logo

Telefone: (11) 3024-9500

De Barcelona a Girona: os 7 melhores lugares para ir | Qual Viagem Logo

Prédios coloridos beirando o rio em Girona

De Barcelona a Girona: os 7 melhores lugares para ir

25 de outubro de 2019

Girona é uma pequena cidade da Catalunha, na Espanha, que encanta pela sua história, arte e arquitetura. 

+ De Barcelona a Monserrat

Na verdade, historicamente, Girona sempre foi popular. Fundada por romanos em 79 a.C, ao longo dos milhares de anos, passou por diferentes domínios culturais e períodos emblemáticos da história da arte.

Recentemente, ela começou a ficar mais famosa internacionalmente, pois foi palco de gravações de várias temporadas da famosa série Game of Thrones

Como ir para Girona 

A partir de Barcelona, a viagem leva cerca de 1 hora e 30 minutos de carro. Já se for de trem de alta velocidade, apenas 30 minutos. 

No meu caso, fiz um circuito turístico de um dia, com um guia, que partiu do centro de Barcelona e, no fim do dia, retornou para o mesmo ponto.

Valeu a pena, pois, com um expert em Girona sempre ao meu lado, a experiência foi bem mais rica. Eu pude conhecer cada detalhe para cada passo que dava. 

As 7 melhores atrações para conhecer em Girona

1) Caminhar pelas margens do Rio Oñar

Os prédios coloridos, do século XIX, são facilmente refletidos na água do Rio Oñar, seja em dias de sol ou não. Muitos turistas param, diante desta paisagem, para tirar algumas fotos. Alguns até dizem que a paisagem lembra a de Florença, mas o rio espanhol é mais estreito e não há as vistosas pontes italianas.

Prédios coloridos beirando o rio em Girona

Prédios coloridos nas margens do Rio Oñar

2) Basílica de Sant Feliu

A Basílica de Sant Feliu é bem fácil de ser encontrada. Basta atravessar a ponte principal do Rio Oñar, seguindo a entrada do centro histórico. 

A Basílica é uma construção muito interessante de se observar, pois mostra vestígios artísticos e históricos de Girona. Metade dela foi feita em estilo Gótico e a outra Românico. 

arquitetura em Girona

Arquitetura no centro histórico de Girona

Neste mesmo local, vale a pena observar as casas que circundam a igreja, pois também mostram períodos diferentes da arte. Quase é possível traçar uma linha no chão para mostrar os diferentes períodos das construções.

3) Leoa de Girona

Bem próxima à Basílica de Sant Feliu, a estátua da Leoa, construída no século XII, é outro importante símbolo da cidade. 

Ela não é uma estátua bonita e nem muito grande, mas diz a lenda que todo turista deve beijar o seu traseiro para retornar à cidade um dia.

No passado, as autoridades chegaram a colocar a estátua em um local mais alto para evitar problemas de higiene, além de possíveis acidentes, mas nada adiantou.

Mesmo colocando-a em um pedestal, os turistas continuaram se aventurando para beijar a estátua, então, acabaram colocando uma escada para os visitantes chegarem lá em cima mais rápido.   

4) Catedral de Girona

O ano da fundação a Catedral de Girona é meio incerto, pois documentos antigos dizem que foi construída em 1015, mas na verdade esta construção ja existia durante o domínio árabe, de 717.

Ela chegou a ser uma Mesquita e somente voltou a ser um edifício cristão quando os Francos dominaram Girona, em 908.

Detalhes da Catedral de Girona

Catedral de Girona

 A Catedral de Girona poderia estar no livro dos recordes, pois apresenta a maior nave gótica do mundo. Dá para ver de vários cantos da cidade, inclusive. 

5) Rambla Llibertat

A Rambla Llibertat é um dos motivos pelo qual recomendo, pelo menos, passar uns 2 dias em Girona. Há um comércio adorável, com bares charmosos, restaurantes acolhedores, que apresentam a autêntica gastronomia catalã, e lojas com produtos artesanais locais. 

Acho o passeio por ela bem complementar “ao banho de história e arte” de outros pontos da cidade.

6) Muralha de Girona

Lembram que eu disse que Girona foi fundada por romanos há mais de 20 séculos? Como de costume, eles cercavam todas as cidades que eram dominadas com muralhas de pedras, como forma de conter possíveis ataques de inimigos. 

Em Girona, foi construída uma muralha com cerca de 5 km de extensão e parte desta gigante construção de pedra ainda pode ser percorrida por visitantes no local. Aliás, um bom ponto de partida seria o Bairro Velho. 

7) Bairro Judeu (Call)

Impressionante o legado judaico de Girona e acho que é um dos melhores lugares da Europa para entender mais sobre a religião.

Pelas ruas estreitas a gente se perde fácil, mas é muito bacana ver as casas corpulentas tão cheia de detalhes arquitetônicos da Idade Média. 

Os judeus começaram a se instalar no Call a partir do século XII. Por pelo menos 100 anos, o crescimento da comunidade foi observado, contudo, em 1492, reis católicos se manifestaram e expulsaram todos da região.

Espero que você tenha gostados das dicas desta cidade medieval tão charmosa da Espanha. Na Catalunha, não deixe de conhecer também a envolvente cidade de Barcelona. Alías, aqui tem um guia completo e gratuito sobre a cidade.

 

Ares do Mundo
Últimos posts por Ares do Mundo (exibir todos)

Comentários