logo

Telefone: (11) 3024-9500

Conceição da Barra: onde o sol é quem manda Logo

CONCEIÇÃO DA BARRA_RIACHO DOCE_DSC1866_Setur ES

Conceição da Barra: onde o sol é quem manda

7 de maio de 2015

Com pouco mais de 30 mil habitantes, o município de Conceição da Barra, a 256 quilômetros da capital do Espírito Santo, é um convite constante ao lazer. Todo visitante, ao chegar a cidade, é convidado a deixar de lado os sapatos, as roupas pesadas e a preocupação.

Lá, as pessoas vão à praia pela manhã, ao forró a noite e a igreja aos domingos. E durante as tardes elas dormem, porque ninguém é de ferro. Mas tem muita cultura também. Em frente à igreja de São Sebastião, uma multidão se aglomera para assistir às diferentes manifestações folclóricas. Muita gente sai correndo e tem medo dos bichos encontrados no teatro do reis-de-boi.

As apresentações folclóricas enchem os olhos de quem vem de fora. É tanta riqueza de expressão que não faltam fotógrafos, profissionais ou amadores, para registrar o momento. Homens, mulheres e crianças, de diferentes idades, mostram o folclore e a devoção. Na torre da igreja de São Sebastião, mesmo a escada íngreme não assusta o público que procura um lugar na janela para ver a apresentação do reis-de-boi.

Mas é no mar que está o principal atrativo de Conceição da Barra. O município é cercado de praias e belezas naturais. As praias possuem águas mornas durante o ano todo. O mar das praias do norte do Espírito Santo, assim como no sul da Bahia, é um tanto turvo e quente, mas em Itaúnas parece que Iemanjá sempre acorda bem disposta e nos traz sempre uma água moderadamente clara, mas muito limpa. A temperatura é tão agradável que proporciona banhos demorados.

Foto: Marina Almeida via Flickr (licença de uso comercial)

Foto: Marina Almeida via Flickr (licença de uso comercial)

A praia de Itaúnas é onde as dunas e o verde são deslumbrantes. Ela se estende por 25 km dentro do Parque Estadual, sendo três destes reservados ao uso público. A infraestrutura de quiosques é cômoda para o turista, oferecendo guarda-sóis e cadeiras e servindo petiscos e bebidas na areia. As águas parecem estar em eterno rebuliço. Por isso o mar às vezes pode pregar peças e trazer pela frente piscinas naturais, ou seja buracos causados pela correnteza.

A de ser um mar de águas calmas, é sempre bom ter cuidado. A vegetação típica da restinga é mais visível perto da praia. A praia completa o complexo turístico da Vila de Itaúnas, que vai das Dunas até os aspectos de sua cultura popular e política de preservação da fauna e da flora pelo Parque Estadual de Itaúnas. Neste parque é possível praticar o ecoturismo e encontrar rios, alagados, restinga e praias, constituindo em um excelente lugar para entrar em contato com a natureza.

Tem ainda a Praia de Guaxindiba, próxima à foz do Rio Itaúnas e ao lado da Floresta de Raízes, um manguezal formado por árvores de raízes aéreas. Uma praia de mar aberto, propícia para a prática do surf.

Texto por: Paulo Roberto Pereira, correspondente Qual Viagem em Manaus e Eliria Buso

Foto destacada: Setur ES

Comentários