Warning: file_put_contents(): Only 0 of 13 bytes written, possibly out of free disk space in /home/qualviagem/public_html/wp-content/plugins/wp-csv/wp-csv.php on line 299
 Da serra ao mar: destinos regionais se destacam na retomada do turismo | Qual Viagem
logo

Telefone: (11) 3024-9500

Da serra ao mar: destinos regionais se destacam na retomada do turismo | Qual Viagem Logo

'Pedra do Bau' and the 'Pedra do Bau' complex are rock formations in the Mantiqueira Mountains (Serra da Mantiqueira). They are located in the municipality of Sao Bento do Sapucai, Sao Paulo, Brazil.

Da serra ao mar: destinos regionais se destacam na retomada do turismo

21 de setembro de 2020

A pandemia causada pelo novo coronavírus abalou o mundo. Se antes a expectativa era de um aumento do fluxo turístico, hoje a realidade é de queda em diversos segmentos da indústria. A pré-pandemia foi marcada por diversos projetos de viagem que infelizmente tiveram de ser adiados e, mesmo após cinco meses de quarentena, ainda é possível sentir o extremo impacto no turismo.

Entretanto, a vontade de viajar e conhecer o mundo não foi perdida e ainda é sonho de muitos. Com o fechamento das fronteiras internacionais, o consumidor viu-se obrigado a buscar alternativas para passear e desopilar um pouco da rotina estressante do dia a dia. Nos últimos 45 dias, alguns locais perto de São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte reabriram parcialmente seus hotéis e, com a flexibilização da quarentena em algumas cidades, os viajantes já estão retomando as viagens.

Segundo pesquisas e levantamentos, os brasileiros planejam visitar atrativos nacionais que sejam próximos e de fácil acesso. A tendência para destinos regionais é grande e a retomada após o longo período de isolamento social promete movimentar o segundo semestre de 2020. Pensando nisso, listamos alguns lugares que, com certeza, devem entrar na sua lista de viagens pós-pandemia. Confira:

Litoral nunca fica fora de moda

Foto via iStock por Phaelnogueira

Foto via iStock por Phaelnogueira

Sem sombra de dúvidas, o brasileiro já está cheio de saudade da praia e não vê a hora de pisar o pé na areia e dar um bom mergulho no mar. As praias do litoral norte de São Paulo são ótimas opções para quem prefere viagens mais curtas. De ônibus pela Viação Litorânea ou de carro, são aproximadamente 170 km partindo de São Paulo. Em condições normais de trânsito, é possível chegar em Maresias ou Ubatuba em cerca de 3 horas, principalmente nesse período, onde o fluxo de carros nas estradas está bem menor. Pela proximidade com a capital paulista, o litoral é marcado por muitas pousadas e hotéis para todos os gostos e bolsos, mas as praias ainda permanecem limpas e bonitas.

Em São Sebastião, por exemplo, o destaque fica para Maresias. Conhecida como paraíso do surf, a região é uma das mais populares e visitadas. Não é difícil descobrir o motivo, já que as boas ondas, areia clara, ótima infraestrutura e vida noturna agitada dizem por si só.

Foto via iStock por Xantana

Foto via iStock por Xantana

Já em Caraguatatuba, não podemos deixar de destacar as belezas naturais cercadas pelo verde da Mata Atlântica. Muito tranquila e com vários quiosques, a praia de Mococa é um dos principais pontos turísticos na região. Ideal para mergulhos à lazer, suas águas são tranquilas e limpas. A faixa de areia, apesar de não muito larga, possui inúmeros minérios utilizados em tratamentos terapêuticos. Martin de Sá é outro local que deve estar em qualquer roteiro pela região.

SERVIÇO

PASSEIOS

A MaresiasTur, empresa mais confiável no receptivo da região, oferece diversos roteiros que incluem desde praias a cachoeiras, trilhas, passeios de barco e até voo livre. Os preços variam conforme a quantidade de pessoas e roteiro.

Informações: maresiastur.com.br

ONDE FICAR

Maresias (São Sebastião): Em nossa última viagem para o litoral norte de São Paulo, nós ficamos na Pousada Toca da Praia (tocadapraia.com.br) em Maresias e o no Flat Camburi (flatcamburi.com.br) na praia vizinha, Cambury, que é super charmosa e bem estruturada. Recomendamos o Beach Hotel Amarras Juréia (amarras.com.br) localizado na reservada e ecológica Praia da Juréia e a Pousada Porto Mare (pousadaportomare.com.br), também em Maresias, com ótima infraestrutura, piscina e localização privilegiada.

Caraguatatuba: nossa dica é o Hotel Pousada Vivendas Sol e Mar (vivendadomar.com.br) que está localizado na praia de Cocanha. Por lá é possível ver as embarcações de pescadores artesanais atracarem com sua pesca no final da tarde.

Serra da Mantiqueira: charme, acolhimento e belas paisagens

Impossível não falar em serra e deixar de citar a famosa e disputadíssima Campos do Jordão. Destino de inverno já consolidado, não faltam atrativos para curtir por ali. Inclusive, a cidade deu o primeiro passo e está retomando o turismo gradualmente. Atualmente o comércio abre diariamente em horário especial. Os restaurantes estão atendendo somente por delivery e os hotéis funcionando com apenas 50% de sua capacidade para garantir tranquilidade e segurança aos frequentadores.

Foto via iStock por Paulo Almeida

Foto via iStock por Paulo Almeida

É na Vila Capivari, ponto central da cidade, que estão as atrações mais disputadas. Prédios instagramáveis, bons restaurantes, construções históricas e ótimas opções de compras se reúnem em um só lugar.

Devido a pandemia, a cidade tem apresentado uma nova tendência turística: o ecoturismo. Graças ao seu relevo e posição geográfica, Campos do Jordão convida o turista a curtir atrações nas alturas. Um dos destaques da região é a Pedra do Baú. O complexo rochoso tem mais de 1.900 metros de altura e é formado por três morros: a Pedra do Baú, o Bauzinho e Ana Chata. Para chegar até lá, é necessário completar uma trilha que leva cerca de 1 hora.

Foto via iStock por Gilberto_Mesquita

Foto via iStock por Gilberto_Mesquita

Amantes de trekking podem encontrar mais de 100 caminhos pelas montanhas de Campos. No Horto Florestal, em especial, existe mais de 12 quilômetros de trilhas que podem ser percorridos a pé ou de bicicleta. No local, é possível alugar bikes. Há, ainda, atividades de arborismo e tirolesa. O parque disponibilizou totens de álcool em gel em pontos estratégicos e os visitantes são submetidos a medição de temperatura. O Horto abre diariamente das 10h às 16h.

O Bosque do Silêncio é outro destino para quem curte natureza. Por lá, é possível encontrar o maior circuito de arborismo da cidade, com 28 travessias em dois quilômetros de passarelas, percorrido entre 1h30 e três horas. O parque oferece um circuito especial para as crianças, com 11 atividades. Também há atividades como paintball, minigolfe e trilhas autoguiadas. O local abre diariamente das 10h às 16h.

Foto via iStock por William Rodrigues dos Santos

Foto via iStock por William Rodrigues dos Santos

Principal atrativo de Campos e um dos pontos turísticos mais visitados, o Parque Amantikir Garden reúne 22 jardins em uma área de 35 mil m² e conta com mais de 600 espécies de plantas. Além dos labirintos naturais, mirantes e rotas de flores, o local conta com uma linda casa da árvore, que permite cliques incríveis tanto da parte interna quanto externa.

Outro point que não pode ficar de fora em qualquer visita pela região, é o Pico do Itapeva. Com 2.030 metros de altitude, é o local onde pode se avistar as 15 cidades do Vale do Paraíba. O acesso é feito pela estrada que liga Campos do Jordão a Pindamonhangaba. O mirante está aberto diariamente, das 9h às 17h.

Com mais de 30 atrações, o Parque Tarundu foi idealizado pensando em diversão familiar. Situado em uma área de 500.000 m² de mata preservada, a 1.700m de altitude, o local oferece tirolesas com 800m de extensão e 60m de altura, passeios a cavalo e pônei, arco e flecha, arborismo, minigolf e balonismo.

Foto via iStock por paulobaqueta

Foto via iStock por paulobaqueta

Por estar cercado de natureza, o ambiente conta com aconchegantes espaços, jardins, trilhas, casa na árvore e redes de descanso. O parque abre diariamente das 10h às 17h.

Localizada no município de Camanducaia, Monte Verde tem cara de cidadezinha do interior e um estilo europeu que lhe garantiu o título de “Suíça brasileira”. Casais em lua de mel, famílias que curtem um clima mais frio e amantes de ecoturismo conseguem aproveitar todos os atrativos que Monte Verde tem a oferecer.

Eleita como um dos 10 destinos mais acolhedores do mundo, pela premiação do Traveller Review Awards, a região já se consolidou como um dos distritos mais charmosos e românticos de Minas Gerais.

Foto por Demétrio César Xavier

Foto por Demétrio César Xavier

O parque Verner Grinberg é um dos principais pontos turísticos de Monte Verde. Por ali, as trilhas são a grande atração. A mais conhe­cida e procurada é Pedra Redonda, que tem 1.990 metros de altitu­de e oferece uma vista panorâmica da vila e das montanhas ao redor.

No centro do distrito é onde estão as construções mais atrativas de Monte Verde. Elas chamam a atenção graças ao seu estilo europeu e oferecem um bom pano de fundo para tirar fotos. Além disso, há diversas lojinhas de artesanato, couro, lã, produtos típicos mineiros e restaurantes. Fãs de aventura podem aproveitar atividades de adre­nalina e, ainda, tirar boas fotos das aventuras. Arvorismo, passeio de quadriciclo, arco e flecha, parede de escalada, slackline e tirolesas que vão de 70 a 80 metros de altitude são algumas das opções.

Santo Antônio do Pinhal fica a 170 km de São Paulo. Com ar in­teriorano e menos explorada do que os municípios vizinhos, a cidade abriga algumas das mais belas elevações do estado de São Paulo, sendo considerado um dos principais lugares para prática do voo livre na região. Para quem gosta de caminhar, a pedida é uma visita ao Mirante Nossa Senhora e ao Morro do Cruzeiro, além de um banho refrescante nas cachoeiras do Cassununga e do Lageado. Ambas são lindíssimas, com águas transparentes e geladinhas. As quedas mais parecem um véu de noiva.

Foto via iStock por Anderson Rodrigues da Silva

Foto via iStock por Anderson Rodrigues da Silva

Outro ponto forte da cidade são suas fontes de água com proprie­dades medicinais, como a Fonte Santo Antônio (águas radioativas), a Fonte Santo Estevam (ferruginosas) e a Fonte São Geraldo (magnesia­na). Não deixe de fazer uma visita ao Jardim dos Pinhais, um parque com 97% de área livre e verde que reúne oito jardins temáticos, com espécies de diversos países. No canadense, o encanto fica por conta do tapete de flores, enquanto o japonês tem pontes vermelhas, bam­bus e peixes ornamentais no lago. Um guia acompanha o passeio que termina nas bromélias gigantes do jardim tropical.

SERVIÇO

ONDE FICAR

Monte Verde: marcada por seu estilo minimalista, a Pousada Jardim da Mantiqueira (pousadajardimdamatiqueira.com.br) tem uma decoração clean e aconchegante. Além do imi­nente contato com a natureza. Já a Pousada Pedras e Sonhos (pousadapedrasesonhos.com.br) é ideal para casais que desejam curtir momentos a dois. Combinando exclusividade, luxo e romance em um só lugar. Outra opção é o Villa Coração Guest Hose (villa­coracao.com.br), uma charmosa casa colonial que fica plantada num enorme cume bem no alto da colina mais bonita da cidade.

Campos do Jordão: com atendimen­to exclusivo e personalizado, o Hotel Boutique Quebra Noz (quebranoz.com.br), tem como proposta sofisti­cação em meio à natureza, ideal para quem busca conforto e bem-estar. Ou­tro destaque é o Hotel Serra da Estre­la (hotelserradaestrela.com.br), bem no coração da Vila Capivari. O hotel é sinô­nimo de qualidade de vida e tranquilida­de. Situado em meio a natureza preser­vada, o Hotel Toriba (toriba.com.br) é ideal para curtir com crianças. A Pousada Santha Serra (pousadasantha­serra.com.br) tem ambiente rústico e propício para aqueles que desejam cur­tir o frescor das montanhas. A proposta da Pousada Villa Tambo (villatambo.com.br) é oferecer o destino certo para quem busca harmonia com a nature­za. Com clima romântico, o Chris Park Hotel (chrisparkhotel.com.br) é um dos mais tradicionais hotéis da região e conta com uma vista de tirar o fôlego.

Santo Antônio do Pinhal: o Rancho Zig Zag (ranchozigzag.com.br) é uma pousada ecológica cercada de muita natureza. O local mescla um aconche­gante ambiente familiar com belas pai­sagens e, ainda, oferece gastronomia especialmente caseira.

Brotas é sempre sinônimo de aventura

O início do turismo de aventura na cidade de Bro­tas foi na década de 90, quando o boia cross – prá­tica muito comum realizada pelos moradores – onde desciam em cima de boias pelo rio Jacaré Pepira – passou a ser realizada por diversas pessoas que não moravam na região. Isso sempre fez parte da cultura local, se aventurar pelo rio, andar pelas trilhas e to­mar banho em cachoeiras.

Foto via iStock por Alfribeiro

Foto via iStock por Alfribeiro

Localizada bem no centro do Estado de São Paulo, a menos de 300 km da capital paulista, com sua posi­ção geográfica estratégica e privilegiada, atrai diver­sos turistas para conhecer e se divertir com o leque de opções em entretenimento. O mais popular é o rafting, também realizado no rio Jacaré Pepira, onde um bote inflável que comporta até sete pessoas desce as corredeiras, refluxos e quedas d’água.

SERVIÇO

ONDE FICAR

Boa parte das hospedagens está no centro, nas imediações da Avenida Lourival Jaubert da Silva Braga, mas também há opções no bairro do Pa­trimônio, que fica mais próximo das cachoeiras. Uma boa dica de hospe­dagem é o Brotas Eco Resort (brotasecoresort.com.br).

Tempo de viagem: Desde apenas um fim de semana até 4 dias, tudo depende da quantidade de passeios e ativi­dades que você está disposto a fazer.

Atibaia: morangos, turismo religioso, resorts e boas compras

O destino, bastante visitado por paulistanos, está a apenas 70 km da cidade de São Paulo e começa a ser descoberto por turistas de outros Estados, prin­cipalmente por moradores das grandes cidades do interior paulista e das grandes capitais como Belo Ho­rizonte e Rio de Janeiro.

Foto via iStock por Luiz Barrionuevo

Foto via iStock por Luiz Barrionuevo

Famosa pela produção da fruta e pela imponente Pe­dra Grande, Atibaia é um dos destinos mais procurados do Estado para o turismo de lazer em família. Por atrair muitas delas, principalmente na última década, os ho­téis investiram em grandes estruturas de serviços e con­tam com completas áreas de lazer e entretenimento.

Os adeptos do turismo religioso podem fazer uma parada no Santuário de Schoenstatt, uma ordem da igreja católica criada durante a Primeira Guerra Mun­dial, na cidade alemã de mesmo nome, que se espa­lhou pelo mundo com mais de 200 endereços, sendo 22 no Brasil. A versão de Atibaia é a mais popular do país e recebe milhares de peregrinos todos os anos.

SERVIÇO

ONDE FICAR

Idealizado e construído para oferecer uma experiência de hospedagem de alto padrão, o Bourbon Atibaia (bourbon.com.br/hotel/bourbonatibaia) é ideal para famílias principalmente com crianças. Um dos espaços de excelência é o Bourbon Fun Place – fruto de uma parceria entre a Rede Bourbon e a Mauricio de Sousa ao Vivo.

Já o Tauá Resort & Convention Atibaia (tauaresorts.com.br/atibaia) é um hotel com uma mega estrutura de serviços corporativos, mas a parte do entretenimento para crianças e adultos não fica devendo em nada. O empreendimento oferta diariamente uma vasta programação repleta de opções de atividades que vão de caminhadas a torneios esportivos, natação, aulas de gastronomia e fitness divididos por faixa etária.

O Rio de Janeiro além do Cristo e Corcovado

Paraty é um destino próximo, localizado entre o litoral sul flumi­nense com a divisa de São Paulo, que concilia as belezas naturais da região com construções de suma importância para a história brasilei­ra. A cidade possui um centro belíssimo, mas também ótimas praias, principalmente em Trindade. Paraty agrada diferentes tipos de via­jantes. Quem gosta de história, arquitetura, gastronomia, praias e passeios de barco…estão todos contemplados. Para aproveitar o me­lhor da cidade, procure ficar próximo do centro histórico. À noite, passear e aproveitar os restaurantes é o melhor programa em Paraty.

Foto via iStock por Celli07

Foto via iStock por Celli07

Localizada no litoral sul do Rio de Janeiro, próximo de Angra dos Reis, Ilha Grande somente pode ser acessada de barco. Com mar cristalino e praias paradisíacas, a região conta com mais de 190 quilômetros de área preservada e, por ali, nada de automóveis. As distâncias são vencidas de barco, bicicleta ou a pé. A ilha garante praias selvagens e com o mar cristalino, um destino perfeito para quem quer desligar do trânsito e do movimento da cidade, e princi­palmente nessa época caminhar em meio a abundante natureza. As principais atrações estão para quem gosta de praias, trilhas, passeios de barco, snorkeling e natureza.

Foto via iStock por Besides the Obvious

Foto via iStock por Besides the Obvious

Entre os principais pontos de visitação está a famosa Gruta do Acaiá, onde ocorre o fenômeno natural de fluorescência, no qual as águas dentro da caverna ganham um tom de azul esver­deado ao entrar em contato com a luz do sol. Pela região, não há eletricidade e opções de hospedagem. Quem visita a região se surpreende com a quantidade de ativida­des, já que as opções são variadas e atendem a todos os gostos. As belíssimas praias são, em sua maioria, propícias para banho e adequadas para a prática de snokeling e mergulho com cilindro. A região ainda é favorável para o exercício de esportes náuticos.

SERVIÇO

ONDE FICAR

Paraty: recomendamos a charmosa Pousada do Sandi (pousadadosandi.com.br) no centro histórico e a Pousada Palmeira Imperial (palmeiraimperialpousada.com.br) próximo a Rodoviária.

Ilha Grande: a Vila do Abraão é onde se concentram a maior parte das hospedagens e onde está a melhor infraestrutura de passeios, mercados e restaurantes. Uma boa dica de hospedagem é a Pousada Solar da Praia (solardapraiailhagrande.com), com localização perfeita em frente ao mar e pertinho do desembarque dos barcos.

Tempo de viagem: Em três dias você pode conhecer o centro histórico e ir até as praias de Trindade. Acrescente mais três ou quatro para ficar pela região de Ilha Grande.

Minas Gerais das cidades histó­ricas e paisagens sem igual

Situada em uma das regiões mineiras que mais investiu em infraestrutura turísticas nos últimos anos, Tiraden­tes consegue abrigar todos os elementos que represen­tam a cultura mineira, através de muita arte e culinária.

Regada por alguns dos mais belos acervos barrocos do país, é ali que estão todas as memórias da época da Inconfidência Mineira e outras riquezas que a tor­nam um Patrimônio Histórico Nacional.

Foto via iStock por Roberto Delamora

Foto via iStock por Roberto Delamora

O centro histórico de Tiradentes é uma viagem de volta à época colonial do país. As construções históri­cas são rodeadas de hotéis e pousadas, restaurantes, lojinhas de arte e artesanato e especiarias locais, como os deliciosos doces de compota e cachaças artesanais.

Em uma cidade histórica, o que não falta são mu­seus. Localizado no antigo casarão que abrigava a antiga Cadeia Pública de Tiradentes, o Museu de Sant’Ana possui um acervo de quase 300 belas ima­gens de Santa Ana produzidas em todas as regiões do país, com os mais diversos estilos e materiais.

SERVIÇO

ONDE FICAR

Tiradentes: Uma boa recomendação é a Pousada Pequena Tiradentes (pequenatiradentescom.br), super charmosa e com ótima infraestrutura.

Tempo de viagem: chegar até lá não é muito tranquilo, então no mínimo de 4 dias de viagem para dar tempo de relaxar e curtir bastante.

Texto por Carolina Berlato e Cláudio Lacerda Oliva

Imagem Destacada via iStock por klausbalzano

Comentários