logo

Telefone: (11) 3024-9500

Descubra os mistérios do Templo Ta Prohm, no Camboja | Qual Viagem Logo

Foto por Istock/ sihasakprachum

Descubra os mistérios do Templo Ta Prohm, no Camboja

25 de outubro de 2017

Construído em 1186, o Templo Ta Prohm é um dos grandes destaques de Angkor, no Camboja. Famoso por ter sido palco de gravações do filme Tomb Raider, o lugar chama a atenção, principalmente, pelo seu ambiente misterioso e fascinante.

Foto por iStock / sergwsq

Foto por iStock / sergwsq

Isso porque, as ruínas da construção foram completamente tomadas por troncos, raízes e plantas, dando um ar selvagem e vivo ao local, que já funcionou como monastério budista no século 19.

Tido como um dos maiores da região, o complexo conta com 39 torres e, em seus áureos tempos, guardava cerca de 500 quilos de ouro e milhares de pedras preciosas.

Foto por Istock/ goikmitl

Foto por Istock/ goikmitl

O templo, que já foi capital do Império Javer, foi abandonado por 400 anos e, quando encontrado pelos europeus, mantido da forma como estava – foram feitos apenas ajustes para que a construção não desmoronasse. Por isso o cenário que vemos por lá é tão impressionante. As raízes gigantes se entrelaçam em cada canto de sua estrutura e, os estreitos corredores, como em um labirinto, parecem cobertos por uma verdadeira selva.

Foto por IStock/ milli2011

Foto por IStock/ milli2011

Ao visitar o lugar, a sensação é de estar explorando algo intocado, como em uma expedição dos séculos passados.

Apesar do cenário em geral chamar a atenção, os diversos detalhes entalhados em pedra e três árvores gigantes formam o grande destaque local. A Waterfall Fall tree é uma figueira enorme que parece jorrar raízes pela parede; A Crocodile tree espalha suas raízes por todo o complexo e, a cada ano, se expande um pouco mais; E por fim, a Tomb Raider tree, onde ocorreu uma das principais cenas da personagem Lara Croft.

Foto por IStock/ f9photos

Foto por IStock/ f9photos

O Templo de Ta Prohm foi erguido pelo imperador Jayavarman VII em honra da sua família e por isso, sua imagem principal representa Prajnaparamita, a personificação da sabedoria, inspirada na  mãe do rei.

A melhor maneira de visitar este e outros templos da região é com um motorista ou com um tuk tuk.

Texto por: Eliria Buso

Foto destaque por Istock/ sihasakprachum

Comentários