logo

Telefone: (11) 3024-9500

Falésias, enseadas, lagoas e manguezais enriquecem a paisagem de Anchieta, no Espirito Santo | Qual Viagem Logo

Foto por Fernando Madeira/MTur

Falésias, enseadas, lagoas e manguezais enriquecem a paisagem de Anchieta, no Espirito Santo

5 de julho de 2019

Localizada a pouco mais de 80 quilômetros de Vitória, ao Sul do Estado, Anchieta é uma cidade que une história, religião e belezas naturais. Fundado pelo padre jesuíta que lhe rendeu o nome, o município é constante ponto de peregrinação graças ao roteiro Passos de Anchieta, que sai da capital. A trilha termina no Santuário de Anchieta, lugar onde o padre viveu boa parte de sua vida e produziu algumas de suas principais obras literárias.

Foto por Marcelo Moryan/MTur

Foto por Marcelo Moryan/MTur

O espaço forma, na verdade, um complexo construído no século 16 e tombado pelo IPHAN, que integra a Igreja Nossa Senhora de Assunção, o Museu Anchieta, que abriga um acervo de moveis e objetos histórico-religiosos e a Cela, um pequeno quarto do jesuíta que abriga até hoje, como relíquia, um pedaço da tíbia do santo.

Foto por Vitor Jubini/MTur

Foto por Vitor Jubini/MTur

Mas nem só de religião a cidade vive. Seus quase 30 quilômetros de orla, formados por praias badaladas e algumas mais tranquilas, chamam a atenção de seus visitantes. A cidade conta com três balneários principais, Iriri, Castelhanos e Ubú que compõem a região mais visitada de seu litoral. No primeiro, o destaque vão para as praias de Santa Helena, Namorados, Areia Preta e Costa Azul, além da Lagoa da Conceição. É em Iriri, também, que está a principal estrutura de hotéis e restaurantes da cidade. Vale a pena provar a típica e deliciosa moqueca capixaba.

Foto por Marcelo Moryan/MTur

Foto por Marcelo Moryan/MTur

Já Castelhanos é a praia mais famosa e já foi listada entre as melhores do país. Ali se concentra o agito de Anchieta, com quiosques e guarda-sois espalhados pela faixa de areia. Mas o lugar também chama a atenção por sua beleza, com recifes formando piscinas naturais de água quente durante a maré baixa. A praia é propicia ainda para a prática de esportes náuticos como vela e surfe.

Foto por Marcelo Moryan/MTur

Foto por Marcelo Moryan/MTur

Ubú, por fim, conta com águas calmas e claras, perfeitas para curtir um dia de relax à beira-mar com a família.

Ainda entre as praias de Anchieta, há uma que se destaca pela presença de tartarugas. É  a Guanabara, que sedia o projeto IPCMar, garantindo a preservação das espécies e a desova natural.

Além-praias, a cidade capixaba conta com a Lagoa Maimbá, segunda maior de água doce do Estado, e que oferece belos passeios de caiaque. Vale a pena aproveitar a paisagem nos arredores!

E por falar em passeios, é por meio de um roteiro de barco que se chega até outro atrativo imperdível dessa região: as Ruínas de Salinas. A rota de barco pelo rio Benevente e pelo manguezal dá acesso ao local que abriga formas imponentes e construções de alvenaria de pedra, concha e óleo de baleia. Há certo mistério sobre seu passado, porém, mesmo em ruínas, o lugar chama a atenção com suas 32 colunas que foram tombadas  como Monumento de Valor Histórico e Cultural.

Foto por reprodução anchieta.es.gov.br

Foto por reprodução anchieta.es.gov.br

Encerrando um roteiro por essa charmosa cidade do Espírito Santo, vale a pena conhecer o Circuito Turístico do Imigrante, que conta com fabricas de massas, pães, embutidos e cachaças, além de pequenas pousadas e atrativos naturais como cachoeiras e mirante.

 

Onde ficar

Hotel Pontal De Ubu

Swiss Hotel Mini Resort International

Texto por: Eliria Buso

Foto destaque por Fernando Madeira/MTur

Comentários