logo

Telefone: (11) 3024-9500

Córdoba revela vestígios de história milenar | Qual Viagem Logo

Foto por Istock/ Sean Pavone

Córdoba revela vestígios de história milenar

9 de maio de 2016

Córdoba, com seus 335 mil habitantes (dados de 2013), é destino obrigatório para quem quer conhecer a Andaluzia e sua cultura. Graças ao rio Guadalquivir, a cidade sempre teve sua importância no cenário europeu, desde as mais remotas épocas, pela fertilidade das terras e pela fácil navegação. Os primeiros vestígios de ocupação são dos séculos 8 e 9 a.C.

Foto por Istock/ Starcevic

Foto por Istock/ Starcevic

Sucedendo aos fenícios e gregos, os romanos foram os responsáveis pelo enriquecimento de Córdoba, transformada em capital da região e grande centro cultural e comercial da época. Com a queda do Império Romano, a cidade também entrou em decadência.

Ainda subsiste a ponte romana, com 16 arcos, que liga a parte central da cidade ao bairro Campo de La Verdad, o Mausoleu Romano, do século I d.C., e o Templo Romano. O Museu Arqueológico de Córdoba abriga uma boa parte do que foi recuperado da época pré-histórica até o domínio árabe, como mosaicos, esculturas e peças de uso cotidiano.

Sem dúvida, as grandes construções árabes formam hoje o rico conjunto arquitetônico de Córdoba, a começar pela Mesquita. Esta, curiosamente depois da tomada da cidade pelos Reis Católicos, no século XIII, foi convertida em Catedral, e acrescida de elementos cristãos, preservando, no entanto, a estrutura da Mesquita.

A Medina Azahara, construída no século 10, fica a oito quilômetros da cidade. Foi concebida para ser o rico palácio do auto-proclamado califa Abd al-Rahman III e mostrar toda a força e o poderio do recém califado independente, convertendo-se num dos reinos mais sólidos de toda a era medieval. Mesmo tendo sido parcialmente destruído pelos bérberes no século XI, foi restaurado e ainda conserva a beleza e grandiosidade originais.

A tradição dos banhos públicos árabes pode ser conferida no Museu “Baños Del Alcázar Califal”. Esse museu é uma boa mostra do patrimônio histórico e artístico do século X, sendo o antigo espaço de banhos reais dos Emires e Califas que reinaram sobre a cidade. Em Córboda, várias casas oferecem os serviços de banhos árabes e valem uma visita.

O Alcácer dos Reis Cristãos, uma fortificação do século XIII, posteriormente recebeu ao longo dos séculos ampliações e serviu a diferentes propósitos como palácio califal, habitação dos reis cristãos, sede do Santo Ofício (Inquisição) e prisão (no século XIX). No mesmo local, pátios e jardins convivem com pequenos canais de água, cúpulas góticas de pedra e até uma capela barroca, que atualmente abriga amplos mosaicos. A diversidade de estilos e a beleza natural dos jardins tornam a visita obrigatória para quem quer conhecer um pouco mais da história da cidade.

Foto por Istock/ bpperry

Foto por Istock/ bpperry

Dentre as cidades mais importantes da Andaluzia, Córdoba é a mais fácil pra realizar caminhadas turísticas. Os hotéis e restaurantes tem os preços mais econômicos. Uma boa dica para a sua estada é o Hotel Boston que está bem perto da Plaza Tendillas, a poucas quadras da catedral e dos principais pontos de interesse turístico.  Para quem está com crianças uma boa dica é visitar o Zoológico, a Ciudad de Los Ninõs e Las Ninãs e o Jardim Botânico, e desfrutar gratuitamente de dezenas de praças públicas e playgrounds.

Onde ficar

Hotel Maestre www.hotelmaestre.com

Hotel Maimonides www.hotelmaimonides.com

Onde comer

El Churrasco www.elchurrasco.com

Cabalo Rojo +34 (95) 747-5375

Como chegar

Há voos diretos de Madri para as principais cidades da Andaluzia. Também é possível chegar até Córdoba de ônibus ou trem. A estação de ônibus está interligada a cidades como Sevilha, Granada e Madri. A estação de trem de Córdoba conecta a cidade a Sevilha, Madri, Barcelona, Málaga e Granada.

Mais informações www.cordobaturismo.es.

Texto por: Cláudio Lacerda Oliva

Foto destaque por Istock/ Sean Pavone

Comentários