logo

Telefone: (11) 3024-9500

Dicas para viajar de carro com os seus pets | Qual Viagem Logo

Domestic dog sitting in the car trunk

Dicas para viajar de carro com os seus pets

4 de dezembro de 2020

Ao longo de 2020, uma das mudanças no comportamento das pessoas está relacionada tanto com a frequência como a maneira que escolhem para se locomover. Certamente, em meio aos riscos decorrentes da pandemia do novo coronavírus, muitas viagens passaram a ser realizadas de carro. Essa postura é reflexo de que a maioria preza pelo sentimento de segurança e proteção de seus familiares.

Diante deste cenário, é comum que os pais e mães de pets optem por levá-los em viagens e passeios de carro. Sem dúvida, é uma das maneiras que encontramos de aproveitar todo o tempo com eles, pois muitos são tratados como membros da família e merecem todo o carinho.

A médica veterinária Thaís Matos, que atua na área de Confiança e Segurança da DogHero, maior empresa de serviços para pets da América Latina, explica que ao levar seu pet em um automóvel é importante estar atento a vários detalhes: “a segurança de todos é o ponto em questão. O bem-estar do animalzinho também deve ser levado em conta. É preciso garantir que o seu pet tenha os devidos cuidados durante uma viagem de carro”.

Confira algumas dicas da especialista para viajar com seu pet de carro:

Use o cinto de segurança

Foto por iStock / Eva Blanco

Foto por iStock / Eva Blanco

Sim, essa regra também se aplica aos pets. Nada de deixar seu bichinho solto durante a viagem, mesmo que ele seja super obediente, porque pode ser perigoso, tirar a atenção de quem dirige e o condutor pode ainda ser multado. Portanto, use o cinto de segurança desenvolvido especialmente para os cães. O equipamento funciona como um extensor, pois é fixado no fecho do cinto do carro e ao peitoral do seu animal de estimação.

Para os gatos, as caixas transportadoras promovem conforto e segurança e também precisam ficar presas ao cinto de segurança. Uma dica para que o felino se sinta confortável com o “novo lar” é adquirir a caixa transportadora para gatos um pouco antes da viagem e colocar o cobertor e os brinquedos dele dentro – com isso ele sente que a caixa transportadora é um local seguro e agradável, dessa maneira evita-se qualquer agressividade ou outra reação do seu animalzinho.

Sempre no banco de trás

Foto por iStock / AndreyPopov

Foto por iStock / AndreyPopov

No banco traseiro do carro seu animal de estimação estará muito mais seguro. Outra coisa que vai deixar o cãozinho mais tranquilo e confortável durante o trajeto é colocar a caminha dele no banco do carro.

Temperatura nem quente nem fria

Muito cuidado, pois seu pet pode ficar incomodado e espirrando se a temperatura no interior do veículo estiver muito fria. Portanto, ao viajar de carro, esse item precisa ser verificado para que ele se sinta bem durante o trajeto. Caso possua ar-condicionado no carro, procure deixar a temperatura neutra, ou seja, nem quente nem fria.

Janela do carro sempre fechada

Sabemos que os cachorros amam ficar espiando e tomando aquele vento durante o passeio de carro, mas isso pode trazer consequências tanto em relação à segurança como à saúde do seu animal de estimação. Pode dar dor de ouvido no seu cãozinho e prejudicar a audição, além de causar irritação nos olhos dele. Além disso, não é nada seguro para o seu pet, pois ele pode se machucar. Ainda tem o risco de acidentes se o condutor do veículo não estiver concentrado no trânsito.

Capas protetoras para carro

Foto por iStock / Ulrika

Foto por iStock / Ulrika

Isso pode ser uma dica para tornar o passeio de carro com seu animal de estimação muito mais agradável. São confeccionadas em tecido para deixar seu pet todo confortável e os modelos impermeáveis conferem segurança. Além de não deixar o cãozinho escorregando no banco, também protegem o carro.

Consulta ao veterinário

Para garantir ainda mais a segurança do seu pet, é fundamental que um profissional veterinário seja procurado. O especialista irá verificar se está tudo bem com o seu animalzinho e irá indicar a melhor maneira de transporte para garantir o máximo de suavidade para o pet durante o percurso. Na consulta é importante levar a carteira de vacinação (mesmo que esteja em dia) e informar alguns fatores, como a distância que será percorrida.

Alguns pets costumam enjoar durante viagens de carro, portanto, o veterinário poderá recomendar o medicamento e a dosagem correta. Nenhum tipo de remédio deve ser recomendado ao seu animalzinho sem a prescrição de um médico veterinário. Somente o profissional está habilitado para indicar o remédio correto que irá amenizar o desconforto do seu pet durante a viagem. Existe hoje, em algumas localidades, a opção de contratar veterinários sem precisar sair de casa. Os pets exigem cuidados como vacinas, visitas regulares ao veterinário, coleira, alimentação, entre várias outras coisas. O animalzinho pode ainda ter necessidades especiais (não enxergar, por exemplo, ou ser idoso) ou sofrer de uma doença e necessitar de tratamento, por isso é importante e seguro para todos a consulta antes da viagem.

Texto por: Agência com edição de Patrícia Chemin

Foto destaque por: iStock / Wavebreakmedia

Comentários