logo

Telefone: (11) 3024-9500

Chiapas: Síntese de belezas no México | Qual Viagem Logo

Cascada de Agua Azul en la selva chiapaneca

Chiapas: Síntese de belezas no México

19 de fevereiro de 2016

É difícil entender como um lugar com tantos atrativos turísticos ainda permaneça como um segredo para a maioria dos viajantes.  Chiapas. reúne cachoeiras, rios e lagos de água cristalina, natureza praticamente intocada, ruínas maias daquelas de deixar o queixo bater no chão e a calorosa recepção local vão te fazer elegê-lo o destino de suas próximas férias.

Antes de mais nada, vale a pena entender primeiro onde essa joia está localizada e um pouco de sua população: Chiapas é um dos 31 Estados do México, cuja capital é Tuxtla Gutiérrez. Banhado pelo Oceano Pacífico, faz fronteira com os Estados mexicanos de Tabasco, Oaxaca e Veracruz e com o País vizinho, a Guatemala.  Multicultural, aqui habitam 12 dos 62 povos indígenas oficialmente reconhecidos no México. Sendo assim, o território carrega fortes traços culturais dos índios, que por sua vez convive harmonicamente com a herança da cultura espanhola, com os atuais costumes mexicanos e com os residentes estrangeiros.CHIS_ca+¦ondelsumidero_32

Chegue pelo Aeroporto de Tuxtla Gutiérrez e encontre seu guia para leva-lo até Chiapa de Corzo, uma cidade localizada a 15km da capital do Estado, e prepare-se para um passeio incrível de barco a motor pelo majestoso Cañón del Sumidero, passando por entre suas paredes rochosas rio acima. Aproveite o trajeto para observar a vida selvagem ao redor, com crocodilos, macacos-aranhas, biguás e garças.

Outra dica é fazer um tour de bicicleta (cerca de 40 minutos) em uma excursão cultural visitando vilarejos. A viagem é apoiada por um veículo que acompanha todo o trajeto e pode ser adaptada aos interesses e preferências do turista. Comece pelo Pueblo Mágico de San Cristóbal, admirando a beleza das ruas coloniais. Passe por Zinacantan, uma aldeia Tzotzil Maya, conhecida por suas flores e como única fonte de sal nas terras altas de Chiapas. Visite também San Juan Chamula, que ficou famosa por sua igreja decorada com artefatos e imagens que representam uma mistura Maia e crenças católicas.

Saindo de San Cristóbal, vá para os Lagos de Montebello, para um dia inteiro em meio ao notável agrupamento de mais de cinquenta lagos e lagoas. Cada lago é único em tamanho, forma e cor, que varia de verde-esmeralda ao azul cobalto. Caminhe entre a floresta de pinheiros e os lagos, admirando a dramática vista dos vales baixos. Hospede-se em alguma fazenda de Comitan e jante por lá.

Não perca também um passeio pela espetacular Selva Lancadona, formada por um bosque tropical cortado pelo rio Usumacinta. Trata-se de uma área protegida onde é possível observar as aves e a vida selvagem, incluindo jaguares e águias, dois símbolos importantes para o Maias. Na região também está o Arco do Tempo (nomeada Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO), onde é possível explorar cânions com uma profundidade de 50 metros, ou atravessar o rio La Venta em uma canoa até chegar a um acampamento na selva. Visite os assentamentos indígenas Lancandones para aprender algo sobre a vida na natureza. No céu as plumas brilhantes das araras vermelhas são de hipnotizar. Definitivamente, não se trata de uma simples observação de aves.

Texto por: Agência com edição Eliria Buso

Fotos: Divulgação/ visitmexico

Comentários