logo

Telefone: (11) 3024-9500

Chiang Mai tem templos, festivais tradicionais e mercados de rua | Qual Viagem Logo

Foto por Istock/ Sean Pavone

Chiang Mai tem templos, festivais tradicionais e mercados de rua

29 de agosto de 2016

Entre as muitas belezas já faladas da Tailândia, Chiang Mai talvez tenha passado despercebida por muitos. A cidade, segunda maior do país é considerada sua capital espiritual. Repleta de monumentos e templos, é um dos principais destinos da região atraindo milhares de turistas.

Foto por Istock/ Sean Pavone

Foto por Istock/ Sean Pavone

A cidade, com mais de 700 anos de história, é moderna e cosmopolita apesar de manter sua tradição bastante viva. Graças a isso, quem a visita encontra um centro agitado, rico em cultura e cores.

Chiang Mai tem uma infinidade – 300, na verdade – de templos espalhados por suas ruas. Entre eles, destacam-se: o Wat Phrathat Doi Suthep, um templo construído em 1383, o Wat Phra Sing, erguido em 1345 e lindamente decorado, o Wat Suan Dok do século XIV, onde estão as cinzas de membros da antiga família Real local e o Wat Chiang Man, que é o mais antigo templo da cidade.

Além dos templos, os mercados de rua são bastante famosos por lá. O Sunday Market, que como o próprio nome diz ocorre aos domingos, fica dentro da Old City e é considerado o melhor de Chiang Mai. Nele, é possível descobrir pérolas do artesanato local e se deliciar com o melhor da comida de rua tailandesa. Outro destaque fica por conta do mercado noturno, que ocorre durante a semana inteira, exceto domingo.

Para os aventureiros, o destino oferece diversas opções de rafting, trekking e outras atividades ao ar livre. Mas se a ideia é relaxar, nada melhor do que uma massagem tailandesa. O grande diferencial de lá é que, além de ser massageado, o turista pode aprender as técnicas em uma aula.

E é em Chiang Mai que ocorrem também dois dos festivais mais bonitos do mundo. O Festival das Lanternas, ou Yi Peng, que reúne milhares de pessoas soltando lanternas de papel iluminando ao céu, com o objetivo simbólico de enviar os problemas pessoais e más vibrações para as alturas. E o Festival das Luzes, chamado também de Loi Krathong, onde os tailandeses soltam seus barquinhos decorados com flores, velas e incensos nos rios.

Foto por istock/ pat138241

Foto por istock/ pat138241

Estando no Extremo Norte da Tailândia, a cidade é também um bom ponto de partida para tours nas fronteiras com Myanmar e Laos.

Como chegar

Chiang Mai está a cerca de 700 quilômetros de Bangcoc e, por isso, a forma mais fácil de chegar até lá é de avião. Thai Airways e Air Asia são algumas das companhias que fazem o trecho.

Onde ficar

The Dhara Dhevi Chiang Mai

137 Pillars House

Akyra Manor Chiang Mai

Texto por: Eliria Buso

Foto destaque por Istock/ Sean Pavone

Comentários