logo

Telefone: (11) 3024-9500

Coasteering: conheça o esporte radical que faz sucesso no País de Gales | Qual Viagem Logo

3-2-1-celtic-quest-coasteering

Coasteering: conheça o esporte radical que faz sucesso no País de Gales

11 de julho de 2018

Em 2018, o País de Gales comemora o “Ano do Mar”, uma homenagem às suas praias de areia branca, ao mar de vistas infinitas e aos 870 km da belíssima costa. Uma maneira singular de explorar essa riqueza natural do país é fazendo o “coasteering”, uma atividade de aventura ao ar livre criada no País de Gales, cujo objetivo é explorar o dramático litoral galês sem um barco ou qualquer tipo de prancha.

Foto por © VisitBritain / Celtic Quest Coasteering

Foto por © VisitBritain / Celtic Quest Coasteering

Os surfistas em Pembrokeshire criaram esse conceito enquanto andavam pelos penhascos da região no início da década de 1980, quando buscavam a onda perfeita. Descrito também como “rockpooling extremo” ou “trilha aquática-terrestre”, o esporte é uma experiência tudo-em-um que trata a costa como um eco parque de aventura.

Foto por © VisitBritain / Celtic Quest Coasteering

Foto por © VisitBritain / Celtic Quest Coasteering

Saltar sobre as rochas, pendurar-se na costa, caminhar sobre as ondas, explorar cavernas e até pular de penhascos, além de apreciar a vida selvagem marinha galesa, fazem parte do esporte. É possível participar dessa aventura usando uma roupa adequada para as águas frias e um capacete de segurança.

Foto por © VisitBritain / Celtic Quest Coasteering

Foto por © VisitBritain / Celtic Quest Coasteering

Aqui estão os melhores lugares ao longo da costa do País de Gales para provar o coasteering:

Holy Island, Anglesey

O guia de coasteering Grant Mitchell descobriu os penhascos outrora inacessíveis de Holyhead quando tinha sete anos. Agora, ele compartilha sua descoberta com os clientes da Anglesey Tours. Área de grande beleza natural, o espetacular litoral do norte do País de Gales tem águas profundas e limpas, praias escondidas, falésias e a maior caverna marítima da nação.

Península Llyn, norte do País de Gales

São os detalhes que tornam cada locação de coasteering um lugar único, como balançar em uma caverna em formato de tigela para brincar com focas. Com as falésias baixas, de cerca de 10 metros, a costa norte de Llyn facilita a aventura. Para maiores emoções, há Aberdaron, onde as ondas são maiores e o coasteering é mais selvagem.

Abereiddy, norte de Pembrokeshire

A Blue Lagoon de Abereiddy é o lugar ideal para coasteering quando as condições do mar são muito revoltas para passeios em outros locais. Essa antiga pedreira de ardósia sediou o campeonato de mergulho da Red Bull em 2012 e permite saltos de até 10 metros de altura. Também é possível encontrar focas bem amigáveis nessa parte do litoral britânico.

South St. Davids Head, Pembrokeshire

Aqui fica o local de nascimento de coasteering comercial. Trata-se de uma costa que parece ter sido especialmente criada para o esporte. Pense em falésias de 500 milhões de anos de ardósia vermelha junto a uma água turquesa, penhascos de sete metros de altura, a vasta Cathedral Cave e pontos turísticos como o The Toilet, local de ondulações que forma uma espécie de tigela natural.

Stackpole South, Pembrokeshire

A proteção pelo National Trust e a Barafundle Beach, sempre presente nas listas de melhores praias britânicas, garantem um cenário deslumbrante para coasteeering. Há mais vida selvagem aqui do que em qualquer outro lugar em Pembrokeshire, além de cavernas calcárias submarinas para nadar e falésias para saltar.

South Gower, West Wales

O Gower preenche todos os requisitos geográficos possíveis na região: beleza natural, altas falésias, grandes arcos marinhos e uma enorme variedade de marés que revelam a vida selvagem. E o melhor de tudo: a região permanece subutilizada para coasteering apesar de estar a 30 minutos de Swansea.

Mais informações em: visitbritain.com

Texto por: Agência com edição de Patrícia Chemin

Foto destaque por: © VisitBritain / Celtic Quest Coasteering

Comentários