logo

Telefone: (11) 3024-9500

Demre, a terra do Papai Noel turco | Qual Viagem Logo

Archeological remains of the Lycian rock cut tombs in Myra, Turkey

Demre, a terra do Papai Noel turco

3 de outubro de 2019

A imagem de um velhinho bondoso que distribui presentes para crianças, vem, na verdade, da personalidade histórica de São Nicolau, o santo bispo da antiga região de Lícia, na Turquia. É em Demre, antiga Myra, que está parte da história do verdadeiro Papai Noel.

Embora não esteja nos registros antes do século I a.C, acredita-se que o distrito faça parte de uma das seis principais regiões da União Lícia, localizadas no sudoeste da Turquia como Xanthos, Patara, Tlos, Fethyie e Olympus. Hoje, Demre é uma importante cidade agrícola na costa do mediterrâneo da Antália.

Foto via iStock por nejdetduzen

Foto via iStock por nejdetduzen

A igreja de São Nicolau é uma das principais atrações da cidade, construída sob o sarcófago do bispo, no século III, onde mantiveram durante anos seus restos mortais. No século X, após diversos ataques, ela foi restaurada e transformada em uma basílica bizantina. Em 1087, comerciantes invadiram o túmulo, roubando seus ossos e os levando para Veneza e Bari, na Itália. Mesmo após esse acontecimento, o local continuou sendo um importante centro de peregrinação.

Foto via iStock por Leonid Eremeychuk

Foto via iStock por Leonid Eremeychuk

Recentemente, a igreja passou a funcionar como um museu, considerado sagrado, principalmente por cristãos ortodoxos.

A cidade também apresenta alguns dos monumentos mais importantes e bem preservados do país, como, em especial, as ruínas do anfiteatro e das tumbas de pedra.

A necrópole foi construída em cima de falésias e colinas, pois acreditava-se que seriam transportados para o outro lado através de animais alados. Existem diversas inscrições em grego antigo e na linguagem original de Lícia. Há também 11 figuras de pedras em tamanho natural que representam as antigas famílias da região.

Foto via iStock por castenoid

Foto via iStock por castenoid

O anfiteatro, como muitos outros em cidades romanas, foi posteriormente convertido para uma área de luta de gladiadores e shows de animais selvagens. Hoje, a maior parte da estrutura dos assentos está intacta e aberta para visitação.

Texto por Carolina Berlato

Imagem Destacada via iStock por pawopa3336

Comentários