logo

Telefone: (11) 3024-9500

Expedição fotográfica pela impressionante Islândia | Qual Viagem Logo

Iceland

Expedição fotográfica pela impressionante Islândia

9 de junho de 2016

Vulcões, geleiras, mar, cavalos selvagens, aurora boreal, tudo em um só lugar. Assim é a Islândia, segunda maior ilha europeia e destino escolhido pela OneLapse Expedições Fotográficas para os entusiastas da fotografia, de iniciantes a profissionais, aprimorarem o olhar e técnicas em meio a paisagens únicas. A viagem acontece de 2 a 11 de novembro, na companhia de Cristiano Xavier, fotógrafo e sócio da empresa.

Reykjavik, Iceland's Capital City

Foto por iStock / SuppalakKlabdee

Formada por diversas ilhas (uma maior e várias pequenas), consequência da constante atividade vulcânica na região, a Islândia reúne uma história rica e uma natureza diferenciada. São mais de 170 piscinas geotérmicas, geleiras e lagos, com destaque para a cascata de Gulfoss e o Parque Nacional Þingvellir (Thingvellir), que estão entre as principais atrações. O passado viking influencia até hoje a atmosfera da capital Reykjavík, com uma vida social e noturna bem agitada.

A expedição começa na capital Reykjavík, que reúne cerca de dois terços da população da ilha. Consequentemente, as demais regiões são pouco exploradas e quase inabitadas, ideal para roteiros turísticos exclusivos. Por ser um ecossistema frágil e ter a natureza praticamente intacta, o governo e a população se preocupam bastante com a preservação do meio ambiente. É nesse clima amistoso e pacato que os turistas são recebidos.

The distinctive breed of Icelandic horses on a sunny winter day.

Foto por iStock / tailiwei

A próxima parada é a região de Snaelfellsnes, cuja principal atração é o Glaciar de Snæfellsjokull, uma gigantesca camada de gelo em cima de um vulcão que se situa nas margens de uma península. Arnarstapi também está no roteiro, região costeira com formações rochosas singulares. Por ser uma ilha, o litoral está sempre visível e na costa sul é possível ver o nascer e o pôr do sol vindos do oceano.

Ainda na enseada, outra parada será na pitoresca Djúpalónssandur, que também conta com formações rochosas, resultados de acidentes geológicos violentos, incluindo os montes Lóndrangar, dois antigos núcleos vulcânicos expostos à vista no Oceano Atlântico. Seguindo em direção ao norte da Península de Snæfellsnes, a expedição passa por vilarejos de pescadores em Ólafsvík, Grundarfjörður e Stykkishólmur, este último com uma igreja de mesmo nome com arquitetura futurista, que pode ser vista tanto da terra quanto do mar. Nestas regiões também é possível fotografar os tradicionais cavalos selvagens da Islândia.

Geyser Strokkur against sun burst and blue summer sky, erupting hot water and steam in Iceland. Strokkur is a fountain geyser in the geothermal area beside the Hvita River in Iceland in the southwest part of the country, east of Reykjav?k.

Foto por iStock / Cn0ra

O sul da ilha conta com planícies imensas formadas por rios glaciares, as escarpadas falésias de Dyrhólaey, as espetaculares cachoeiras de Seljalandsfoss e Skógafoss e os vulcões ativos Hekla e Eyjafjallajökull. Em Vík encontra-se a maior calota de gelo fora dos polos e maior glaciar europeu, com aproximadamente 200 km de extensão. Na região, o grupo vai visitar o Parque Nacional Skaftafell (fica situado entre duas geleiras), a lagoa glacial de Jökulsárlón, o Glaciar Breiðamerkurjökull e o Parque Nacional Vatnajökull.

Outro espetáculo da natureza presente na Islândia é a aurora boreal. Höfn é uma região excelente para observação, assim se o clima estiver favorável, será  possível assistir ao show de luzes verdes e vermelhas girando no céu estrelado. Ainda na região de Höfn, há o Glaciar Fláajökull, área com grande quantidade de espécies de pássaros e boas condições para testemunhar a constante mudança da geleira, que desempenha um papel central na formação da paisagem local, já que no século passado o Glaciar Fláajökull recuou mais de dois quilômetros.

Northern lights over truck

Foto por iStock / surangaw

A última parada combina maravilhas naturais e históricas, percorrendo os pontos turísticos mais icônicos da Islândia, no Golden Circle. A maravilhosa cachoeira Gullfoss (“Cachoeira Dourada” em islandês), os gêiseres em atividade expelindo vapores d’água, o Parque Nacional de Þingvellir (Thingvellir), local onde foi fundado o parlamento viking na ilha, com mais de mil anos de história, serão alguns dos lugares visitados.

Devido ao sucesso das inscrições, o grupo de 24 de outubro a 2 de novembro já tem as vagas esgotadas, mas a saída extra, de 2 a 11 de novembro, está com as inscrições abertas.

Mais informações em: onelapse.com.br

Texto por: Agência com edição de Patrícia Chemin

Foto destaque por: iStock / TomasSereda

Comentários