_1499

Por dentro da Floresta dos Macacos

 

IMG_1502

Por dentro da Floresta dos Macacos

IMG_1503

Por dentro da Floresta dos Macacos

 

Um pouco sobre nossas sensações

Eu nunca tinha tido um contato tão próximo com macaquinhos assim. Confesso que deu um pouco de medo, mas também foi muito emocionante e divertido.

Acredita-se que os macacos protegem o templo contra os maus espíritos. Ao ingressar em Balí você tem que se deixar levar por essa onda de energia.

Outro ponto é que os macacos não chegam perto só de pessoas que estão com bananas. Eles pegam tudo que esteja “dando sopa”, ou seja, maquinas fotográficas, óculos de sol e bolsas abertas. Por isso tomem cuidado. Mas mesmo isso faz com que o passeio se torne divertido para quem sabe levar os momentos de forma “Peace&Love”.

Portanto é um passeio que vale muito a pena, uma experiência diferenciada e que não pode ir para Balí e não conhecer.

IMG_1504

Por dentro da Floresta dos Macacos

Espero que tenham gostado = )

 

 

Comentários