logo

Telefone: (11) 3024-9500

Cunha: o sossego das montanhas e a simplicidade da vida no campo | Qual Viagem Logo

cunha-42

Cunha: o sossego das montanhas e a simplicidade da vida no campo

25 de julho de 2017

A estância climática de Cunha, localizada a apenas 225 km da capital paulista, na região do Vale do Paraíba, é uma surpresa encantadora para os turistas que a visitam em uma passagem rápida, e escolhem passar o fim de semana na maior região do país que ainda preserva a Mata Atlântica.

cunha-20

Foto por Bruno Jeliel

Atrações, tradição e cultura podem ser apreciadas e exploradas em qualquer época do ano. Entre ruas, praças e vielas, Cunha mantém seu jeito hospitaleiro e povo simples, além de um calendário anual cheio de novidades durante o ano todo. A cada esquina e a cada passo, você provavelmente encontrará uma das maiores tradições da cidade: os ateliês de cerâmicas.

cunha-recanto-das-girafas-36

Foto por Bruno Jeliel

A tradição centenária reflete o jeito simples e verdadeiro do povo local. Cunha tem mais de 18 ateliês espalhados por todos os cantos da cidade, e cada um irá apresentar uma técnica, desenho e design diferente dos outros. A apenas um quilômetro do centro da cidade, conheça a Casa do Artesão, que, além de possuir diversas peças (desde roupas até brincos e objetos em cerâmica e madeira), também recebe algumas exposições no segundo andar da casa referente a arte.

cunha-casa-do-artesao-21

Casa do Artesão. Foto por Bruno Jeliel

Após visitar alguns desses ateliês, uma excelente opção de tranquilidade para quem busca o sossego das montanhas e a simplicidade da vida do campo é visitar algumas das cachoeiras de Cunha. Entre elas, a mais próxima, visitada e famosa da região é a Cachoeira do Pimenta, a 18 km do centro. Além do lindo pé d’água e da imensa queda, o local possui trilhas de três níveis e é perfeita para se refrescar durante o verão – e até mesmo no inverno, já que é ideal para curtir o friozinho do alto da montanha e contemplar a vista. O local também possui estacionamento e área para realizar piqueniques. As sinalizações de plaquinhas e as lixeiras para preservar o ambiente estão presentes por todo o canto. Há outras cachoeiras na cidade, como a do Jericó, do Desterro e do Mato Limpo.

Cunha - Cachoeira do Pimenta

Cachoeira do Pimenta. Foto por Bruno Jeliel

As cachoeiras e os ateliês não são as únicas atrações de Cunha. Você também pode se dedicar a conhecer um pouco da história local no Museu Municipal ou comprar alguns produtos locais, como cocada cremosa, molho de pimenta e pinhão, no Mercado Municipal.

cunha-mercado-municipal-4

Mercado Municipal. Foto por Bruno Jeliel

Na principal praça da cidade também está a Igreja Matriz, que funciona desde 1931 e passou por algumas reformas desde então. A atração ainda preserva toda a infraestrutura da época e um dos destaques são os ornamentos em madeira folheada a ouro, os altares e os detalhes na arquitetura. A igreja abriga tradicionais festas culturais e religiosas da cidade. Outra igreja que também data suas reformas é a Igreja do Rosário, a cinco minutos da Igreja Matriz.

cunha-igreja-matriz-2

Igreja Matriz. Foto por Bruno Jeliel

Já no caminho para Cunha, na Rodovia Dutra, além das placas sinalizando a distância entre os estados de SP e RJ e a passagem por diversas cidades paulistas, o visitante irá visualizar a maior basílica do Brasil e a segunda do mundo, o Santuário Nacional de Aparecida, primeiro santuário dedicada a Nossa Senhora.

aparecida-santuario-nacional-5

Vista do Santuário Nacional no caminho para Cunha. Foto por Bruno Jeliel

O Lavandário de Cunha é outra atração impressionante na cidade. O espaço é enfeitado naturalmente pela flora constante de lavanda. O resultado é a produção de cosméticos e produtos gastronômicos à base da flor. No local o turista poderá apreciar a linda paisagem da plantação, saborear receitas e comprar cosméticos.

Lavandário

Lavandário. Foto por Ken Chu

Os apaixonados por natureza e passeios ecológicos podem visitar três lugares importantes na divisa entre Cunha (SP) e Paraty (RJ): a Pedra da Macela, o Parque Estadual da Serra do Mar e o Parque Nacional da Serra da Bocaina. No caminho para os esses lugares você irá encontrar outra queda d’água, o Monumento Paulo Virgínio e uma capela. A Pedra da Macela é uma montanha que oferece uma vista linda; o Parque Estadual da Serra do Mar tem 332 mil hectares e possui ótimas trilhas; e o Parque Nacional da Serra da Bocaina tem dois roteiros distintos para os turistas: serra (parte alta) e litoral (parte baixa).

Para mais informações sobre os festivais que acontecem na cidade, acesse: cunha.sp.gov.br/turismo-e-cultura/festas-e-eventos/

Como chegar

A partir de São Paulo, siga pela Rodovia Presidente Dutra até a saída 65 e, depois, pela SP-171 (Rodovia Paulo Virgínio). A partir de Paraty, são 46,2 km de distância: siga pela rodovia Vice Pref. Salvador Pacetti até a Rodovia Parati-Cunha.

Onde ficar: Pousada Recanto das Girafas

cunha-recanto-das-girafas

Pousada Recanto das Girafas. Foto por Bruno Jeliel

A 10 minutos do centro de Cunha, a Pousada Recanto das Girafas encanta os turistas com chalés confortáveis e coloridos e uma decoração indescritível, feita pela proprietária. Atualmente a pousada possui nove chalés nas categorias chalé máster, chalé luxo, chalé luxo I, chalé luxo II e chalé standard. A pousada dispõe de piscina e sauna e possui um adorável ar bucólico. Há também uma lojinha com alguns trabalhos de cerâmicas. Mais informações em: www.recantodasgirafas.com.br/.

Onde comer

Veríssima Bistrô

Drão Restaurante & Ateliê

Restaurante Melhor Hora

Texto por: Caroline de Oliveira

Foto destaque por Bruno Jeliel

Comentários