logo

Telefone: (11) 3024-9500

Conheça Salzburgo, a terra de Mozart, na Áustria Logo

Foto por Istock/ jakobradlgruber

Conheça Salzburgo, a terra de Mozart, na Áustria

18 de julho de 2016

Alguns compassos de modernidade e uma imponente partitura de castelos e palácios. Quem quer que passeie pela cidade barroca de Salzburgo respira cultura. Aqui, jazz, música clássica e arte moderna entram em harmonia para formar uma obra artística completa e vigorosa.

Salzburg é a quarta maior cidade da Áustria, perdendo apenas para Viena, Graz e Linz. Com população de cerca de 150 mil habitantes, tem localização nobre às margens do rio Salzach e cercada por montanhas imponentes. Seu centro histórico, repleto de igrejas e castelo é considerado Patrimônio Mundial da UNESCO desde 1996.

Foto por Istock/  bluejayphoto

Foto por Istock/ bluejayphoto

Bem no meio da cidade ergue-se a colina do castelo, com penhascos tão íngremes de perder o fôlego. As rochas alpinas e a fortaleza intacta de Hohensalzburg, construída sobre a colina, dominam a paisagem tão conhecida dos postais de Salzburgo. O lugar é talvez o maior burgo totalmente preservado da Europa Central e oferece o prelúdio perfeito de uma excursão à cidade por duas razões.

Em primeiro lugar, temos uma vista perfeita dos destinos a serem visitados mais tarde como a residência arcebispal construída no início do barroco com quartos pomposos e a galeria de artes (Residenzgalerie) com pintura europeia dos séculos XVI a XIX. Ao mesmo tempo, a fortaleza nos faz sentir o enorme charme histórico do lugar, que compõe um ambiente adequado para a genialidade de Wolfgang Amadeus Mozart.

Os vestígios deixados pelo gênio dão sinais da rota a ser seguida, tal como a Catedral de Salzburgo, onde Mozart foi batizado. Já uma visita à casa natal, na Getreidegasse, onde o talentoso compositor ouviu seus primeiros sons, nos conduz à pitoresca cidade antiga.

Com centro histórico pequeno, a cidade pode ser facilmente desbrava, apesar de suas subidas e descidas íngremes. Entre os pontos para não deixar de visitar estão A Fortaleza de Hohensalzburg, o Mosteiro de Nonnberg, a Abadia de São Pedro, o Museu de Mozart e o Palácio Mirabell.

Tanto a música barroca de Mozart criou universos sonoros complexos, quanto os construtores da sua época favoreceram grandiosamente a cidade de Salzburgo. As linhas curvas e as cores vivas do barroco podem ser vistas no Palácio Mirabell e nos canteiros floridos dos jardins adjacentes. Já no Palácio Hellbrunn, localizado próximo à cidade, as inúmeras fontes de água exibem a mesma engenhosidade: a vivacidade barroca proporciona aqui momentos de extraordinária beleza.

Foto por Istock/ John Gervasi

Foto por Istock/ John Gervasi

Hoje, a cidade é considerada uma das mais importantes metrópoles culturais do mundo graças, também a sua dedicação permanente. A invenção dos deliciosos Mozartkugel – um doce que reúne chocolate, marzipã e nougat -, a renomada Universidade de Música Mozarteum, a coleção Rupertinum de arte contemporânea ou o Festival de Salzburgo criado em 1920 – um dos festivais de teatro, ópera e música mais importantes do mundo – seguem o mesmo caminho.

E, além disso, os fanáticos por história encontram próximo a Salzburgo um lugar bastante peculiar. Berchtesgaden, a cerca de 30 quilômetros, abriga o ninho da águia, que foi refúgio de Hitler nas montanhas do Tirol. Bombardeado pelos britânicos em abril de 1945,4 o Ninho da Águia seria ocupado, em seguida, pelos americanos, que descobriram preciosidades escondidas no bunker. No fim da guerra não foi destruído, e ainda hoje se pode admirar um belo panorama de lá.

A cidade conta com festivais famosos há bastante tempo. Os eventos tiveram início graças à força do filho ilustre, Mozart, em 1842, na ocasião em que foi inaugurado um monumento a ele. Mas, apesar disso, foi em 1912 que o festival que existe até hoje foi realmente instituído e ocorria nos estábulos dos príncipes e arcebispos.

Foto por Istock/ steffiiiii

Foto por Istock/ steffiiiii

Por lá, as óperas, sinfonias, concertos e recitais são tão concorridos que costumam se esgotar meses antes. Hoje, o festival ocorre principalmente em três grandes casas: Grobes Festspielhaus, Teatro Felsenreitschule e Nova Haus für Mozart. Para apreciar o anual Festival de Salzburgo, programe – com antecedência – sua visita para o verão europeu.

Como chegar

Salzburgo conta com o aeroporto W. A. Mozart, a apenas 20 minutos do centro, com voos  de Paris, Amsterdã, Londres e Viena.

Onde ficar

Hotel Schloss Monchstein

Hotel-Pension Bloberger Hof

Hotel Goldener Hirsch, a Luxury Collection Hotel, Salzburg

Texto por: Eliria Buso

Foto destaque por Istock/ jakobradlgruber

Comentários