logo

Telefone: (11) 3024-9500

FIT Pantanal 2017 recebe grande público e gera negócios | Qual Viagem Logo

1-destaque

FIT Pantanal 2017 recebe grande público e gera negócios

24 de abril de 2017

A Feira Internacional de Turismo – FIT Pantanal 2017, realizada nos dias 20 a 23 de abril, recebeu mais de 50 mil pessoas no Centro de Eventos do Pantanal, em Cuiabá (MT). O evento, que retornou em 2016 após oito anos sem ser realizado, teve como tema “Sustentabilidade para o Desenvolvimento do Turismo”, ganhou um novo formato e foco na realização de negócios. Pacotes turísticos e viagens para os principais atrativos do Estado puderam ser adquiridos por até 50% de desconto.

1a

5aA programação da FIT incluiu palestras, painéis temáticos, fóruns, reuniões e rodadas de negócios, além de exposição com a participação dos municípios com potencial turístico, que apresentaram as belezas naturais de todas as regiões mato-grossenses. Também foram realizados festivais de artesanatos e gastronomia. No Festival Gastronômico, chefs apresentaram pratos típicos preparados com iguarias do Mato Grosso e produtos fabricados na região. Já o Festival de Artesanato ofereceu uma variedade de peças de diversas regiões do Estado. Na área externa um grande palco recebeu apresentações musicais e culturais todas as noites. Passaram por lá os grupos de dança Flor Ribeirinha, Mascarados de Poconé, Congo de Vila Bela, Rasqueado Cuiabano entre outros.

3O Malai Manso, primeiro resort do Estado, participou da exposição com uma promoção onde os visitantes puderam concorrer a uma diária com acompanhante no resort. Inaugurado em agosto de 2016, o empreendimento está localizado à beira do Lago do Manso, na Chapada dos Guimarães.

Investimento no turismo de Mato Grosso

O governador de Mato Grosso, Pedro Taques participou da abertura oficial da FIT Pantanal 2017. Durante a solenidade, o governador relembrou o processo de retomada da feira e destacou a necessidade de continuar investindo no turismo. “Esta feira estava parada há 8 anos. Na nossa administração a resgatamos com rodadas de negócios, discussões sobre a melhoria do turismo e sustentabilidade. Investir no turismo é gerar emprego, renda e progresso para o nosso Estado. O cidadão de Mato Grosso, do Brasil e do mundo precisa conhecer nossos potenciais turísticos de Curvelândia, Conquista do Oeste, Nobres, Tangará, Jaciara, por exemplo”, afirmou Taques.

1ab

Para o secretário adjunto de Turismo, Luís Carlos Nigro, o turismo do Estado vive um novo momento. “Conseguimos reverter e mudar a história do nosso Estado em relação ao turismo, de forma que este seja considerado um dos pilares da economia, geração de emprego e fortalecimento dos pontos turísticos”, comentou.

1bO apresentador Richard Rasmussem, convidado para ministrar a palestra “Superando seus limites”, ressaltou a importância do trabalho de valorização da população ribeirinha e pantaneira. “O turismo distribui renda e dá orgulho para esse povo todo. Essas pessoas passam a ser valorizadas não só economicamente, mas como seres humanos, por seu jeito de ser, pelo diferente e isso é muito bom, pois, além de conseguir manter as onças, as capivaras e as nossas florestas em pé, a gente valoriza as pessoas que vivem nesse ambiente e que têm orgulho de ser quem são”, disse.

Também participaram da solenidade representantes do Ministério do Turismo, deputados, secretários estaduais, empresários, parceiros e público em geral.

4A FIT Pantanal foi promovida pelo Governo do Estado de Mato Grosso e o Sindicato das Empresas de Turismo (Sindetur) e conta com a parceria da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Mato Grosso (ABIH-MT) e a Associação Brasileira de Agências de Viagens de Mato Grosso (ABAV-MT). Teve também o apoio da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso (Fecomércio-MT), Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de MT (Sebrae), Centro de Pesquisa do Pantanal (CPP) e Serviço de Aprendizagem Comercial de Mato Grosso (Senac-MT).

QUAL VIAGEM participou do evento a convite da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso/Secretaria Adjunta de Turismo.

Texto e fotos: Roberto Maia

Comentários