logo

Telefone: (11) 3024-9500

Dicas para fazer um roteiro inesquecível pelo Chile | Qual Viagem Logo

View of Santiago de Chile with Los Andes mountain range in the back

Dicas para fazer um roteiro inesquecível pelo Chile

21 de março de 2016

O Chile é um dos países da América do Sul que os brasileiros mais gostam de visitar. Famoso pelo vinho, pelas estações de esqui e pelas Cordilheiras dos Andes, o destino tem diversos roteiros que encantam seus visitantes e revelam sua diversidade e beleza. Se você pretende ir ao país, precisa saber a melhor época para isso, o que não pode deixar de comer e maneiras fáceis de se locomover, certo?

Por isso daremos algumas dicas a seguir. Depois de ler esse post, é só colocar o cachecol vermelho e azul e embarcar ao som de “Chi-Chi-Chi-le-le-le Viva Chile”.

Para começar, vamos falar daquilo que mexe com o bolso: o dinheiro. Um real custa cerca de 175 pesos chilenos. Mas não se anime muito, já que praticamente nada custa menos de mil pesos.  Sendo assim, vale fazer uma pesquisa com as corretoras antes de sair do Brasil para saber se é mais vantajoso levar real ou dólar; a moeda americana custa cerca de 650 pesos chilenos.

Foto por Istock/ bluejayphoto

Foto por Istock/ bluejayphoto

Outro aspecto que muito se ouve falar em relação ao Chile é o trânsito de Santiago. A capital chilena tem um transito bastante caótico em alguns horários, podendo ser um problema na hora de voltar para casa. É bom se antecipar para não perder o voo.

As corridas de táxi costumam ser baratas em Santiago, portanto a locomoção do aeroporto até o centro, onde se reúnem as principais atrações e hotéis é fácil. Com 5 mil pesos é possível fazer uma corrida de médio percurso na cidade.

Quando o assunto é fazer uma viagem inesquecível pelo Chile, algumas atrações não podem ficar de fora. Dependendo do tempo de viagem que você terá no país, vale separar as mais próximas para conhecer o essencial. Separando em áreas, é possível formar roteiros como Valparaíso, Santiago e vinhedos – não deixe de experimentar o autêntico vinho chileno; Patagônia Sul e Torres del Paine; ou ainda Deserto do Atacama e Altiplano.

E entre as dicas, não podiam faltar as gastronômicas. O salmão é praticamente prato obrigatório, assim como os frutos do mar, presentes em restaurantes na capital e na região litorânea. As empanadas também são um marco na gastronomia chilena. As mais comuns são de carne e queijo, mas com certeza você encontrará dezenas de sabores. Para acompanhar, provavelmente vão te oferecer um “te” – nada mais que um chá, que é bastante comum para eles. Ou, se preferir, um pisco chileno – que leva limão e xarope de açúcar.

Texto por: Eliria Buso

Foto destaque por IStock/ tifonimages

Comentários