logo

Telefone: (11) 3024-9500

Dicas para economizar na viagem de intercâmbio | Qual Viagem Logo

Rear view of young female tourist enjoying the view in Parc Guell in Barcelona, Spain.

Dicas para economizar na viagem de intercâmbio

16 de fevereiro de 2017

A grande procura por programas de intercâmbio comprova que estudar no exterior é o sonho de muitos brasileiros. Segundo a Belta, nos últimos 10 anos, 1,4 milhões de brasileiros embarcaram nessa aventura. Para quem quer viajar, mas precisa evitar muitos gastos, alguns cuidados podem ajudar a tornar a experiência mais econômica. A gerente de produtos da CI – Intercâmbio e Viagem, Fabiana Fernandes, dá algumas dicas para gastar menos no intercâmbio.

Alimentação

A comida faz parte da cultura de um país, mas fazer as refeições fora todos os dias pode se tornar um gasto muito grande para o intercambista. Conhecer a gastronomia da região é parte importante de uma viagem, mas se você está em um local com cozinha prepare suas próprias refeições e deixe para visitar novos restaurantes só em dias de lazer”, afirma Fabiana.

Hospedagem

Escolher qual o tipo de hospedagem pode ajudar o viajante na hora de economizar. Optar por ficar em uma casa de família traz benefícios como refeições inclusas no pacote, que é uma das coisas que pesam no bolso do intercambista, além de trazer uma imersão cultural diferenciada. A outra opção mais popular é a residência estudantil, na qual o estudante divide um apartamento com outros intercambistas. “A facilidade desse tipo de hospedagem é que geralmente fica mais próxima da escola”, explica a gerente.

shoes, passport, cash, sunglasses on a map

Foto por iStock / naruedom

Transporte

Planejar seus trajetos diários pelo transporte público facilita bastante. Além disso, é importante ficar atento aos serviços oferecidos localmente: em alguns países existem bilhetes semanais e até mensais de transporte público que dão descontos nas passagens. Existem cidades em que o Uber também é uma alternativa interessante e, em alguns casos, é até mais fácil percorrer os caminhos a pé. “Faz parte do planejamento do intercâmbio avaliar a distância entre o local onde se estuda e a residência, com distâncias mais curtas é possível fazer esse percurso caminhando, e usar transporte apenas para conhecer a cidade”, comenta.

Diversão

O intercâmbio vai além do estudo: a experiência também permite conhecer a cultura local e todas as atrações que o destino oferece. Para não gastar muito com essa parte da viagem, Fabiana aconselha ficar atento aos descontos oferecidos. “Muitas atrações turísticas oferecem entradas grátis em alguns dias da semana; você também pode participar de sites de desconto e procurar ofertas. Sair em grupo também pode ser uma boa, pois, assim, os custos são divididos. Ainda existe a opção de comprar os passeios antes de ir, através da agência que está realizando o intercâmbio”, analisa.

Comunicação

Em todos os países, algumas operadoras de telefonia e internet oferecem promoções que valem a pena adquirir. “Procure opções que ofereçam internet por um preço acessível, é o que você mais vai usar, até para se comunicar com sua família e amigos que ficaram no Brasil, e tente economizar no resto”, comenta Fabiana.

Texto por: Agência com edição de Patrícia Chemin

Foto destaque por: iStock / Halfpoint

Comentários